Reabilitação de pacientes portadores da doença de Kienböck submetidos a ressecção da fileira proximal do carpo

Reabilitação de pacientes portadores da doença de Kienböck submetidos a ressecção da fileira proximal do carpo

Título alternativo Rehabilitation of patients with Kienböck disease underwent proximal row carpectomy
Autor Lima, S.m.p.f. Autor UNIFESP Google Scholar
Leite, V.m. Autor UNIFESP Google Scholar
Masiero, D. Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, João Baptista Gomes dos Autor UNIFESP Google Scholar
Laredo Filho, J. Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of this study was to apply an evaluation and treatment protocol developed by the Hand Therapy Department of the Occupational Therapy Group of Physiatrics Medicine, Department of Orthopedics and Traumatology, University of São Paulo, to patients with Kienböck disease underwent proximal row carpectomy. The protocol was applied to 16 patients who were assessed in the pretreatment and post-treatment periods concerning some objective parameters, such as pain, wrist circumference, muscular strength, forearm / wrist articular range of motion and functional capacity. Patients' satisfaction with their evolution was evaluated through a questionnaire according to the treatment. Results have shown that the group underwent a rehabilitation approach showed better outcomes concerning pain, muscle strength, supination, abduction and adduction range of motion and an improved hand functional efficacy. Subjective evaluation showed 90% satisfaction in the rehabilitation group.

A proposta deste estudo foi a aplicação de um protocolo de avaliação e tratamento desenvolvido no Serviço de Terapia da Mão do Setor de Terapia Ocupacional da Disciplina de Fisiatria do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), destinado a pacientes portadores da Doença de Kienböck e submetidos a técnica cirúrgica de ressecção da fileira proximal do carpo. O protocolo de avaliação foi aplicado em 16 pacientes que foram avaliados no pré e pós-tratamento, considerando-se a dor, perímetro do punho, força muscular, amplitude articular do antebraço e punho e a capacidade funcional. Considerou-se também alguns referenciais subjetivos, no que se refere à satisfação pessoal do paciente quanto ao tratamento. Os resultados mostraram que o protocolo de tratamento aplicado foi eficaz na redução da dor, no aumento do arco de movimento da pronação e supinação do antebraço, abdução e adução do punho e favoreceu a melhora da capacidade funcional da mão afetada. Na avaliação subjetiva 90% dos pacientes tratados em nosso protocolo estavam satisfeitos com a sua recuperação.
Idioma Português
Data de publicação 2000-06-01
Publicado em Acta Ortopédica Brasileira. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 8, n. 2, p. 83-89, 2000.
ISSN 1413-7852 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 83-89
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522000000200003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-78522000000200003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/983

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-78522000000200003.pdf
Tamanho: 168.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta