Cura Encantada: Medicina Tradicional e Biomedicina entre os Pankararu do Real Parque em São Paulo

Cura Encantada: Medicina Tradicional e Biomedicina entre os Pankararu do Real Parque em São Paulo

Título alternativo Enchanted Healing: Traditional Medicine and Biomedicine between Pankararu of Real Parque in São Paulo
Autor Lopes, Rafael da Cunha Cara Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Pedro Paulo Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This essay seeks to approach the Pankararu concepts of healing and their relations with Biomedicine. Although Pankararu originate from the region of São Francisco submid, in the State of Pernambuco, after an intense process of migration, many ofthem took up residence in the shantytown of Real Parque, in São Paulo city. This study focuses on the Pankararu of Real Parque. This paper describes parts of the Pankararu cosmology and their traditional ways ofhealing, seeking to understand the integration of these practices with biomedical care in São Paulo city. I describe,then, how this integration occurs, pointing out the conflictsand the processes of "translation" and their redefinition of ritual elements to the urban context. The growing number of ethnic groups living in the metropolis raises questions aboutthe transformation and upgrading of their speech es. This ethnography aims to explainhow this movement takes place and the forms of identity affirmation and political achievements, especially in the health field.

Esta dissertação busca se aproximar das concepções Pankararu de cura e suas relações com a biomedicina. Embora os Pankararu sejam originários da região do submédio São Francisco, no Estado de Pernambuco, depois de um intenso processo de migração, muitos deles passaram a residir na Favela do Real Parque, em São Paulo. Este estudo se concentra nos Pankararu do Real Parque. Este trabalho descreve partes da cosmologia Pankararu e suas formas tradicionais de cura, na busca de compreender a integração dessas práticas com o atendimento biomédico do Município de São Paulo. Descrevo então como ocorre essa integração, assinalando os conflitos e os processos de “tradução” e ressignificação de seus elementos rituais para o contexto urbano. O crescente número de etnias que vivem na metrópole suscita indagações quanto à transformação e readaptação de seus discursos. Esta etnografia pretende explicitar como é realizado esse movimento e as formas de afirmação identitária e de conquistas políticas, principalmente, no campo da saúde.
Palavra-chave Cosmologia
Cosmology
Ethnic recognition
Indígenas urbanos
Reconhecimento étnico
Urban indiginous
Pankararu
Pankararu
Medicina tradicional
Medicine, traditional
Modalidades cosmológicas
Modalities, cosmological
Índios Sul-Americanos
Indians, South American
População indígena
Indigenous population
População urbana
Urban population
Idioma Português
Data de publicação 2011-02-22
Publicado em LOPES, Rafael da Cunha Cara. Cura Encantada: Medicina Tradicional e Biomedicina entre os Pankararu do Real Parque em São Paulo. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 140 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9285

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-12768.pdf
Tamanho: 1.915MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta