Medical Outcomes Study 36-Item Short Form Health Survey e Center for Epidemiological Studies-Depression em idosos com úlcera por pressão

Medical Outcomes Study 36-Item Short Form Health Survey e Center for Epidemiological Studies-Depression em idosos com úlcera por pressão

Título alternativo Medical Outcomes Study 36-Item Short Form Health Survey e Center for Epidemiological Studies-Depression in elderly with pressure ulcers
Autor Souza, Diba Maria Sebba Tosta de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Santos, Ivan Dunshee de Abranches Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: Little is known about how pressure ulcers (PU) may affect the quality of life of the elderly living in different types of housing. Objective: To evaluate health-related quality of life (HRQoL) and depression in elderly patients with PU living in a hospital, long-term care facility (LTCF) or at home. Methods: A cross-sectional study was conducted with 110 elderly patients aged 60 and older, without cognitive impairment, with (n = 36) and without PU (n = 74). The Medical Outcomes Study 36-Item Short Form Health Survey (SF-36) was used to assess HRQoL and the Center for Epidemiological Studies Depression Scale (CES-D) was used to assess depression. Results: Forty-eihgt ulcers were found in 36 patients. Patients with PU had significantly lower (worse) scores than patients without PU on physical functioning (hospital p<0,001, LTCF p<0,001, at home p<0,001) and role physical (hospital p=0,013, LTCF p=0,034, at home domicílio p=0,024) in the three types of housing. In the LTCF, patients with PU had significantly lower scores on the social functioning (p = 0.045) and role emotional (p = 0.036) subscales than patients without PU. The hospitalized elderly with PU had significantly higher scores on general health (p = 0.046) and vitality (p = 0.009) than those without PU. Among the elderly without PU, hospitalized patients had significantly lower scores on the bodily pain subscale than the other participants (p = 0.007). The patients with PU who were hospitalized or living in a LTCF reported significantly lower CES-D scores than those without PU (p = 0.007 and p = 0.003, respectively). Conclusion: The elderly with PU living in a LTCF reported lower scores on the physical functioning, role physical, social functioning, and role emotional subscales, reflecting a lower HRQoL. The elderly with PU who were hospitalized or living in a LTCF reported higher levels of depression.

Introdução: Pouco é conhecido sobre as alterações que a úlcera por pressão (UP) pode causar na qualidade de vida de idosos estabelecidos em diferentes locais. Objetivo: Avaliar qualidade de vida e depressão em idosos portadores de UP em hospital, instituição de longa permanência (ILPI) e em domicílio. Métodos: Foram avaliados, em estudo transversal, 110 idosos, com idade superior a 60 anos, sem déficit cognitivo, portadores de UP (n=36) ou não (n=74). Para avaliação da qualidade de vida utilizouse o SF36, e o CES-D foi utilizado para avaliação de depressão. Resultados: Foram encontradas 48 úlceras em 36 idosos. Os idosos com UP apresentaram resultados estatisticamente piores para Capacidade Funcional (hospital p<0,001, ILPI p<0,001 e domicílio p<0,001) e Aspectos Físicos (hospital p=0,013, ILPI p<0,034 e domicílio p<0,024). Nas ILPI, os idosos com UP apresentaram piores resultados nos domínios Aspectos Sociais e Aspecto Emocional (p=0,045 e p=0,036 respectivamente). Já os idosos hospitalizados com UP apresentaram escores maiores para de Saúde e Vitalidade do que os sem UP (p=0,046 e p=0,009 respectivamente). Entre os idosos sem UP, os hospitalizados apresentaram escores menores no domínio Dor em relação aos outros locais (p=0,007). Os idosos com UP hospitalizados ou em ILPI apresentaram escores menores da CES-D do que os sem UP (p=0,007 e p= 0,003 respectivamente). Conclusão: Idosos portadores de UP que vivem em ILPI apresentaram pior QV nos domínios Capacidade Funcional, Aspectos Físicos, Social e Emocional. Idosos hospitalizados e institucionalizados com UP evidenciaram mais depressão.
Palavra-chave Assistência hospitalar
Assistência a idosos
Assistência domiciliar
Cognição
Depressão
Idoso fragilizado
Instituição de longa permanência para idosos
Úlcera por pressão
Qualidade de Vida
Hospital Care
Old Age Assistance
Home Nursing
Cognition
Depression
Frail Elderly
Homes for the Aged
Pressure Ulcer
Quality of Life
Idioma Português
Data de publicação 2010-08-25
Publicado em SOUZA, Diba Maria Sebba Tosta de. Medical Outcomes Study 36-Item Short Form Health Survey e Center for Epidemiological Studies-Depression em idosos com úlcera por pressão. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 156 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9806

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-406.pdf
Tamanho: 1.622MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta