Escala de distúrbios do sono em crianças: tradução, adaptação cultural e validação

Escala de distúrbios do sono em crianças: tradução, adaptação cultural e validação

Título alternativo Sleep Disturbance Scale for Children: translation, cultural adaptation and validation
Autor Ferreira, Vanessa Ruotolo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Prado, Gilmar Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: The Sleep Disturbance Scale for Children (SDSC) is a 26-item instrument for evaluating sleep among children aged 3-18 years. It differentiates among conditions such as disorders of initiating and maintaining sleep, sleep breathing disorders, disorders of arousal, sleep-wake transition disorders, excessive somnolence, and sleep hyperhydrosis. The aim os this study was to translate, culturally adapt, and validate it for Brazilian Portuguese. Method: The study was carried out in two phases: (1) forward translation, back translation, pretesting, and calculation of sample size; (2) validation: reliability (Cronbach´s alpha), convergent analysis (Pearson correlation), and discriminatory validity (comparing scores of the test with the results of polysomnography). One hundred children, aged 3-18 years, accompanied by their parents and/or guardians participated in the phases. PSG studies have been done to calculate the sample size and validation. Results: The scale instructions and items were adapted regarding semantic, experiential, conceptual, and cultural equivalence validation. The scale structure related to visual communication was also adapted to Brazilian population preference and habits, and this resulted in a chart with clear instructions and easy recognition of the statements and possible responses. Reliability analysis showed values greater than 0.55. There has been reasonable convergent validity only for SDB. Discriminatory validity using the PSG study for positive sleep-disordered breathing (SDB) was 8.9, attesting discriminatory validity only for SDB.The three questions of the scale can screen SDB. Conclusion: The SDSC was translated and validated for Brazilian Portuguese, and it presented internal consistency, convergent and discriminatory validity. It can be used in population-based studies in order to screen sleep-disordered breathing in children.

Introdução: A Escala de Distúrbios do Sono em Crianças (EDSC) é um instrumento com 26 itens para a avaliação do sono em crianças com idades entre 3 e 18 anos. Ela é capaz de diferenciar os seguintes distúrbios: distúrbios de início e manutenção do sono, distúrbios respiratórios do sono, distúrbios do despertar, distúrbios da transição sono–vigília, sonolência excessiva diurna e hiperhidrose do sono. O objetivo deste estudo foi traduzir, adaptar culturalmente e validar a escala para o Português do Brasil. Método: O estudo foi realizado em duas fases: (1) tradução, retrotradução (back translation), pré-teste e cálculo do tamanho da amostra; (2) validação: confiabilidade (Alfa de Cronbach); validade convergente (Correlação de Pearson) e validade discriminante (comparação entre a pontuação da escala e os resultados polissonográficos). Cem crianças, com idades entre 3-18 anos, acompanhadas de seus pais e/ou responsáveis, participaram das fases. Polissonografias foram realizadas para o cálculo do tamanho da amostra e validação. Resultados: As instruções da escala e seus itens foram adaptados, levando-se em consideração as equivalências semânticas, conceituais, experienciais e culturais. A comunicação visual também foi adaptada para a preferência e hábitos da população brasileira, resultando em um questionário com instruções claras e de fácil reconhecimento das perguntas e das possíveis respostas. A análise de confiabilidade mostrou valor maior que 0,55. Há validade convergente razoável. A validade discriminante verificada através do uso do estudo polissonográfico para presença dos Distúrbios Respiratórios do Sono (DRS) foi 8,9 atestando a validade discriminante somente para DRS. As três perguntas da escala sobre DRS foram suficientes para predizer essa condição. Conclusão: A Escala de Distúrbios do Sono em Crianças foi traduzida, adaptada e validada para o português do Brasil, apresentando consistência interna, validade convergente e discriminante. Pode ser utilizada em estudos populacionais para predizer os DRS em crianças.
Palavra-chave Children
Criança
Questionnaires
Questionários
Validation
Validação
Transtornos do sono
Sleep disorders
Idioma Português
Data de publicação 2009-05-27
Publicado em FERREIRA, Vanessa Ruotolo. Escala de Distúrbios do Sono em Crianças: tradução, adaptação cultural e validação. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 109 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9470

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-00193a.pdf
Tamanho: 1.325MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-00193b.pdf
Tamanho: 1.348MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-00193c.pdf
Tamanho: 1.945MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-00193d.pdf
Tamanho: 899.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta