Gasto energético da atividade física de pacientes submetidos à hemodiálise

Gasto energético da atividade física de pacientes submetidos à hemodiálise

Título alternativo Energy expenditure of physical activity of patients undergoing hemodialysis
Autor Baria, Flavia Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Cuppari, Lilian Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Background & aims: The energy expended for physical activity and its contribution to daily energy expenditure is unknown in chronic kidney disease. This study aimed to evaluate the active energy expenditure of hemodialysis patients and compare to that of healthy controls. Methods: Thirty-two patients undergoing hemodialysis (20 males, age 46.3±12.2) were studied. A subgroup of 22 patients was pair-matched by gender and age with healthy sedentary individuals. SenseWear Pro2 Armband measured the total and active energy expenditure. Body composition was assessed by dual-energy x-ray absorptiometry and bioelectrical impedance. Results: Active energy expenditure was significantly lower in dialysis day (24%) in relation to nondialysis day and both were lower in comparison to controls (53% dialysis day and 28% nondialysis day). The average contribution of the active energy expenditure to total energy expenditure in hemodialysis patients was 15% and in controls 24% (P=0.03). Active energy expenditure correlated positively with lean body mass, body cell mass, and negatively with age, body fat, and BMI. Multiple regression analysis revealed that the variables that best explained variations in active energy expenditure were age and lean body compartments. Conclusion: The energy expended for physical activity is reduced among hemodialysis patients in both dialysis and nondialysis days when compared to healthy sedentary controls.

Introdução: O gasto energético da atividade física e sua contribuição para o gasto energético total têm sido pouco investigados nos pacientes com doença renal crônica. Objetivo: Avaliar o gasto energético ativo em pacientes submetidos à hemodiálise e comparar com o de indivíduos saudáveis Métodos: Foram estudados 32 pacientes em hemodiálise (20 homens; idade 46,3±12,2 anos, tempo em hemodiálise 30 meses (5-128 meses), IMC 24,4±4,2 kg/m2 e 9,4% diabéticos). Um subgrupo de 22 pacientes foi emparelhado por sexo e idade com indivíduos saudáveis sedentários. O gasto energético total e ativo foram estimados utilizando sensor de movimento (SenseWear Pro2 Armband - Body Media Inc, Pittsburgh, PA, USA). A gordura corporal e a massa magra foram avaliadas pela absorciometria de raios-X de dupla energia e a massa celular corporal pela bioimpedância elétrica. Resultados: O gasto energético ativo foi menor no dia dialítico quando comparado ao dia interdialítico [278,7 (9,5-1145) kcal/dia vs 364,5 (90-1828) kcal/dia; P<0,01]. Na análise do subgrupo de pacientes tanto no dia com diálise [234 (9,5-1145) kcal/dia] como no dia interdialítico [369 (89,5-1242) kcal/dia] o gasto energético ativo foi significantemente menor em relação ao grupo controle [565 (214-1319) kcal/dia]. A contribuição do gasto energético ativo para o gasto energético total foi em média 15% nos pacientes e 24% no grupo controle (P=0,03). No grupo total o gasto energético ativo correlacionou-se positivamente com a massa magra e a massa celular corporal e negativamente com a idade, a gordura corporal e o índice de massa corporal. Na regressão linear múltipla as variáveis que melhor explicaram as variações do gasto energético ativo foram a idade e a massa magra. Conclusão: O gasto energético ativo é menor no dia com diálise quando comparado ao dia interdialítico e ambos são reduzidos em comparação ao grupo controle.
Palavra-chave Gasto energético
Doença renal crônica
Hemodiálise
Atividade física
Energy Metabolism
Renal Dialysis
Motor Activity
armband sensor
Metabolismo Energético
Insuficiência Renal Crônica
Diálise Renal
Atividade Motora
Renal Insufficiency, Chronic
Idioma Português
Data de publicação 2009-04-29
Publicado em SOUZA, Flavia Baria Rossini de Souza e. Gasto energético da atividade física de pacientes submetidos à hemodiálise. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9670

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-117.pdf
Tamanho: 700.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta