Da agente de desenvolvimento infantil à professora de creche: estudo sobre uma trajetória profissional a partir da categoria gênero

Da agente de desenvolvimento infantil à professora de creche: estudo sobre uma trajetória profissional a partir da categoria gênero

Título alternativo An agent of child development to teacher child care: study on a professional career from the perspective of gender
Autor Oliveira, Djenane Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Auad, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo O objeto de investigação da pesquisa é conhecer a trajetória profissional das professoras de creche da rede pública municipal de Guarulhos/SP, as Agentes de Desenvolvimento Infantil. Tal conhecimento é buscado com a adoção de gênero como categoria de analise histórica, partindo das diferentes nomenclaturas utilizadas para a função ao longo dos anos. As atividades profissionais das mulheres nas creches são tradicionalmente desvalorizadas, em grande parte por estarem ligadas às características atribuídas ao feminino. Relacionando-se a essa desvalorização, há, por um lado, a mobilização das profissionais de creche e sua busca para qualificar as práticas cotidianas no interior da instituição e, por outro lado, a continuidade da naturalização dos papéis femininos adquire estatuto docente. Tal situação oferece oportunidade para que se verifique o papel da formação em serviço, com abordagem de gênero, nas práticas educativas realizadas no interior da creche. Os procedimentos de pesquisa adotados foram a análise dos questionários respondidos pelas ADI / PEI, a observação participante e a análise dos documentos oficiais sobre a formação destas educadoras no município de Guarulhos, como apontado por Thiollent (2007). Uma vez que as práticas na creche estiveram por muito tempo dissociadas das questões pedagógicas, o atual momento parece conter uma contradição que somente o exame da questão poderá responder: é possível aliar as práticas educativas destas profissionais, construídas socialmente, com suas trajetórias profissionais individuais e de classe, proporcionando uma nova compreensão a respeito do cotidiano das creches e da ormação de suas professoras? Os resultados da pesquisa apontam para a necessidade da produção acadêmica e dos cursos de formação docente considerar, com maior ênfase do que têm ocorrido, aspectos relacionados às assimetrias apresentadas nas relações 9 escolares, sobretudo acerca dos valores hierarquizados que se atribuem ao masculino e feminino.
Palavra-chave Creche
Agente de desenvolvimento infantil
Child development officer
Educação infantil
Gender relations
History of the teaching profession
História da profissão docente
Kindergarten
Nursery
Relações de gênero
Formação de professoras
Teacher education
Idioma Português
Data de publicação 2011-09-27
Publicado em OLIVEIRA, Djenane Martins. Da agente de desenvolvimento infantil à professora de creche: estudo sobre uma trajetória profissional a partir da categoria gênero. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9291

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-DjenaneMartinsOliveira.pdf
Tamanho: 8.912MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta