Estudo anatômico da polia A1: localização por referência cutânea na superfície palmar

Estudo anatômico da polia A1: localização por referência cutânea na superfície palmar

Título alternativo Anatomical study of the A1 pulley: location by means of cutaneous references on the palmar surface
Autor Fiorini Júnior, Haroldo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Albertoni, Walter Manna Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: We conducted this study to establish palmar surface parameters to allow for the exact location of the proximal limit of the flexor tendon A1 pulley in the index, middle, ring and little fingers and to evaluate the length of this pulley. Methods: We studied 280 fingers on 70 hands of 35 fresh human cadavers, initially measuring the distance between the digital-palmar and proximal interphalangeal creases (measure A), followed by dissection of the fingers and measurement of the distance between the proximal limit of the A1 pulley and the digital-palmar crease (measure B) and the length of the A1 pulley (measure C). A statistical analysis was carried out using Hotelling’s multivariate T2 test and the paired samples t-test. Results: No statistically significant difference was found between measures A and B in each finger (p > 0.05). The average length of the A1 pulley, in millimeters, was 9.83 in the index finger, 10.71 in the middle finger, 9.66 in the ring finger, and 8.06 in the little finger. Conclusions: The distance between the digital-palmar and proximal interphalangeal creases should be used as a cutaneous reference of the palmar surface for the exact location of the proximal limit of the A1 pulley in the palm of the hand, ensuring greater safety in surgical procedures such as percutaneous release of trigger finger.

Objetivo: Estabelecer parâmetros da superfície palmar para localização precisa do limite proximal da polia flexora A1, nos dedos indicador, médio, anular e mínimo, e avaliar o comprimento dessa polia. Métodos: Foram estudados 280 dedos de 70 mãos de 35 cadáveres frescos, mensurando-se inicialmente a distância entre as pregas digitopalmar e interfalangeana proximal (medida A), seguindo-se com a dissecação dos dedos e mensuração da distância entre o limite proximal da polia A1 e a prega digitopalmar (medida B), bem como o comprimento da polia A1 (medida C), em cada dedo. A análise estatística foi feita com a utilização do teste multivariado “T²” de Hotelling e do teste “t” para amostras pareadas. Resultados: Após a análise estatística, foi constatado que não há diferença significante entre as medidas A e B em cada dedo (p-valor > 0,05). Também não se evidenciou diferença significante (p-valor > 0,05) entre as medidas correspondentes para cada dedo de ambas as mãos (AxA), (BxB) e (CxC). Foi observado que o comprimento médio da polia A1 em milímetros no dedo indicador é de 9,83; no médio, de 10,71; no anular, de 9,66, e, no mínimo, de 8,06. Conclusões: A distância entre as pregas digitopalmar e interfalangeana proximal deve ser usada como referência cutânea da superfície palmar para a localização precisa do limite proximal da polia A1 na palma da mão, dando mais segurança na realização de procedimentos cirúrgicos como a liberação percutânea do “dedo em gatilho”.
Palavra-chave Cadáver
Mão (anatomia)
anatomia e histologia
Tendões
Dedo em gatilho
Trigger finger
Idioma Português
Data de publicação 2009-11-25
Publicado em FIORINI JÚNIOR, Haroldo. Estudo anatômico da polia A1: localização por referência cutânea na superfície palmar. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9492

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-549%20-%2011769.pdf
Tamanho: 1.027MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta