Efeitos de uma estratégia de contra-condicionamento ambiental com neuroléptico de segunda e terceira geração sobre a sensibilização comportamental induzida pela cocaína e o etanol

Efeitos de uma estratégia de contra-condicionamento ambiental com neuroléptico de segunda e terceira geração sobre a sensibilização comportamental induzida pela cocaína e o etanol

Título alternativo Effects of a contraconditioning environmental strategy with second and third generation neuroleptics on the behavioral sesitization induced by cocaine and ethanol
Autor Oliveira-Lima, Alexandre Justo de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Frussa-Filho, Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo It has been shown that conditioning between the pharmacological effects of drugs of abuse and the environmental context in which these effects are experienced is a critical process for the development of addiction and especially for relapse. Thus, extinction of this conditioning appears to be critical in the search for an effective treatment of addiction. In parallel, our research group has demonstrated that the pharmacological effects of neuroleptics (i.e., dopamine antagonists) can also be conditioned to an environment. These facts raise the possibility of using new strategies allying extinction processes with the pharmacological effects of neuroleptics for the treatment of addiction. Notwithstanding, repeated treatment with typical neuroleptics may produce a compensatory up-regulation of dopamine receptors that could intensify the reinforcing effects of drugs of abuse. Importantly, this dopaminergic supersensitivity does not seem to develop after treatment with neuroleptics of 2nd and 3rd generations, such as ziprasidone and aripiprazole. This thesis aimed to investigate the possible efficacy of strategies allying extinction with treatment with ziprasidone or aripiprazole on an animal model of addiction: behavioral sensitization. Cocaine and ethanol were the drugs of abuse chosen for this study. Briefly, Swiss female mice were repeatedly treated with the drug of abuse, with injections paired to the test environment and, after this treatment was finished, the drug of abuse was replaced by one of the neuroleptics, which was administered in the test environment or in the home cage. When the neuroleptic treatment finished, the animals received a challenge injection of the drug of abuse to verify the expression of locomotor sensitization. Our results showed that repeated treatment with ziprasidone attenuated the expression of cocaine- and ethanol-induced behavioral sensitization only when neuroleptic administration occurred within the context previously paired with cocaine or ethanol treatment. On the other hand, aripiprazole treatment attenuated cocaine-induced behavioral sensitization only when it was paired with the environment previously associated with cocaine, but attenuated ethanol-induced behavioral sensitization irrespectively of the context in which the neuroleptic treatment occurred. These data demonstrate the therapeutic potential of the strategy proposed in this thesis and attribute an important role for the environmental conditioning to achieve complete efficacy in this strategy.

O condicionamento entre os efeitos farmacológicos de drogas de abuso e os contextos ambientais nos quais tais efeitos são experienciados tem se mostrado um processo crítico para o desenvolvimento e especialmente a recaída da dependência química. Assim, a extinção desse condicionamento parece ser fundamental para o tratamento da dependência química. Paralelamente, nosso grupo de pesquisa tem demonstrado que os efeitos farmacológicos de neurolépticos (isto é, drogas bloqueadoras de receptores dopaminérgicos) também podem estar sujeitos ao condicionamento ambiental. Esse fato descortina a possibilidade de estratégias que aliem processos de extinção aos efeitos farmacológicos de neurolépticos para o tratamento da dependência química. Não obstante, o tratamento repetido com neurolépticos típicos é capaz de promover um aumento compensatório de receptores dopaminérgicos, que poderia intensificar os efeitos reforçadores das drogas de abuso. De importância, todavia, essa supersensibilidade dopaminérgica parece não ocorrer com neurolépticos de 2ª e 3ª geração, como, por exemplo, a ziprasidona e o aripiprazol. Esta tese teve como proposição a investigação da possível efetividade de estratégias que aliem a extinção ao tratamento com ziprasidona ou aripiprazol em um modelo animal de dependência química: a sensibilização comportamental. Como drogas de abuso foram utilizadas a cocaína e o etanol. Resumidamente, camundongos Swiss fêmeas foram tratados repetidamente com as respectivas drogas de abuso, com injeções pareadas ao ambiente de observação e, após o término do tratamento, a droga de abuso foi substituída pelo neuroléptico, administrado de forma pareada ou não ao ambiente. Após o término do tratamento com o neuroléptico, os animais receberam uma injeção desafio da droga de abuso para a quantificação da expressão da sensibilização da atividade locomotora. Nossos resultados mostraram que o tratamento repetido com ziprasidona atenuou a expressão da sensibilização comportamental à cocaína e ao etanol apenas quando a administração do neuroléptico foi realizada de forma pareada ao ambiente. Já o tratamento repetido com aripiprazol atenuou a expressão da sensibilização comportamental à cocaína também apenas quando realizado de forma pareada ao ambiente, mas atenuou a sensibilização ao etanol independentemente da exposição ao ambiente previamente associado ao efeito dessa droga de abuso. Os dados demonstram o potencial terapêutico da estratégia proposta na presente tese e revelam um importante papel do condicionamento ambiental para que essa estratégia atinja completa eficácia.
Palavra-chave Cocaína
Condicionamento ambiental
Dependência química
Etanol
Neurolépticos
Sensibilização comportamental
Cocaine
Substance-related disorders
Ethanol
Antipsychotic agents
Antipsicóticos
Transtornos relacionados ao uso de substâncias
Idioma Português
Data de publicação 2011-03-30
Publicado em LIMA, Alexandre Justo de Oliveira. Efeitos de uma estratégia de contra-condicionamento ambiental com neuroléptico de segunda e terceira geração sobre a sensibilização comportamental induzida pela cocaína e o etanol. 2011. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 174 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9414

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-12578a.pdf
Tamanho: 2.032MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-12578b.pdf
Tamanho: 1.626MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta