Efeitos da aplicação de medula óssea autóloga na integração de enxertos ósseos homólogos em osso maxilar: avaliação tomográfica e histomorfométrica

Efeitos da aplicação de medula óssea autóloga na integração de enxertos ósseos homólogos em osso maxilar: avaliação tomográfica e histomorfométrica

Título alternativo Use of corticocancellous allogeneic bone blocks impregnated with bone marrow aspirate: a clinical, tomographic and histomorphometric study
Autor Costa, Carlos Eduardo Sorgi da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Taha, Murched Omar Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciência cirúrgica interdisciplinar
Resumo Aim: The aim of this study was to evaluate the efficacy of homologous block grafts impregnated with autologous bone marrow in horizontal ridge augmentation therapy. Methods: Ten patients with severe ridge volume deficiency in the anterior maxilla were treated with horizontal ridge augmentation. They were randomized into two groups: Five patients using two homologous blocks grafts in the control group and five patients using two homologous blocks grafts impregnated with autologous bone marrow in the experimental group. Hematologists collected 4 mL of bone marrow from the iliac crest of the patients in the experimental group immediately before the surgeries. The blocks were fixated with titanium screws which were employed to obtain rigid fixation and to standartizate reference points for measurement purposes. Computadorized tomography were obtained both preoperatively and 6 months postoperatory which allowed to evaluate the horizontal bone gain. After the healing period of 6 months, the sites were re-opened and the screws were removed. Before implant placement, bone cores were harvested and prepared for histologic and histomorphometric evaluation. Tomographic and histomorphometric measurements are presented as mean + standard deviation. Results: The experimental group showed better tomographic results (P<0.05) in augmenting alveolar thickness, with 4.60 + 1.43 mm ( 118.23 + 56.93 %), compared with the control group, which had 2.15 + 0.47 mm ( 49.91 + 20.24 %) of bone gain. Despite the different results in alveolar thickeness gain between groups, all sites received dental implants. The histomorphometric analysis also showed better results (P<0.05) in the amount of vital mineralized bone in the test group, with 60.7 + 16.18%, compared with the control group, which had 41.44 + 12.50%. Conclusion: The findings of this study suggest that the autologous bone marrow aspirate can increase the regenerative potential of corticocancellous homologous bone graft.

Objetivo: O objetivo deste estudo foi de avaliar a eficácia de enxertos homólogos em blocos inpregnados com medula óssea autóloga na terapia de aumento alveolar em espessura. Métodos: Dez pacientes com deficiência alveolar severa em volume na região anterior de maxila foram tratados com aumento ósseo horizontal. Eles foram randomizados em dois grupos: 5 pacientes enxertados com dois blocos homólogos cada no grupo controle e 5 pacientes enxertados com dois blocos homólogos impregnados com medula óssea autóloga no grupo experimental. Hematologistas coletaram 4mL de medula óssea da crista ilíaca dos pacientes do grupo experimental imediatamente antes das cirurgias. Os blocos foram fixados com parafusos de titânio utilizados para obtenção de uma fixação rígida e para se padronizar um ponto de referência com objetivos de mensuração. A tomografia computadorizada foi obtida tanto no pré operatório como 6 meses pós operatório, o que permitiu avaliação do ganho ósseo horizontal. Apos o período cicatricial de 6 meses os sítios foram reabertos e os parafusos removidos. Antes da instalação dos implantes, biópsias ósseas foram removidas e preparadas para avaliação histológicas e histomorfométrica. As mensurações tomográficas e histomorfométricas são apresentadas como media + desvio padrão. Resultados: O grupo experimental mostrou melhores resultados tomográficos (P<0,05) em se aumentar a espessura alveolar, com 4,60 + 1,43 mm (118,23 + 56,93 %), comparado com o grupo controle, que obteve 2,15 + 0,47 mm ( 49,91 + 20,24 %) de ganho ósseo. A despeito dos diferentes resultados no ganho alveolar em espessura entre os grupos, todos os sítios receberam implantes dentários. A análise histomorfométrica também mostrou melhores resultados (P<0,05) na quantidade de osso mineralizado vital no grupo experimental, com 60,7 + 16,18%, comparado ao grupo controle, que teve 41,44 + 12,50%. Conclusão: Os achados deste estudo sugerem que o aspirado de medula óssea autóloga pode incrementar potencial regenerativo do enxerto com bloco córtico medular de osso homôlogo.
Palavra-chave Enxerto ósseo em bloco
Regeneração óssea alveolar
Médula óssea
Transplante ósseo/métodos
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2010-08-25
Publicado em COSTA, Carlos Eduardo Sorgi da. Efeitos da aplicação de medula óssea autóloga na integração de enxertos ósseos homólogos em osso maxilar: avaliação tomográfica e histomorfométrica. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9392

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-9392.pdf
Tamanho: 1.759MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta