Imunogenicidade de proteínas recombinantes da superfície do merozoíta de Plasmodium vivax candidatas à vacina contra malária.

Imunogenicidade de proteínas recombinantes da superfície do merozoíta de Plasmodium vivax candidatas à vacina contra malária.

Título alternativo Immunogenicity of Plasmodium vivax recombinant merozoite surface proteins: vaccine candidates against malaria
Autor Rosa, Daniela Santoro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Rodrigues, Mauricio Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of this study was to evaluate in a murine model, the capacity of the helper epitope PADRE (Pan Allelic DR epitope) to improve the immunizations with the P. vivax MSP119 in the presence of distinct adjuvant formulations. We observed that immunization of mice with the recombinant protein His6MSP119PADRE in the presence of different adjuvants was able to induce antibody titers similar to those generated by complete/incomplete Freund’s adjuvant (CFA/IFA) in terms of magnitude, affinity, IgG subclasses and longevity. However, immunizations with the recombinant protein His6MSP119, strong antibody responses could be generated in the presence of CFA/IFA but not other classes of adjuvants such as CpG ODN 1826 or MPL/TDM. Our results indicated that when adjuvants that are not as strong as CFA/IFA are employed, the presence of PADRE greatly improved adjuvant-assisted antibody immune response induced by a malarial recombinant antigen. Subsequently, we characterized the immunogenic properties of a new recombinant protein containing the P. vivax MSP119. This new recombinant protein contain in addition to the MSP119, two helper T-cell epitopes, the synthetic universal Pan Allelic DR epitope (PADRE) and a new internal MSP1 P.vivax epitope (DYDVVYLKPLAGMYK). The recombinant protein His6MSP119-DYDVVYLKPLAGMYK-PADRE proved to be highly immunogenic in marmosets (Callithrix jaccus jaccus) when administered in the presence of incomplete Freund’s adjuvant (IFA). However, when administered in other adjuvant formulations such as Quil A, CpG ODN 2006 or MPL/TDM, antibody titers to MSP119 were significantly lower. These results indicated that under the circumstances evaluated, adjuvants were key for the immunogenicity of the recombinant protein His6MSP119-DYDVVYLKPLAGMYK-PADRE. Finally, we have investigated the participation of selected cytokines during the generation of antigen-specific antibody responses upon immunization with recombinant antigens in the presence of the adjuvant CpG ODN 1826. We found that endogenous interferon (IFN) was critical for the induction of humoral immune response after immunization in the presence of CpG ODN 1826. Other cytokines like IL-12/IL-23 or IL-4 caused a dramatic change in the pattern of IgG isotypes. To determine the cell type responsible for the IFN-g production we did adoptive transfer experiments. We observed that CD4+ or CD8+ spleen cells were relevant sources of IFN-g in vivo. Our study suggests a critical role for endogenous IFN-g during CpG ODN-assisted immune response and a possible new link between the innate and adaptive immune responses in which this cytokine plays a previously unrecognized role.

O potencial imuno-protetor de proteínas recombinantes baseadas na região C-terminal da Proteína 1 da superfície de Merozoítas (MSP119) foi demonstrado em vários modelos experimentais e tornaram esta região um dos principais alvos para o desenvolvimento de uma vacina contra a malária. O objetivo geral desta tese foi o de estudar a imunogenicidade de proteínas recombinantes bacterianas representando a região MSP119 de Plasmodium vivax quando administradas em animais experimentais (camundongos e primatas) na presença de diferentes adjuvantes. Inicialmente, avaliamos no modelo murino, a capacidade de o epítopo helper PADRE (Pan Allelic DR epitope) potencializar as imunizações com a MSP119 feita na presença de diferentes formulações de adjuvantes. Observamos que a imunização de camundongos C57BL/6 com a proteína recombinante His6MSP119-PADRE na presença de distintas formulações de adjuvantes foi capaz de induzir uma resposta imune humoral tão potente quanto a gerada pela imunização na presença do adjuvante completo/incompleto de Freund (ACF/AIF) em termos de magnitude, afinidade, subclasses de IgG e longevidade. Entretanto, imunizações com a proteína recombinante His6MSP119 só foram capazes de gerar forte resposta de anticorpos na presença de ACF/AIF, mas não com outros adjuvantes como o CpG ODN 1826 ou MPL/TDM. Nossos resultados demonstraram que quando adjuvantes menos potentes que ACF/AIF são utilizados, a presença do epítopo helper PADRE pode aumentar consideravelmente a resposta imune humoral induzida por um antígeno recombinante de malária. No trabalho subsequente, caracterizamos as propriedades imunogênicas de uma nova proteína recombinante contendo a MSP119 de P. vivax. Esta nova proteína contém além da MSP119 dois epítopos “helper” reconhecidos por linfócitos T (o epítopo sintético universal PADRE e um novo epítopo interno da MSP1 de P. vivax - DYDVVYLKPLAGMYK). A proteína recombinante His6MSP119-DYDVVYLKPLAGMYK-PADRE foi altamente imunogênica em macacos (Callithrix jaccus jaccus) quando administrada na presença de adjuvante incompleto de Freund (AIF). Entretanto, quando administrada na presença de outros adjuvantes como Quil A, CpG ODN 2006 ou MPL/TDM, os títulos de anticorpos contra a MSP119 foram significantemente mais baixos. Nossos resultados indicam que nas circunstâncias avaliadas os adjuvantes desempenharam uma função importante na imunogenicidade da proteína recombinante His6MSP119-DYDVVYLKPLAGMYK-PADRE. Por último, nós caracterizamos a participação de diferentes citocinas durante a geração de anticorpos específicos após imunização com antígenos recombinantes na presença do adjuvante CpG ODN 1826. Verificamos que o IFN endógeno foi crítico para indução de resposta imune humoral após imunização na presença do adjuvante CpG ODN 1826. Outras citocinas como a IL-12 e IL-4 desempenharam um papel de modulação na produção de isotipos de IgG. Com o objetivo de determinar que tipo celular seria o responsável pela produção de IFN-g, realizamos experimentos de transferência adotiva. Verificamos que células CD4+ ou CD8+ são fontes relevantes de IFN-g in vivo. Esses resultados sugerem que o IFN-g desempenha um papel crítico na indução da resposta imune nas imunizações assistidas pelo CpG ODN 1826 e sugere uma possível ligação entre a resposta imune inata e adaptativa na qual essa citocina possui um papel não descrito previamente.
Palavra-chave Imunogenicidade
Proteínas recombinantes
Merozoítas
Plasmodium vivax
Proteína 1 de superfície de merozoito
Idioma Português
Data de publicação 2006-01-01
Publicado em ROSA, Daniela Santoro. Imunogenicidade de proteínas recombinantes da superfície do merozoíta de Plasmodium vivax candidatas à vacina contra malária. 2006. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 130 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9733

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Restrito-200600016.pdf
Tamanho: 499.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta