Estudo do Limiar Nociceptivo durante Privação de Sono utilizando o Potencial Evocado por Laser

Estudo do Limiar Nociceptivo durante Privação de Sono utilizando o Potencial Evocado por Laser

Título alternativo Nociceptive Threshold Investigation during Sleep Deprivation by means of the Laser Evoked Potential
Autor Pacheco, Eduardo Azevedo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo In the present study, we investigated the effects of total and REM sleep deprivation on the thermal nociceptive threshold using the laser-evoked potential (LEP). Twenty-eight male adult volunteers were randomly assigned to groups of Control (CTRL), Total (T-SD) and REM (REM-SD) sleep deprivation. Pain parameters, such as thermal noxious and warmth thresholds, subjective pain scores as measured by the visual analog scale (VAS) and the objective LEP, were measured daily during the experimental period. Volunteers were automatically stimulated on the dorsum of the hand by blocks of 50 diode laser pulses of 100 ms duration. Intensities increased between successive blocks, ranging from non-noxious to noxious levels. The LEP thresholds were identified in the transitions from no response to the evoked response. The results showed clear and reproducible LEP waves for all the volunteers when stimulated with high intensities, with latencies of the P2 component of the LEP not varying significantly with sleep manipulations. The LEP threshold and the VAS index augmented following SD and were significantly increased after the second night of T-SD. For both SD groups, the mean values of these parameters showed a gradual increase proportional to the sleep deprivation time, followed by a decrease after one night of sleep restoration, but with a stronger analgesic effect for the T-SD group. These observations showed a paradoxical dissociation between LEP threshold and VAS index, with a concomitant hyperalgesic effect and an increase in the LEP threshold, which can be understood by the different effects exerted by sleep deprivation over attention and alert, resulting in different effects on the LEP threshold (nociceptive pathway excitability) and on the VAS index (subjective pain perception).

O presente trabalho investigou os efeitos da privação de sono total e de sono REM no limiar nociceptivo, utilizando o potencial evocado por laser (LEP). Vinte e oito voluntários adultos hígidos foram divididos em grupos de controle (CTRL), privação de sono total (T-SD) e privação do estágio REM (REM-SD). O grupo T-SD foi mantido acordado por duas noites consecutivas (48h) e o grupo REM-SD foi privado seletivamente do estágio REM por 4 noites consecutivas (96h). Durante estes períodos, foram realizadas medições diárias do limiar do LEP, da escala analógica de dor subjetiva (VAS) e dos limiares de sensação térmica e dolorosa. Os voluntários foram estimulados utilizando-se um dispositivo automático que aplicava blocos de 50 pulsos de laser de diodo de 100 ms de duração no dorso da mão direita, previamente escurecida com tinta preta para homogeneização da absorção do laser. A intensidade dos estímulos era constante em um mesmo bloco, porém foi aumentada progressivamente entre blocos sucessivos, variando desde níveis de puramente térmicos até níveis dolorosos. O limiar do LEP foi detectado na transição entre a ausência e a presença de resposta evocada. Os resultados obtidos mostraram ondas do LEP bem definidas para todos os voluntários nas estimulações de alta intensidade, com as latências da componente P2 do LEP não variando significativamente com a privação de sono. O limiar do LEP e o índice VAS aumentaram após a privação de sono, sendo que estes aumentos foram significativos apenas após a segunda noite de privação no grupo T-SD. Em ambos os grupos de privação os valores médios dos limiar do LEP e do VAS aumentaram proporcionalmente ao tempo de privação e diminuíram após 1 noite de reposição do sono, porém com um efeito evidente apenas para o grupo T-SD. Estes resultados indicaram uma dissociação entre o limiar do LEP e o índice VAS, com a ocorrência concomitante de hiperalgesia e aumento do limiar nociceptivo. Este comportamento paradoxal pode ser explicado pelo efeito exercido pela privação de sono sobre a atenção e o alerta, afetando de maneiras diferentes o limiar do LEP (excitabilidade da via nociceptiva) e o VAS (percepção subjetiva da dor).
Palavra-chave Dor
Engenharia biomédica
Potencial evocado por laser
Privação de sono
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-29
Publicado em PACHECO, Eduardo Azevedo. Estudo do Limiar Nociceptivo durante Privação de Sono utilizando o Potencial Evocado por Laser. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 208 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9562

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-310a.pdf
Tamanho: 1.684MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-310b.pdf
Tamanho: 1.903MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-310c.pdf
Tamanho: 1.495MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta