O uso de procedimentos de estruturação de rotina em indivíduos com anóxia cerebral: relato de caso

O uso de procedimentos de estruturação de rotina em indivíduos com anóxia cerebral: relato de caso

Título alternativo Procedures to improve daily activities performance in individuals with cerebral anoxia: case report
Autor Gouveia, Paula A. R. Autor UNIFESP Google Scholar
Brucki, Sonia M. D. Autor UNIFESP Google Scholar
Bolognani, Silvia Adriana Prado Autor UNIFESP Google Scholar
Bezerra, Alexandre B. Autor UNIFESP Google Scholar
Bueno, Orlando Francisco Amodeo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To present a rehabilitation case study; procedures to improve the performance on daily activities were used by the caregiver. PATIENT: Cerebral anoxia due to cardiac arrest. He presented memory deficits for both visual and verbal material, temporal disorientation, abulia, psychomotor slowing and bradypsychism. METHODS: daily activities were developed in fixed hours; calendar was presented 3 times a day ; daily walks were performed; self-care activities were performed by the patient with short verbal commands and cues from the caregiver. RESULTS: We observed improvement on initiative and autonomy for daily activities, attention, temporal orientation and bradypsychism. There was also reduction on response time. CONCLUSIONS: Behavioral control strategies result on improvement for patients and their family although limit their routine. Behavioral control strategy promotes learning through the preserved implicit memory mechanism and results on enhancement at patient's autonomy at home.

OBJETIVO: Apresentar um estudo de caso de reabilitação com procedimentos de estruturação de rotina para realização das atividades de vida diária (AVDs). PACIENTE: Quadro de anóxia cerebral, com déficit de memória verbal e visual, desorientação temporal, abulia e bradipsiquismo. MÉTODO: Estruturação de horários fixos na rotina diária; exposição a um calendário 3 vezes ao dia; caminhadas diárias; monitorização do familiar na execução de tarefas de auto cuidado, fornecendo auxílio mediante comandos verbais curtos e pistas específicas. RESULTADOS: Foram observados aumento da iniciativa, maior autonomia nas AVDs, diminuição do período de latência para qualquer resposta, melhora da atenção, orientação temporal e bradipsiquismo. CONCLUSÕES: Estratégias de controle do comportamento trazem ganhos e limitações para pacientes e familiares. Embora obriguem a adaptação a uma rotina pouco flexível, promovem o aprendizado através da automatização de procedimentos que se valem de mecanismos de memória implícita preservados. Estes recursos podem elevar o grau de autonomia do paciente em casa.
Palavra-chave rehabilitation
cognition
neuropsychology
cerebral anoxia
behavioral therapy
reabilitação
cognição
neuropsicologia
anóxia cerebral
psicologia comportamental
Idioma Português
Data de publicação 2000-06-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 58, n. 2B, p. 560-565, 2000.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 560-565
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2000000300026
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2000000300026 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/981

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2000000300026.pdf
Tamanho: 30.85KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta