Efeito do tratamento com 17β-estradiol na sinalização de cálcio e na geração de ERO no hipocampo de ratas senescentes

Efeito do tratamento com 17β-estradiol na sinalização de cálcio e na geração de ERO no hipocampo de ratas senescentes

Título alternativo Effects of 17β-estradiol treatment in calcium signaling and ROS generation in hippocampal sections of senescent rats
Autor Machado, Sabrina Nunes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Lopes, Guiomar Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo In Brazil, the elderly population is growing exponentially. At 1960, the number of elderly with 60 years was approximately 3 million people. According to projections made by Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), the in 2025 the number of elderly will be more than 30 million and the Brazil will be the sixth country with largest number of elderly. In old-age, neurodegenerative diseases are highly prevalent. Evidence indicates that many degenerative processes of aging are associated with alterations in calcium homeostasis, with imbalance between reactive oxygen species (ROS) production and an antioxidant defenses that may lead to the mitochondrial dysfunction and apoptosis. The estrogen therapy with 17â-estradiol has been shown present antiapoptotic and antioxidant effects. Thus, the purpose of our study was to investigate the effect of treatment with 17â-estradiol in calcium signaling and on the generation of ROS in senescent rats. The analysis of senescent animals showed a dysfunction in intracellular buffering system, a tendency toward greater production of ROS and a reduction of the mitochondrial metabolic activity. Our results showed that estrogen therapy lead to an increase of capacity of intracellular calcium stores, an increased response to acetylcholine stimulation, a decreased production tendency of ROS and an increased mitochondrial metabolic activity. These findings indicate that estrogen therapy exhibit antioxidant properties and calcium signaling modulator in senescence.

No Brasil a populacao idosa vem crescendo exponencialmente, sendo que em 1960, o numero de idosos com 60 anos era de aproximadamente 3 milhoes de pessoas, e em 2025, sera mais de 30 milhoes, segundo projecoes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE). As doencas neurodegenerativas apresentam alta prevalencia com o envelhecimento. Teorias mais recentes propoem que o envelhecimento seria resultado de alteracoes da homeostase de calcio, desequilibrio do sistema redox e disfuncao mitocondrial, que poderiam levar a apoptose. Foi demonstrado que a terapia de reposicao hormonal (TRH) com 17ƒÀ-estradiol apresenta efeitos anti-apoptoticos e antioxidantes em modelos experimentais. A TRH em mulheres na menopausa melhorou a memoria e diminuiu o risco de desenvolvimento de doencas neurodegenerativas. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do tratamento com 17ƒÀ-estradiol nas alteracoes da sinalizacao de calcio e na geracao de ERO em fatias de hipocampo de ratas senescentes. Os resultados mostraram que os animais senescentes apresentavam alteracoes dos estoques intracelulares de Ca2+, uma tendencia a maior producao de ERO, acompanhada de uma diminuicao da atividade metabolica mitocondrial. A TRH induziu um aumento da capacidade dos estoques intracelulares de Ca2+, um aumento da resposta ao estimulo da acetilcolina, uma tendencia a diminuicao da producao de ERO e um aumento da atividade metabolica mitocondrial. Dessa forma, podemos concluir que a TRH no envelhecimento apresenta efeito sobre a mitocondria, melhorando a atividade metabolica e diminuindo a geracao de ERO, como efeito antioxidante, alem da capacidade moduladora da sinalizacao de calcio.
Palavra-chave Cálcio
Espécies de oxigênio reativas
Hipocampo
Ratos
Envelhecimento
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-29
Publicado em MACHADO, Sabrina Nunes. Efeito do tratamento com 17ƒÀ-estradiol na sinalizacao de calcio e na geracao de ERO no hipocampo de ratas senescentes. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 80 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9378

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-303a.pdf
Tamanho: 1.981MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-303b.pdf
Tamanho: 1.749MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta