Efeitos da glicina na mucosite oral induzida por 5-fluorouracil em hamster

Efeitos da glicina na mucosite oral induzida por 5-fluorouracil em hamster

Título alternativo Effects of the glycine in the oral mucositis induced by 5-fluorouracil in hamsters
Autor Sá, Odara Maria de Sousa Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Caran, Eliana Maria Monteiro Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Oral mucositis is common complication in cancer treatment. Glycine shows a anti-inflammatory, immunomodulatory and cytoprotective. This study aims to evaluate the effects of supplementation of glycine in the repair of oral mucositis induced by 5-fluorouracil in hamsters. The animals were divided into two groups: experimental group (GI, n = 20) and control group (GII, n = 20) both received intraperitoneal injection of 5-fluorouracil in the days 1 and 3. The animals had their right pouch everted and scratched the surface on day 3. Group I was treated with glycine 5% by intraperitoneal infusion for 7 days and Group II, not supplemented. The mucosa of the GI and GII was evaluated clinically, by scoring in D3 and D7. At the end , the cheek pouch of animals from both groups was removed and evaluated by histopathological parameters and biochemical . Groups I and II showed marked inflammatory process during the initial period, according to clinical evaluation. In GI decreased the severity of mucositis, reduction of inflammation, accelerated healing and decreased lipid peroxidation when compared to GII at the end of the experiment. Supplementation with glycine proves to be a promising tool for treatment of mucositis due to its effectson the inflammatory process.

Mucosite oral é complicação comum no tratamento do câncer. A glicina demonstra efeito antiinflamatório, imunomodulador e citoprotetor. Este estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da suplementação de glicina na reparação da mucosite oral induzida por 5-fluorouracil em hamster. Os animais foram divididos em dois grupos: grupo experimental (GI; n=20) e grupo controle (GII; n=20) ambos receberam injeção intraperitoneal de 5-fluorouracil no 1° e 3° dia. Os animais tiveram a sua bolsa jugal direita evertida e arranhada superficialmente no dia 3. O Grupo I, foi submetido ao tratamento com glicina a 5% por infusão intraperitoneal durante 7 dias e o Grupo II, recebeu placebo. A mucosa do GI e GII foi avaliada clinicamente, por meio de escore, no D3 e D7. Ao final do experimento a bolsa jugal dos animais de ambos os grupos foi retirada e avaliada segundo parâmetros histopatológicos e bioquímicos. Os grupos I e II apresentaram acentuado processo inflamatório durante o período inicial, segundo a avaliação clínica. No GI houve redução da severidade da mucosite, diminuição do processo inflamatório, cicatrização acelerada e redução da peroxidação lipídica quando comparado ao GII no final do experimento (p < 0,001). A suplementação com glicina demonstrou ser promissor instrumento para tratamento da mucosite, devido aos seus efeitos no processo inflamatório. Palavras chaves: Glicina; Estomatite; Fluoruracila; Cricetulus.
Palavra-chave Cricetulus
Cricetulus
Estomatite
Fluorouracil
Fluoruracila
Stomatitis
Glicina
Glycine
Idioma Português
Data de publicação 2010-07-28
Publicado em SÁ, Odara Maria de Sousa. Efeitos da glicina na mucosite oral induzida por 5-fluorouracil em hamster. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9397

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-156.pdf
Tamanho: 848.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta