Curva de referência do volume do braço e coxa fetal por meio da ultrassonografia tridimensional usando o método XI VOCAL

Curva de referência do volume do braço e coxa fetal por meio da ultrassonografia tridimensional usando o método XI VOCAL

Título alternativo Reference range of fetal upper-arm and thigh volumes by three-dimensional ultrasonography using the XI VOCAL method
Autor Cavalcante, Rafael de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Araujo Júnior, Edward Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: To determine reference ranges for fetal upper arm and thigh volumes by three-dimensional (3D) ultrasonography using and the eXtended Imaging Virtual Organ Computer-aided AnaLysis method (XI VOCAL) method. Methods: This cross-sectional study enrolled 425 healthy pregnant women between 20 and 40 weeks of gestation. For volumetric calculation, XI VOCAL method was performed in 10 sequential areas along the axial cross-section, having proximal and distal epiphyses as references. In order to evaluate the correlation between fetal limb volume and gestational age (GA) second degree polynomial regression models were created determining the 5th, 10th, 25th, 50th, 75th, 90th and 95th percentiles. Intraclass correlation coefficient (ICC) was used to evaluate intra and interobserver reproducibility. Results: Mean fetal upper arm volume varied from 4.59 ± 1.18 (3.10 – 7.40 cm3) to 53.87 ± 10.72 cm3 (40.30 – 76.60 cm3) and thigh volume from 8.00 ± 1.86 (3.90 – 11.90 cm3) to 122.14 ± 14.90 cm3 (105.0 – 153.50 cm3). Fetal limb volumes were highly associated with GA: upper arm volume = 34.26 – 3.62xGA + 0.11xGA2 (R2= 0.913) and thigh volume = 68.70 – 7.63xGA + 0.23xGA2 (R2= 0.946). Intra and interobserver reproducibility were excellent with an ICC= 0.997 and 0.996, for fetal upper arm and thigh volumes, respectively. Conclusions: The reference ranges of fetal upper arm and thigh volumes were determined by 3D-ultrasound imaging using the XI VOCAL method and were found to be highly reproducible.

Objetivo: Determinar valores de referência para o volume do braço e coxa fetal por meio da ultrassonografia tridimensional (US3D) usando o programa eXtended Imaging Virtual Organ Computer-aided AnaLysis (XI VOCAL). Método: Realizou-se um estudo de corte transversal com 425 gestantes normais de 20 a 40 semanas. Para os cálculos volumétricos, utilizou-se o método XI VOCAL com delimitação de 10 áreas seqüenciais no plano axial dos membros, tendo-se como referências as epífises proximal e distal. Para avaliar a relação do volume do braço e coxa fetal com a idade gestacional (IG) foram criados modelos de regressão polinomial de segundo grau, com determinação de percentis 5, 10, 25, 50, 75, 90 e 95. Para se avaliar as reprodutibilidades intra e interobservador, utilizou-se o coeficiente de correlação intraclasse (CCI). Resultados: O volume médio do braço fetal variou de 4,59 ± 1,18 (3,10 – 7,40 cm3) a 53,87 ± 10,72 cm3 (40,30 – 76,60 cm3) e da coxa, de 8,00 ± 1,86 (3,90 – 11,90 cm3) a 122,14 ± 14,90 cm3 (105,0 – 153,50 cm3). Os volumes foram altamente correlacionado com a IG: volume do braço= 34,26 – 3,62xIG + 0,11xIG2 (R2= 0,913) e volume da coxa= 68,70 – 7,63xIG + 0,23xIG2 (R2= 0,946). As reprodutibilidades intra e interobservador foram excelentes para ambos, com CCI= 0,997 e 0,996, para o volume do braço e coxa fetal, respectivamente. Conclusão: Valores de referência para o volume do braço e coxa fetal por meio da US3D usando o método XI VOCAL foram determinados e se mostraram altamente reprodutíveis.
Palavra-chave Organ volume
Three-dimensional imaging
Ultrassonografia tridimensional
Volumetria ultrassonográfica tridimensional
Braço/ultrassonografia
Fetal ultrasonography
Coxas/ultrassonografia
Ultrassonografia Pré-Natal
Feto
Humanos
Thigh/ultrasonography
Arm/ultrasonography
Fetus
Humans
Volumetric three-dimensional ultrasound
Volume do órgão
Idioma Português
Data de publicação 2011-03-30
Publicado em CAVALCANTE, Rafael de Oliveira. Curva de referência do volume do braço e coxa fetal por meio da ultrassonografia tridimensional usando o método XI VOCAL. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 132 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9287

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-12702a.pdf
Tamanho: 1.138MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-12702b.pdf
Tamanho: 2.081MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-12702c.pdf
Tamanho: 1.121MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-12702d.pdf
Tamanho: 1.719MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta