Estudo dos transportadores renais de Na, K e água e da hemodinâmica sistêmica em fêmeas prenhes normotensas e hipertensas

Estudo dos transportadores renais de Na, K e água e da hemodinâmica sistêmica em fêmeas prenhes normotensas e hipertensas

Título alternativo Na+, k+ and water nephron transporters levels expression and systemic hemodinamic in pregnant normotensive or hypertensive females
Autor Abreu, Nayda Parisio de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Schor, Nestor Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: Extracelular volume expansion (ECVE) followed by decrease in vascular resistance, increase in renal plasma flow and glomerular hiperfiltration are common manifestations during normal pregnancy. Nitric oxide appears to be directly involved in the systemic alterations during pregnancy. Also, renal water and salt retention may play a role in these manifestations. Aim: The aim of this study was evaluate if the alterations in ECVE observed during normal and hypertensive pregnancy (by NO blocking) are parallel with changes in the mRNA expression levels of renal electrolytes and water transporters Methods: Wistar rats were divided in control group (C, n=5); pregnancy (P, n=5); hypertension (H, n=6) (L-NAME, 50 mg/Kg/day) and, hypertension + pregnancy (HP, n=6). The hemodynamic parameters including mean arterial pressure (MAP), heart rate (HR), stroke volume (SV), total peripheral resistance (TPR) and cardiac output (CO) were analyzed at 14th day of pregnancy. The mRNA expression levels of Na/H exchanger (NHE3), Na/K/2Cl cotransporter (BSC), K channel (ROMK2) and the aquaporin 2 (AQP2) were analyzed in the kidney tissue by Real Time-PCR technique. Results: The P group showed CO higher then C rats (P, 107±7 vs C, 84±5 ml/mim, p<0.05) without elevation in blood pressure (P, 118±2 vs C, 116±3 mmHg). The H group showed CO lower then C group (H, 44.1±2.2 vs C, 84.5±1.2; p<0.05) with significant elevation in MAP (H, 170.7±9.0 vs C, 119.4±7.4; p<0.05). Rats form HP group showed higher in TPR when compared with P group (HP, 3.5±0.4 vs P, 1.2±0.1; p<0.05) and decrease in SV (HP, 256.6±24.4 vs P, 115.5±20.5). All data of renal transporters expression are presented in arbitrary units. P rats showed decrease in ROMK2 mRNA expression (P, 0.3±0.04 vs C, 2.3±0.5, p<0.05) and increase in AQP2 (P, 3.5±0.2 vs C, 1.3±0.2, p<0.05). The H group showed significant increase in AQP2 expression when compared with C and HP groups (2.6±0.4 vs 1.3±0.2 e 1.2±0.1, respectively, p<0.05). HP showed decrease in BSC and NHE3 expression compared with P group (0.2±0.07 vs 0.8±0.2 e 1.2±0.1 vs 1.6±0.2, respectively, p<0.05). Conclusion: The hypertension induced by NO synthesis inhibition blunted systemic hemodynamic adaptations during the pregnancy. The pregnant hypertensive rats presented nephron transporters alterations (reduction in the ROMK2, BSC and NHE3 expression with increase in AQP2 expression). These data suggest that a variation on tubular transporters could mediate the hemodynamic adaptations modulate by NO during pregnancy.

Introdução: Expansão do volume extracelular (VEC) seguido pela redução na resistência vascular, aumento no fluxo plasmático renal e hiperfiltração glomerular são manifestações típicas da gravidez normal. O óxido nítrico (NO) parece estar diretamente envolvido com alterações sistêmicas durante a gravidez. A retenção renal de sal e água pode desempenhar um papel significante nessas manifestações. Objetivo: Avaliar se alterações na expansão do VEC observadas durante a gravidez normal e acompanhada por hipertensão (bloqueio do NO), ocorrem em paralelo com mudanças na expressão do RNAm de transportadores renais de eletrólitos e água. Métodos: Ratas Wistar foram divididas em grupo controle (C, n=5), prenhez (P, n=5), Hipertensas (H, n=6) (L-NAME, 50mg/Kg/dia), Hipertensas + Prenhez (HP, n=6). Os parâmetros hemodinâmicos, incluindo pressão arterial média (PAM), frequência cardíaca (FC), volume sistólico (VS), resistência periférica total (RPT) e débito cardíaco (DC) foram analisados no 14º dia de prenhez. Os níveis de expressão do RNAm do trocador Na/H (NHE3), cotransportador Na/K/2Cl (BSC), canal de potássio (ROMK2) e aquaporina 2 (AQP2) foram analisados em tecido renal pela técnica de PCR em tempo real. Resultados: O grupo P apresentou DC maior que o controle (P, 107±7 vs C, 84±5 ml/mim, p<0,05) sem elevação na pressão sanguínea (P, 118±2vs C, 116±3 mmHg). O grupo H mostrou DC menor que o grupo C (H, 44,1±2,2 vs C, 84,5±1,2 ml/min, p<0,05) com significante elevação na PAM (H, 170,7±9,0 vs C, 119,4±7,4 mmHg, p<0,05). As ratas do grupo HP apresentaram aumento na RPT quando comparadas ao grupo P (HP, 3,5±0,4 vs P, 1,2±0,1 mmHg/ml/min, p<0,05) e redução no VS (HP, 256,6±24,4 vs P, 115,5±20,5 µl, p<0.05). Todos os resultados de transportadores do néfron serão apresentados em unidades arbitrárias. Ratas do grupo P apresentaram redução na expressão do RNAm do ROMK2 (P, 0,3±0,04 vs C, 2,3±0,5, p<0,05) e aumento na AQP2 (P, 3,5±0,2 vs C, 1,3±0,2, p<0,05). O grupo H mostrou aumento significante na expressão da AQP2 quando comparada aos grupos C e HP (2,6±0,4 vs 1,3±0,2 e 1,2±0,1, respectivamente, p<0,05). HP mostrou redução na expressão do BSC e NHE3 quando comparadas com o grupo P (0,2±0,07 vs 0,8±0,2 e 1,2±0,1 vs 1,6±0,2, respectivamente, p<0,05). Conclusão: A hipertensão induzida pelo bloqueio da síntese do NO impede adaptações na hemodinâmica sistêmica durante a prenhez. As ratas prenhes e hipertensas apresentaram alterações nos transportadores (redução da expressão do ROMK2, BSC e NHE3 com aumento da expressão da AQP2). Esses resultados sugerem que a variação no transporte tubular pode mediar adaptações na hemodinâmica sistêmica moduladas pelo NO durante a prenhez.
Palavra-chave Hemodinâmica sistêmica
Transportadores do néfron
Prenhez
Hipertensão
Systemic hemodynamic
Nephron transporters
pregnancy
Hypertension
Idioma Português
Data de publicação 2006-12-31
Publicado em ABREU, Nayda Parisio de. Estudo dos transportadores renais de Na, K e água e da hemodinâmica sistêmica em fêmeas prenhes normotensas e hipertensas. 2006. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9575

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Restrito-200600044.pdf
Tamanho: 788.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta