Estudo da relação entre postura corporal e expressão subjetiva de emoções em mulheres saudáveis

Estudo da relação entre postura corporal e expressão subjetiva de emoções em mulheres saudáveis

Título alternativo A study about the relationship between body posture and the expression of subjetive emotions in heathy women
Autor Rosário, José Luis Pimentel do Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Leite, José Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUÇÃO: Muitos autores sugerem, empiricamente, que a postura de cada indivíduo é um reflexo de suas emoções. Alguns ainda atestam que a alteração de um fator altera 0 outro. OBJETIVOS: 0 objetivo deste trabalho foi pesquisar a existência de relação entre postura corporal e auto-relatos subjetivos sobre 0 estado emocional. MATERIAL E MÉTODOS: 28 mulheres, de 20 a 39 anos, que não estavam no período menstrual. Apresentavam índice de massa corpórea normal ou abaixo do peso e não possuíam comprometimentos neuro1ógicos, psiquiátricos ou músculo-esqueléticos que poderiam influenciar a postura. A postura foi fotografada e avaliada por três fisioterapeutas com mais de dez anos de experiência em avaliação postural, e outra avaliação foi feita por computador. As emoções tiveram sua avaliação por meio dos inventários de ansiedade traço estado (ID ATE) e Beck depressão, e de escalas analógicas para emoções sentidas frequentemente (Usual) e no momento do teste (Atual), ambas demarcadas de zero a dez para tristeza, alegria, preocupação, medo, raiva., depressão e ansiedade. Toda a análise estatística foi realizada ao nível de significância p<0,05. As estruturas de correlação entre as avaliações foram estudadas baseadas na técnica de Regressão Linear. RESULTADOS: Foram encontradas relações significantes Alegria Atual e Inclinação de ombro (p=0,04) c Tornozelo Valgo (p=0,002); Alegria Usual e elevação de ombro em vista lateral (p=0,05); Ansiedade Atual e Cabeça Protrusa (p=0,03) e Rotação da Cabeça (p='0,02); Ansiedade Usual com a altura das mãos (p='0,02); IDATE Atual e Joelho valgo (p=0,04) e Tornozelo Valgo (p='0,0 1);IDATE Usual e Ângulo de Tales (p=0,05) e Altura das mãos (p='0,03) e Tornozelo Valgo (p=0,03); Beck De pressão e Angulo de Tales (p=0,01) e Tornozelo Valgo (p=0,01); Depressão Atual Inclinação de. Cabeça (p=0,05); Depressão Usual e Protrusão de Ombro (0,02); Medo Atual e Protrusão de Ombros (p=0,02) e Extensão de Joelhos (p=0,05); Pressão Arterial Diastólica e1 Tristeza Atual (p=0,03), Ansiedade Atual (0,008) e Elevação dos Ombros pela vista lateral (0,03): Pressão Arterial Sistólica e Elevação de Ombro vista Lateral (p=0,003): Batimentos cardíacos e Angulo de Tales (p=0,01) e Tornozelo Vulgo (p=0,02) e Protrusão de Cabeça (0,04); Preocupação Atual e Angulo de Tales (p='0,02) e Extensão dos joelhos (p='0,04): Preocupação Usual e Angulo d Tales (p=0,03); Raiva Atual e Inclinação de Ombros (p=0,03), e Cabeça Protrusa (p=0,05) e Extensão dos Joelhos (p=0,05) e Protrusão de Cabeça (p=0,03); Raiva Usual Elevaçã0 de Ombros (p=0,05) e Extensão de Joelhos (p=0,04); Tristeza Atual e Inclinação de Ombros (p=0,02): Tristeza Usual e Inclinação de Ombros (p=0,05) e Protrusão de Ombros (p='0.05). CONCLUSÃO: Foi possível concluir que diferentes emoções têm diferentes efeitos na postura..
Palavra-chave Postura
Emoções
Depressão
Ansiedade
Idioma Português
Data de publicação 2010-10-27
Publicado em ROSÁRIO, José Luis Pimentel do. Estudo da relação entre postura corporal e expressão subjetiva de emoções em mulheres saudáveis. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 95 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9533

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-415.pdf
Tamanho: 904.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta