Fibrilação atrial crônica e apnéia obstrutiva do sono

Fibrilação atrial crônica e apnéia obstrutiva do sono

Título alternativo Sleep-disordered breathing and chronic atrial fibrillation
Autor Silva, Betania Braga Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Paola, Angelo Amato Vincenzo de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (cardiologia) – São Paulo
Resumo Background: Little has been known about the relation of sleep apnea and atrial fibrillation. Recent studies have suggested that the prevalence of atrial fibrillation is increasing in patients with sleep-disordered breathing and it is possible that the sleep apnea contributes to arrhythmogenesis in these patients.We hypothesize that the prevalence of obstructive sleep apnea is higher in chronic atrial fibrillation patients, and the arrhythmia occurrence may be associated to alterations in the sleep patterns. Objectives: To evaluate the prevalence of obstructive sleep apnea, and the sleep respiratory parameters in a sample of chronic atrial fibrillation compared to a sub-sample of the general population. Methods: Fifty-two chronic persistent and permanent atrial fibrillation patients, aged (60.5 } 9.5, 33 males) and 32 control subjects were taken from a sample of an epidemiological study on sleep disorders in the general population of the city of Sao Paulo, Brazil (EPISONO), mean aged 57.3 } 9.6 years old, 15 males. All subjects were evaluated by a staff cardiologist for the presence of medical conditions, and were referred for polysomnography. Results: Considering a cut-off value for apnea hypopnea index . 10 per hour of sleep, the atrial fibrillation group had a higher prevalence of obstructive sleep apnea compared to the control group (81.6% and 60.0%, respectively, p = 0.03). All the oxygen saturation parameters were significantly worse in the AF group, such as: lower oxygen saturation nadir (81.9 } 5.8% and 85.3 } 5.2%, p = 0.01), lower mean oxygen saturation (93.4 } 2.1% and 94.3 } 1.5%, p = 0.02), and longer period of time below 90% (26.4 } 55.8 min and 6.7 } 12.3 min, p = 0.05).There were no differences in age, gender, body mass index, sedentarism, presence of hypertension, type 2 diabetes mellitus, abdominal circumference, systolic and diastolic blood pressure, and sleepiness scoring between groups. Despite similar body mass index, atrial fibrillation patients had a higher neck circumference compared to control group (39.9 } 2.3 cm and 37.7 } 4.5 cm, p = 0.01) and the atrial fibrillation group showed higher percentage time of stage 1 non-REM sleep, superficial sleep (6.4 } 5.9% and 3.9 } 2.6%, p = 0.03). Conclusions: Sleep-disordered breathing is more prevalent in chronic atrial fibrillation patients than in general population subjects. The oxygen saturation parameters and percentage of time spent in superficial sleep were worse in the atrial fibrillation group than in control group. Overall, these data suggest alteration of the cardio respiratory coupling during sleep, in these patients.

Introducao: Pouco se sabe sobre a relacao da apneia do sono com a fibrilacao atrial. Alguns estudos recentes sugerem que a prevalencia da fibrilacao atrial esta aumentada nos pacientes com disturbios respiratorios do sono, sendo possivel que a apneia do sono contribua para o surgimento da arritmogenese nestes. A hipotese deste trabalho foi observar se a prevalencia da apneia obstrutiva do sono era maior nos pacientes com fibrilacao atrial cronica, e se a presenca de tal arritmia estava relacionada a alteracoes no padrao de sono. Objetivos: Avaliar a prevalencia da apneia obstrutiva do sono, assim como os parametros da estrutura do sono, em um grupo de pacientes com fibrilacao atrial cronica, comparado com uma amostra da populacao geral. Metodos: Avaliaram-se 52 pacientes com o diagnostico de fibrilacao atrial cronica persistente ou permanente, com a idade media de 60,5 } 9,5 anos, sendo 33 destes homens. Uma amostra de 32 pacientes do estudo epidemiologico sobre os disturbios respiratorios do sono em uma populacao geral da cidade de Sao Paulo, Brasil (EPISONO) constituiu o grupo controle, com a idade media de 57,3 } 9,6 anos, sendo 15 deles homens. Todos os pacientes foram submetidos a uma avaliacao cardiologica e encaminhados para a realizacao de uma polissonografia completa. Resultados: Considerando o indice de apneia/hipopneia . 10 por hora de sono, o grupo com a fibrilacao atrial apresentou uma alta prevalencia de apneia obstrutiva do sono (respectivamente, 81,6% e 60,0%, p=0,03). Todos os parametros de saturacao de oxigenio foram piores no grupo com a fibrilacao atrial: saturacao de oxigenio minima (81,9 } 5,8% e 85,3 } 5,2%, p=0,01), saturacao de oxigenio media (93,4 } 2,1% e 94,3 } 1,5%, p=0,02) e porcentagem de tempo de saturacao menor do que 90% (26,4 } 55,8% e 6,7 } 12,3%, p=0,05). Nao houve diferencas em relacao a idade, ao genero, ao indice de massa corporal, ao sedentarismo, a presenca de hipertensao arterial, ao diabetes mellitus tipo 2, a circunferencia abdominal, a pressao arterial sistolica e diastolica e ao resultado da escala de sonolencia entre os grupos. A despeito do indice de massa corporal similar, os pacientes com a fibrilacao atrial apresentaram maior circunferencia cervical em relacao ao grupo controle (39,9 } 2,3 cm e 37,7 } 4,5, p=0,01) e uma maior porcentagem de tempo no estagio 1 do sono nao REM, sono superficial (6,4 } 5,9% e 3,9 } 2,6%, p=0,03). Conclusoes: Os disturbios respiratorios do sono foram mais prevalentes entre os pacientes com a fibrilacao atrial cronica em comparacao a populacao em geral. Os parametros da saturacao do oxigenio e a porcentagem do sono superficial foram piores no grupo com a fibrilacao atrial do que no grupo controle. Em conjunto, todas estas conclusoes sugeriram que nos pacientes avaliados, houve uma alteracao do acoplamento cardio-respiratorio durante o sono.
Palavra-chave Arritmias cardíacas
Fibrilação atrial
Holter
Polissonografia
Sono
Apnéia do sono
Eletrocardiografia ambulatorial
Síndromes da apneia do sono
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Número do financiamento FAPESP: 98/14303-3
Data de publicação 2009-10-28
Publicado em MARQUES, Betania Braga Silva. Fibrilação Atrial Crônica e Apnéia Obstrutiva do Sono. 2009. 87 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 87 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9651

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-00381.pdf
Tamanho: 1.723MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta