Estudo do biomarcador p16 no carcinoma de mama de mulheres submetidas à endocrinoterapia primária de curta duração com tamoxifeno e anastrozol

Estudo do biomarcador p16 no carcinoma de mama de mulheres submetidas à endocrinoterapia primária de curta duração com tamoxifeno e anastrozol

Título alternativo Expression of p16 in short term exposition with tamoxifen and anastrozole in postmenopausal women with breast invasive cancer
Autor Melitto, Alexandre Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gebrim, Luiz Henrique Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (ginecologia) - São Paulo
Resumo Background: Frequent deletions or mutations of the INK4 gene, which encodes the cyclin-dependent kinase 4 inhibitor p16INK4a, have been documented in various human cancers, but little is known about the role of this tumor suppressor gene in primary breast cancer and there is a lack in the literature about its expression behavior in neoadjuvant endocrinetherapy with tamoxifen or anastrozole. Objective: Analysis of p16INK4a expression in patients with invasive ductal carcinomas (IDC) prior to tamoxifen and anastrozole neoadjuvant treatment and possible correlation between predictive and prognostical factors – estrogen receptor (ER), progesterone receptor (PgR). Methods: We examined p16INK4a mRNA expression and its relationship with short period (26 days) neoadjuvant endocrine therapy with tamoxifen and anastrozole in 58 primary breast cancers with palpable ER-positive IDC. They were double-blind randomized in three neoadjuvant treatment groups for 21 days: Anastrozole 1mg/day (n= 17), Placebo (n=25) and Tamoxifen 20mg/day (n=15). Biomarkers status (ER, PgR and p16) were obtained by comparing single immunohistochemical evaluation of pre and post-surgery samples using Allred’s method. Statistical analyses were performed using the SPSS software for Windows. Results: Variation in p16 was 22% to 17% in anastrozole group, 8% to 4% in placebo group and there was no variation in tamoxifen group, standing in 7%. There was no significant statistical diference in p16INK4a expression among the three groups (p=0.17). Variation in p16 was 12% to 9% (p<0.05) when considering the three groups together. There was a significant decrease of p16 expression in pre and post surgery results. There was no significant statistical correlation between p16 expression and hormonal status (RE and RP). Conclusions: There was no significant statistical diference in p16INK4a expression among the three groups. There was a significant statistical decrease in p16INK4a expression when compared pre and post surgery values. These findings could indicate that expression of p16 and variation in pre and post surgery samples are associated with hormone responsiveness and mechanisms of resistance. There were no significant statistical correlation between p16 expression and hormonal status (RE and RP). Further studies are necessary to understand their functional interrelationships and whether high p16INK4a expression may be associated with a lack of hormone responsiveness in breast cancer.

Introdução: A endocrinoterapia é uma das principais responsáveis pela redução de mortalidade do câncer de mama. Biomarcadores preditivos de resposta celular precoce vêm sendo estudados com intuito de prever precocemente a hormonioresistência. Freqüentes deleções e mutações têm sido descritas no gene p16 em diversos tipos de tumores, mas pouco se sabe sobre seu papel no câncer de mama e seu comportamento após endocrinoterapia neoadjuvante com tamoxifeno e anastrozol. Objetivos: Estudar a expressão do p16 e dos receptores de estrogênio e progesterona (RE e RP) em pacientes na pós - menopausa com carcinoma de mama RE e/ ou RP (+) após curto período (26 dias) de tratamento com tamoxifeno, anastrozol e placebo. Métodos: Estudo prospectivo randomizado duplo-cego realizado com 58 pacientes dos Hospitais Pérola Byington e São Paulo da UNIFESP (São Paulo - Brasil) com carcinoma ductal infiltrativo de mama, nos estádios II e III, que no período pré-operatório foram subdivididas em três grupos: P (placebo, N=25), T (tamoxifeno 20mg/dia, N=15) e A (anastrozol 1mg/dia, N=18). A biópsia foi realizada no momento do diagnóstico e após a cirurgia definitiva (26º dia) e os tumores foram isolados por micro-arranjos teciduais. O estudo imunoistoquímico foi realizado com anticorpos para p16 (Dako- OA315), RE (Neomarkers-M7047), RP (Dako- M3569). Realizou-se o estudo semiquantitativo utilizando-se os critérios de Allred e o estudo estatístico pelo teste paramétrico de Anova. Resultados: A positividade do p16 variou de 22 para 17%, respectivamente pré e pós tratamento com anastrozol; de 8 para 4% no grupo placebo e não houve variação, com 7% de positividade, no grupo que recebeu tamoxifeno. A comparação entre grupos e tempos não apresentou relação significativa para o p16 (p=0,17). Não foi encontrada correlação entre a positividade do p16 e o status hormonal (RE e RP). Conclusão: Não houve diferença estatística significante entre os três grupos estudados. Futuros estudos com métodos moleculares poderão esclarecer dúvidas suscitadas a respeito do tempo de exposição à droga necessária para interferir nos biomarcadores e proteínas.
Palavra-chave Anastrozol
Câncer de mama
Hormonioterapia
Anastrozole
Postmenopausal women
Tamoxifen
Biomarcador p16
Breast cancer
Tamoxifeno
Idioma Português
Data de publicação 2009-11-25
Publicado em MELITTO, Alexandre Santos. Estudo do biomarcador p16 no carcinoma de mama de mulheres submetidas à endocrinoterapia primária de curta duração com tamoxifeno e anastrozol. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 92 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9558

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-9558.pdf
Tamanho: 3.053MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta