Habilidades interpessoais no processo educativo em medicina: a comunicação em sessões tutoriais

Habilidades interpessoais no processo educativo em medicina: a comunicação em sessões tutoriais

Autor Gomes, Marta Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Batista, Sylvia Helena Souza da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde – São Paulo
Resumo O objetivo desse estudo foi analisar o desenvolvimento das habilidades interpessoais na formação médica a partir do processo comunicacional construído nas sessões tutoriais do Curso de Medicina da UNIMONTES. O referencial teórico perpassou os conceitos de Intersubjetividades, comunicação como habilidades interpessoais, as Diretrizes curriculares no curso médico e na ABP, em especial nas sessões tutoriais. A metodologia utilizada foi abordagem quali-quantitativa. Os informantes da pesquisa foram 136 estudantes; do 1º ao 7º períodos. Também foram participantes 6 professores/tutores do 1º ao 7º períodos sorteados aleatoriamente. Os instrumentos de coleta de dados foram a Escala IHS Del Prette aplicados nos estudantes do primeiro ao sétimo períodos, e o Grupo Focal aplicado à amostra de tutores dos referidos períodos do curso médico. A análise dos dados constou da análise da relevância estatística do inventário, bem como da análise de conteúdo para compreensão e interpretação dos depoimentos no grupo focal. Participaram 46,3 % de estudantes do sexo masculino e 53,7% do sexo feminino; com idades entre 18 e 37 anos. Destacam-se o fator um (Enfrentamento e auto-afirmação com risco) e fator dois (Auto-afirmação na expressão de sentimento positivo), por apresentarem diferenças estatisticamente significantes entre os períodos. A análise de conteúdo apontou três núcleos temáticos: condições facilitadoras do processo de comunicação como, acolhimento, empatia, sistematização de conhecimentos, e horizontalização das relações professor-aluno. As condições dificultadoras do processo de comunicação relacionou as características do tutor, as do estudante e as do método. A comunicação nas sessões tutoriais potencializando habilidades interpessoais, constou da avaliação como espaço de aprender a ouvir críticas a partir de feedback; da construção das relações, incluindo as diferenças e considerando que quem fala precisa saber como falar. Salientou-se a importância da avaliação e de seus resultados para aprimorar os processos e os instrumentos utilizados para planejar ações de integração das emoções e da cognição, ao processo de ensinoaprendizagem. Contatou-se que o essencial da ação é que as pessoas aprendam fazendo, e que a complexidade dos processos comunicacionais na dinâmica do PBL, em particular nas sessões tutoriais, impõe o aporte de diversas habilidades.

The goal of this study was to analyze the developme nt of interpersonal skills in the medical education from the communication process bu ilt on in the tutorial sessions in the medical course of UNIMONTES. The theoretical re ferential ran through the concepts of Intersubjectivities, communication as i nterpersonal skills, and this in the curricular Guidelines of the medical course and PBL , especially in the tutorial sessions. The methodology used was the qualitative-quantitati ve approach. The informants in the study comprised 136 students from 1 st to 7 th periods. In addition, 6 teachers/tutors from 1 st to 7 th periods, randomly selected, participated. The data collection tools were the IHS Del Prette Scale applied to the first-to-sevent h period students, and the Focal Group applied to tutors sample of the above-mention ed periods in the medical course. The data analysis comprised the analysis of the inv entory statistical relevance, as well as the analysis of content for the understanding an d interpretation of the focal group’s statements. 46.3 % students were male and 53.7% fem ale, ages ranging between 18 and 37. Factor one (Confrontation and self-assertio n with risk) and factor two (Self- assertion in expression of positive feeling) are hi ghlighted, since they present statistically significant differences among the per iods. The analysis of content pointed three thematic cores: conditions facilitating the c ommunication process such as, reception, empathy, systematization of knowledge an d horizontalization of teacher- students relations. Conditions hindering the commun ication process related to the tutor’s, student’s and the method characteristics. Communication in tutorial sessions potentiating interpersonal skills comprised the ass essment as space to learn and listen to critiques from feedback; building of relations , including the differences and considering that the speaker needs to know how to speak. The importance of the assessment and its outcomes was stressed in order t o refine the processes and tools used to plan actions for the integration of emotion s and cognition into the teaching- learning process. It was noticed that the essence o f the action is that people learn from doing and that the complexity of the communication processes in the PBL dynamics, in particular in the tutorial sessions, demands the co ntribution of diverse skills
Assunto Comunicação
Curso médico
Sessão tutorial
Habilidades interpessoais
Aprendizagem baseada em problemas
Idioma Português
Data 2010-06-30
Publicado em GOMES, Marta Maria. Habilidades interpessoais no processo educativo em medicina: a comunicação em sessões tutoriais. 2010. 117 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 117 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9682

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-12605.pdf
Tamanho: 700.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)