Estudo comparativo entre anastomoses intestinais com sutura manual e com anel biofragmentável em cães sob a administração de corticosteróides

Estudo comparativo entre anastomoses intestinais com sutura manual e com anel biofragmentável em cães sob a administração de corticosteróides

Título alternativo Comparative study of intestinal anastomoses with manual suture and biofragmentable ring in dogs under corticosteroid administration
Autor Fernandes, L. C. Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Novelli, M. D. Autor UNIFESP Google Scholar
Kim, S. B. Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: This study analyzed intestinal anastomoses by manual suture and by compression with biofragmentable ring under delay of cicatrization administering parenteral corticoids. MATERIAL AND METHODS: Twenty dogs were divided into two groups: control and test, the latter submitted to intramuscular administration of hydrocortisone hemisuccinate, 25 to 33 mg/kg/day, on the 30th preoperative and 7th postoperative days. During surgery, each animal underwent two colon sections with anastomosis by manual suture in a single extramucous plane and compression with biofragmentable ring. The animals were sacrificed 7 days after the procedure to evaluate the anastomoses. RESULTS: In the postoperative period, one death occurred in the test group and two in the control group, caused by nonblocked fistula in the anastomoses by ring compression. Statistically, there was a similar incidence of adherences, fistulas, afferent dilatation and obstruction using comparison methods. On microscopy, deficiency in mucous regeneration of the anastomoses by compression was observed. Computerized histological analysis evidenced in the anastomoses by compression, a greater inflammatory reaction, greater edema of the submucous membrane and enlarged scars. CONCLUSIONS: It was concluded that, with the biofragmentable ring, in colonic anastomosis under delay of cicatrization induced by corticoids, similar results to manual suture regarding to postoperative complications incidence were obtained; ring, however, determined worse mucous regeneration and greater cicatricial inflammatory reaction.

OBJETIVO: Este estudo analisou anastomoses intestinais por sutura manual e por compressão com anel biofragmentável, sob retardo cicatricial pela administração parenteral de corticosteróides. MATERIAL E MÉTODOS: Vinte cães, entre 15 e 20 kg, foram divididos em grupos controle e teste, este submetido à administração intramuscular de hemissuccinato de hidrocortisona, de 25 a 33 mg/kg/dia, do 30º dia pré-operatório ao 7º dia pós-operatório. Em ato cirúrgico, cada animal foi submetido a duas secções cólicas, com anastomoses por sutura manual em plano único extramucoso e por compressão com anel biofragmentável. Os espécimes foram sacrificados sete dias após o procedimento para avaliação das anastomoses. RESULTADOS: No pós-operatório ocorreram um óbito no grupo teste e dois óbitos no grupo controle por fístula não bloqueada nas anastomoses por compressão com anel. Houve, estatisticamente, incidência semelhante de aderências, fístulas, dilatação aferente e obstrução, nos métodos em comparação. À microscopia, houve deficiência de regeneração mucosa nas anastomoses por compressão. Análise histológica por computador evidenciou nas anastomoses por compressão, maior reação inflamatória, maior edema de submucosa e formação de cicatrizes alargadas. CONCLUSÕES: Com o anel biofragmentável, em anastomoses colocólicas sob retardo de cicatrização induzido por corticosteróides, foram obtidos resultados semelhantes aos da sutura manual quanto à incidência de complicações pós-operatórias; o anel, entretanto, determinou pior regeneração mucosa e maior reação inflamatória cicatricial.
Palavra-chave Anastomosis surgical
Colon and rectal surgery
Surgery operative
Adrenal cortex hormones
Hydrocortisone
Anastomose cirúrgica
Cirurgia de cólon e reto
Técnicas operatórias
Corticosteróides
Hidrocortisona
Idioma Português
Data de publicação 2000-06-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 46, n. 2, p. 113-120, 2000.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 113-120
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302000000200005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42302000000200005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/978

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302000000200005.pdf
Tamanho: 781.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta