Crises paroxísticas recorrentes em ratos por inibição do transporte de glutamato durante o desenvolvimento

Crises paroxísticas recorrentes em ratos por inibição do transporte de glutamato durante o desenvolvimento

Título alternativo Genesis of recurrent epileptic paroxysmal burst in newborn rats after inhibition of glutamate transporters
Autor Cattani, Adriano Augusto Giaquinto Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Cavalheiro, Esper Abrão Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo It has been previously shown that cell-surface glutamate transporters efficiently control network activity in the maturing rodent brain, preventing the generation of seizures. In particular, inhibition of glutamate transporters by DL-TBOA leads to a pathological EEG pattern in freely moving rat pups. This is composed of partial seizures and recurrent short paroxysmal bursts, alternating with silent periods, and is characteristic of “suppression burst” activity (SB). The association of SB and partial seizures is observed in neonates suffering from early epileptic encephalopathy, raising the possibility that glutamate transporters could be implicated in this syndrome. Interestingly, TBOA produces recurrent long lasting depolarizations and bursts of action potentials in interneurons and pyramidal cells in cortical slices. This pattern referred to as slow network oscillations (SNOs) and the seizures observed in vivo, were blocked by the NMDA receptor antagonist (APV), suggesting that they share similar mechanisms. Therefore, SNOs provide a suitable in vitro model for investigating the mechanisms involved in the genesis of paroxysmal activity. Using electrophysiological recordings we show that SNOs reflect two processes that occur during inhibition of glutamate transporters: (1) An ambient increase in glutamate concentrations, that tonically activates both NMDA receptors and glutamate metabotropic receptors (mGluRs). The activation of mGluRs reduces the potassium current (IM), increasing neuronal excitability. (2) A phasic release of glutamate that spills out of synapses and activates extrasynaptic NMDA receptors located in both interneurons and pyramidal cells. Using multibeam two-photon microscopy, we analyzed SNOs calcium dynamics and show that they are associated with recurrent calcium waves. The SNOs calcium waves do not have specific sites of origin however they slowly propagate in a unidirectional manner, activating the entire network. Together, we propose that the tonic reduction of IM makes the neuronal network prone to the generation of seizures and the paroxysmal activity is generated when neurons are sufficiently depolarized, and reach the membrane potential where IM is normally activated. Our data indicate that this depolarization occurs due to activation of extrasynaptic NMDA receptors. In total our experiments reveal that mGluRs and NMDA receptors work in synergy playing an important role in the generation of seizures. We speculate that this synergy happens in neuronal pathologies associated with an imbalance in glutamate homeostasis such as anoxo-ischemic insults.

Foi mostrado anteriormente que os transportadores de glutamato controlam eficientemente atividade de rede no cérebro imaturo de roedores prevenindo a geração de crises. Em particular, inibição de transportadores de glutamato pelo DL-TBOA produz um padrão patológico no eletroencefalograma de ratos recém nascidos registrados em livre movimento. Esse padrão é composto de crises parciais e de breves surtos paroxísticos recorrentes alternados com períodos silenciosos caracterizados como atividade de “surto-atenuação”. A associação de surto-atenuação e crises parciais é observada em recém nascidos cometidos de encefalopatias epilépticas precoces, levantando a possibilidade que transportadores de glutamato podem estar implicados nesta síndrome epiléptica. Curiosamente, TBOA produz despolarizações recorrentes de longa duração e surtos de potencial de ação em interneurônios e células piramidais em fatias corticais. Esse padrão referido como “Slow Network Oscillations” (SNOs) e as crises observadas em vivo, são bloqueadas por antagonistas de receptores NMDA (APV), sugerindo que ambos compartilham mecanismos similares. Assim SNOs providenciam um modelo in vitro para investigação dos mecanismos envolvidos na gênese de atividades paroxísticas. Utilizando registros eletrofisiológicos, nós mostramos que SNOs refletem dois processos que ocorrem durante a inibição de transportadores de glutamato: (1) Um aumento local da concentração de glutamato que ativa ambos receptores NMDA e metabotrópicos (mGluRs) de glutamato de maneira tônica. A ativação de mGluRs reduz a corrente de potássio (IM) aumentando a excitabilidade neuronal. (2) Uma liberação fásica de glutamato que escapa da fenda sináptica (“spillover”) e ativa receptores NMDA extra-sinápticos localizados em ambos interneurônios e células piramidais. Utilizando microscópio de dois fótons multi-feixe, nós analisamos a dinâmica de cálcio das SNOs e mostramos que elas são associadas com ondas recorrentes de cálcio. As ondas de cálcio SNOs não se originam em locais específicos e se propagam lentamente de maneira unidirecional ativando toda a rede neuronal. Assim, propomos que a redução tônica de IM torna a rede neuronal propensa à geração de crises. As atividades paroxísticas são geradas uma vez que os neurônios são suficientemente despolarizados atingindo um potencial de membrana onde IM é normalmente ativada. Nossos resultados indicam que essa despolarização ocorre devido à ativação de receptores extra-sinápticos NMDA. De maneira geral, nossos experimentos revelam que receptores mGluRs e NMDA trabalham em sinergia desempenhando um papel importante na geração de crises. Nós especulamos que esta sinergia acontece em patologias neuronais associadas com a perda de homeostase de glutamato como, por exemplo, em insultos anóxo-isquêmicos
Palavra-chave Receptores metabotrópicos de glutamato
Atividade paroxística
Corrente de potássio (IM)
Crises neonatais
Hiperexcitabilidade
Transportadores de glutamate
Receptores de N-Metil-D-Aspartato
Hipocampo
Idioma Português
Data de publicação 2009-08-26
Publicado em CATTANI, Adriano Augusto Giaquinto. Crises paroxísticas recorrentes em ratos por inibição do transporte de glutamato durante o desenvolvimento. 2009. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 325 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9282

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-00186a.pdf
Tamanho: 1.609MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186b.pdf
Tamanho: 1.295MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186c.pdf
Tamanho: 1.942MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186d.pdf
Tamanho: 2.027MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186e.pdf
Tamanho: 1.557MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186f.pdf
Tamanho: 1.890MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186g.pdf
Tamanho: 1.588MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186h.pdf
Tamanho: 1.736MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186i.pdf
Tamanho: 2.040MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186j.pdf
Tamanho: 1.698MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186k.pdf
Tamanho: 1.682MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186l.pdf
Tamanho: 1.276MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186m.pdf
Tamanho: 1.612MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186n.pdf
Tamanho: 1.760MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00186o.pdf
Tamanho: 1.229MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta