Neoplasias primárias múltiplas em pacientes com câncer colorretal

Neoplasias primárias múltiplas em pacientes com câncer colorretal

Título alternativo Multiple primary neoplasms in colorectal cancer patients
Autor Cury, Marcelo De Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Forones, Nora Manoukian Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction - Multiple primary neoplasms are defined as a second malignance having histology and site different from the first. The increase of the life expectation in cancer patients leads to an increase in multiple primary neoplasms incidence. This study analyzes the characteristics of patients with colorectal cancer and another primary neoplasm. Patients and Methods - In the period from 1993 to 1998, 145 patients with colorectal cancer were accompanied in the Oncology Division of Gastroenterology of Federal University of São Paulo, São Paulo, SP, Brazil. Five patients (3.4%) had multiple primary neoplasms. The possibility of metastasis were excluded and the second cancer was confirmed by hystological examination. Results - The medium age was of 60.6 years old, four were female and one male. Three had rectum cancer and two colon cancer, one in the right colon and one in the left colon. The other site of cancer was breast, uterus, uterus and vagina, skin and lip. One patient died and the others were in attendance, two for more than three years. Two patients received pelvic radiotherapy before the rectal cancer. In one patient the tumor colorectal cancer appeared before the other cancer, and in four it appeared later on to the diagnosis of the other primary neoplasia. Discussion - The prevalence of multiple primary neoplasms was of 3,4%, being major in female. Uterus' cancer was the more frequent association. Radiotherapy was performed in 40% of patients. We believe that attendance of cancer patients is very important to precocious diagnosis and treatment of multiple primary neoplasms.

Introdução - A presença de uma segunda neoplasia maligna, tendo sítio e histologia diferentes da primeira, define o conceito de neoplasias primárias múltiplas. Com o aumento da sobrevida dos pacientes com câncer, houve um aumento de neoplasias primárias múltiplas. Este estudo objetiva avaliar a freqüência de neoplasias primarias múltiplas em pacientes com diagnóstico de câncer colorretal do Setor de Oncologia da Disciplina de Gastroenterologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pacientes e Métodos - No período de 1993 a 1998, 145 pacientes com câncer colorretal foram acompanhados no Setor de Oncologia da Disciplina de Gastroenterologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Destes, cinco pacientes (3,4%) tinham neoplasias primárias múltiplas. O segundo tumor foi confirmado por exame histológico, sendo excluídas as possibilidades de metástase. Resultados - A idade média dos doentes com neoplasias primárias múltiplas foi de 60,6 anos, quatro eram do sexo feminino e um do masculino, três apresentaram doença no reto, um no cólon direito e um no cólon esquerdo. Os outros sítios foram mama, útero, útero e vagina, pele e lábio. Um paciente foi a óbito e os outros estão em acompanhamento, sendo que dois, há mais de três anos. Dois pacientes tinham sido submetidos a radioterapia pélvica antes do aparecimento da neoplasia colorretal. Em um paciente o tumor colorretal antecedeu o outro câncer e em quatro apareceu posteriormente ao diagnóstico da outra neoplasia primária. Discussão - A prevalência de neoplasias primárias múltiplas foi de 3,4%, sendo maior no sexo feminino. Câncer de endométrio foi o outro tumor maligno mais freqüente. Quarenta por cento dos nossos pacientes foram submetidos a radioterapia. Acreditamos ser importante o acompanhamento dos pacientes para o diagnóstico precoce de uma nova neoplasia em qualquer paciente que já tenha apresentado um câncer.
Palavra-chave Neoplasms
multiple primary
Colorectal neoplasms
Risk factors
Neoplasias primárias múltiplas
Neoplasias colorretais
Fatores de risco
Idioma Português
Data de publicação 2000-04-01
Publicado em Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 37, n. 2, p. 89-92, 2000.
ISSN 0004-2803 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Extensão 89-92
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032000000200004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-28032000000200004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/952

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-28032000000200004.pdf
Tamanho: 163.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta