Estudo do padrão de normalidade do potencial evocado auditivo de adultos ouvintes normais por meio de um novo equipamento de diagnóstico desenvolvido

Estudo do padrão de normalidade do potencial evocado auditivo de adultos ouvintes normais por meio de um novo equipamento de diagnóstico desenvolvido

Título alternativo Study of normal range of the auditory evoked potencial throgh a new diagnostic equipment developed
Autor Soares, Ilka do Amaral Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: To validate responses of the Auditory Brainstem Response (ABR) using a new equipment developed in Brazil. Method: The annalyses of the absolute latencies, inter slopes, and magnitude of the waves I and V, using a new equipment developed to asses the Experimental Group 1 (76 participants with normal hearing). Analysis of the ABR using the gold-standard equipment, EP15/Interacoustis, where performed in Gold Group 1 (15 participants with normal hearing) and Gold Group 2 (15 participants with sensorineural hearing loss). In order to assess the validity of the new equipment, analysis of the ABR were performed using the new equipment with participants of the Gold Group 1 to compare with participants from the Experimental Group 2, and with participants from the Gold Group 2 to compare with participants from the Experimental Group 3. The stimulus used to obtain the evocated responses was a non-filtrated click sound, with a duration of 100 μs and a total of 2,000 stimuli. All stimuli were given in the negative (rarefaction wave) polarities in a stimulation frequency of 13.1 clicks, with an intensity of 80 dB Nan, an interval of 10 milliseconds and a filter band-pass set between 100 and 3000Hz. The results were statistically analyzed considering a significance level of 0.05. Results: The means for the absolute latencies and inter slopes for the specific waves using the new equipment were: I=1.50, III=3.57, V=5.53, I-III=2.06, III-V=1.96 e I-V=4.02. Statistically significant gender differences were observed for the absolute latencies in wave III (p=0,000) and V (p=0,000) as well as for the inter slopes I-III (p=0,007) and I-V (p=0,001). The mean magnitude values for wave I and V were 0.384 μV and 0.825 μV, respectively. No statistically significant differences between the new equipment and the gold-standard were observed when comparing the results for absolute latencies and inter slopes in the same individual (with normal hearing or with sensorineural hearing loss). Conclusions: The components of the ABR assessed in adults with no hearing impairments using the new equipment were similar for both ears, with latencies significantly lower for women than for men. Moreover, the latencies of the ABR in the same individual (either normal or with sensorineural hearing loss) did not differ between the new equipment and the gold-standard equipament. In hearing loss of mild to moderate degree the most frequent finding on the ABR was the presence of Waves I, III, V and absolute latencies and inter slopes within normal limits. The referent values of normality for the ABR were obtained in adults with normal hearing.

Objetivo: Padronizar as respostas do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico por meio de um novo equipamento desenvolvido no Brasil. Métodos: Análise das latências absolutas, interpicos e das amplitudes das ondas I e V, utilizando um novo equipamento desenvolvido para estudar o grupo experimental 1 (76 indivíduos normo-ouvintes); análise do PEATE no equipamento padrão ouro do mercado EP15 / Interacoustis nos grupos ouro 1 (15 indivíduos normo-ouvintes) e ouro 2 (15 indivíduos com perda auditiva neurossensorial); análise do PEATE no novo equipamento desenvolvido no mesmo indivíduo do grupo ouro 1 para estudar o grupo experimental 2 e no mesmo indivíduo do grupo ouro 2 para estudar o grupo experimental 3, para possibilitar a análise da efetividade do teste com o novo equipamento. O estímulo utilizado para a obtenção das respostas evocadas foi o clique não filtrado, com duração de 100 μs, num total de 2.000 estímulos, na polaridade negativa (rarefeita) a uma frequência de estimulação de 13,1 cliques/s, na intensidade de 80 dB nNA, com um período de análise de 10 milissegundos e filtro passa-banda configurado entre 100 e 3000Hz. Os dados foram analisados estatisticamente considerando um nível de significância de 0,05. Resultados: As médias das latências absolutas e interpicos encontradas no novo equipamento desenvolvido foram: onda I=1,50, III=3,57, V=5,53, I-III=2,06, III-V=1,96 e I-V=4,02. Ao separar os dados por gênero houve diferença estatisticamente significante para as latências absolutas das ondas III (p=0,000) e V (p=0,000) e nos interpicos I-III (p=0,007) e I-V (p=0,001). O valor médio da amplitude da onda I foi 0,384 μV e da onda V foi 0,825 μV. Não existiu diferença estatisticamente significante ao se comparar as latências absolutas e interpicos entre dois equipamentos no mesmo indivíduo, normo-ouvinte e com perda auditiva neurossensorial. Conclusões: Os componentes do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico mensurados com o novo equipamento em adultos ouvintes normais foram similares quanto às orelhas, com latências menores estatisticamente significantes nas mulheres do que nos homens. As latências do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico no mesmo indivíduo, normo-ouvinte e com perda auditiva neurossensorial com o Novo Equipamento Desenvolvido foram semelhantes às obtidas com o EP15 / interacoustic, padrão ouro do mercado. Nas perdas auditivas de grau leve a moderado o achado mais frequente no PEATE foi a presença das Ondas I, III, V com latências absolutas e interpicos dentro da normalidade. Foram obtidos os valores de referência de normalidade para o PEATE em adultos ouvintes normais.
Palavra-chave Audiologia
Potenciais evocados auditivos
Diagnóstico
Audiology
Evoked Potentials, Auditory
Diagnosis
Idioma Português
Data de publicação 2010-02-24
Publicado em SOARES, Ilka do Amaral. Estudo do padrão de normalidade do potencial evocado auditivo de adultos ouvintes normais por meio de um novo equipamento de diagnóstico desenvolvido. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 91 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9565

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-022.pdf
Tamanho: 648.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta