Genes ABI3 (ABL-Interactor Member 3) e ABI3BP (ABI3-Binding Protein): investigação da expressão em lesões da tiróide e análise funcional

Genes ABI3 (ABL-Interactor Member 3) e ABI3BP (ABI3-Binding Protein): investigação da expressão em lesões da tiróide e análise funcional

Título alternativo Genes ABI3 (GLA Member Interactor-3) and ABI3BP (ABI3-Binding Protein): investigation of expression in thyroid lesions and functional analysis
Autor Latini, Flavia Roche Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Cerutti, Janete Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo We have recently demonstrated that loss of expression of the ABI3BP (ABI3-binding protein) gene is common to all thyroid carcinomas, and that ABI3BP re-expression altered tumor growth by increasing senescence and inhibiting invasion and migration. ABI3 is a potential binding partner of ABI3BP and it has been shown that ABI3 forced expression reduces motility and metastatic dissemination of malignant cells. In this study we investigated ABI3 expression in thyroid lesions. We observed that ABI3 expression is reduced or lost in most carcinomas and that there is a positive correlation between ABI3 and ABI3BP expression. The role of ABI3 was further explored by stable transfection of two carcinoma cell lines with full-length ABI3 cDNA. We found that ABI3 decreases transforming activity, cell proliferation and cell cycle progression while increasing cell senescence correlated with increased p21 expression and reduced ERK phosphorylation and E2F1 expression. Moreover, ectopic expression reduces cell viability, cell invasion and migration. In rodent models, ABI3 expression was sufficient to reduce tumor growth. Here, we suggest that ABI3 loss of expression, similar to ABI3BP loss of expression, is an important event in thyroid carcinoma. This work establishes a functional role for ABI3 in thyroid cancers and suggests that targeting ABI3 or its pathway might be a strategy for the treatment of these cancers.

Utilizando a técnica de SAGE (do inglês, Serial Analysis of Gene Expression), verificamos que o transcrito do gene ABI3BP (ABI3-Binding Protein) encontra-se presente nas bibliotecas SAGE geradas a partir de tiróide normal e de adenoma folicular da tireóide e ausente na biblioteca derivada de carcinoma folicular da tiróide. Estes achados sugerem que a perda ou diminuição da expressão do gene ABI3BP pode estar associada à patogênese dos carcinomas foliculares da tiróide. Recentemente, utilizando a técnica de microarray, um grupo descreveu a perda da expressão de ABI3BP em diferentes subtipos de carcinoma, incluindo tiróide e, portanto, corroborando nossos dados iniciais. Sendo incógnito o papel de ABI3BP na patogênese dos diferentes subtipos tumorais, tivemos como objetivo inicial à caracterização da função deste gene. Para isso, o cDNA completo de ABI3BP foi clonado em vetor de expressão e transfectado de forma permanente em linhagens de carcinoma da tiróide onde este gene não se expressa. Paralelamente utilizamos um vetor de expressão vazio, como controle negativo. Os clones selecionados, expressando o gene alvo e controle, foram posteriormente avaliados quanto à capacidade de crescimento in vitro e in vivo, invasividade, migração, apoptose, senescência e progressão no ciclo celular. A re-expressão de ABI3BP foi capaz de inibir o crescimento in vivo e in vitro, diminuir a viabilidade celular, induzir apoptose e principalmente senescência, induzir uma parada no ciclo celular em G1, de modular a expressão de genes associados ao processo de senescência e ao ciclo celular e atenuar a invasividade e a migração. Além disso, demonstramos que a perda de ABI3BP não é restrita ao carcinoma folicular, sendo observada também nos outros subtipos de carcinoma da tiróide. Visto que ABI3BP originalmente foi identificado, por meio da metodologia de duplo híbrido em levedura, como uma proteína que interage com o domínio SH3 de ABI3, nossa hipótese é de que ABI3 estaria, semelhante a ABI3BP, envolvido na patogênese dos carcinomas da tiróide. Inicialmente investigamos a expressão de ABI3 nos diferentes tumores da tiróide. Verificamos que a expressão de ABI3 está diminuída nos carcinomas, quando comparados com lesões benignas e tecido de tiróide normal. Além disso, observamos uma correlação entre a perda da expressão de ABI3 e ABI3BP. A caracterização funcional de ABI3, utilizando o modelo e as metodologias descritas para ABI3BP, demonstrou que a re-expressão de ABI3 foi capaz de inibir o crescimento in vivo e in vitro, diminuir a viabilidade celular, aumentar a senescência, atenuar a invasividade e a migração, induzir uma parada no ciclo celular em G1 e de modular a expressão de genes associados ao ciclo celular. Nossos dados sugerem que os dois genes estão envolvidos na patogênese do câncer e que podem atuar em uma via comum, bem como, sugerem que podem servir como futuros alvos para a terapêutica.
Palavra-chave ABI3BP
TARSH
Neoplasias foliculares
Linhagens celulares da tiróide
Análise funcional
Proteínas de transporte
Carrier proteins
Idioma Português
Data de publicação 2009-01-28
Publicado em LATINI, Flavia Roche Moreira. Genes ABI3(ABL-Interactor Member 3)e ABI3BP (ABI3-Binding Protein): investigação da expressão em lesões da tiróide e análise funcional. 2009. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 81 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9673

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-033.pdf
Tamanho: 1.471MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta