Crenças atribuídas à opção de não usar MDMA (ecstasy): estudo qualitativo entre não usuários, usuários experimentais e ex-usuários

Crenças atribuídas à opção de não usar MDMA (ecstasy): estudo qualitativo entre não usuários, usuários experimentais e ex-usuários

Título alternativo Beliefs attributed to the option of not using MDMA (ecstasy): a qualitative study among non-users, experimental users and ex-users
Autor Comis, Maria Angélica de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Noto, Ana Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: Although ecstasy (MDMA) is a drug mostly consumed in the eletronic scene context, not all individuals who faces an opportunity to use ecstasy do it. This study aimed at understanding the reasons ascribed to not using or stop using ecstasy in order to contribute to preventive actions or damage reduction activities. Methods: Snowball sampling was applied. By means of individual semi-structured interview, 53 participants were allocated in three groups: non-users (NU, n = 23), experimental users (EXP, n = 12) and ex-users (EX-US, n = 18). Literal transcriptions were submitted to content analyses using NVivo8. Results: Non-users (NU) and experimental users (EXP) attributed reasons mostly related to fear of effects and moral, family or religious principles. Ex-users (EX-U) claimed reasons related to health complications and being apart from the context of use, but they did not discard the possibility of future use. Aspects related to health, values and context were present at all groups. Final considerations: Negative effects and/or adverse consequences seem to lead the decisions among the different groups, and such information should be used by universal preventive actions. For those who have already used ecstasy, both social and environmental context seem to be the most important factors for decision making, evidencing the importance of context for selective prevention and damage reduction actions.

Introdução: Embora o ecstasy (MDMA) seja uma droga consumida freqüentemente no contexto da cena eletrônica, nem todas as pessoas que tem oportunidade de usá-la neste contexto o fazem. Este estudo teve por objetivo compreender os motivos atribuídos ao não uso da droga ou parada do seu uso, no sentido de fornecer subsídios para ações de Prevenção ou de Redução de Danos (RD). Métodos: A amostra foi composta a partir da técnica de bola de neve. Por meio de entrevista semi-estruturada e individual, participaram do estudo 53 pessoas divididas em três grupos: Não Usuários (NU, n=23), Usuários Experimentais (EXP, n=12) e Ex-usuários (EX-US, n=18). A transcrição literal foi submetida à análise de conteúdo com auxílio do software NVivo8. Resultados: Não usuários (NU) e usuários experimentais (EXP) atribuíram motivos mais relacionados aos receios dos efeitos, bem como aos princípios morais, familiares e religiosos. Os ex-usuários (EX-US) alegaram justificativas relacionadas a complicações de saúde, e ao concomitante afastamento do contexto de uso, mas a maioria afirmou não descartar a possibilidade de uso futuro. Os aspectos de saúde, os valores e o contexto estiveram presentes nos três grupos. Considerações finais: Os efeitos negativos e/ou conseqüências adversas parecem ter norteado a decisão dos diferentes grupos, e deveriam ser utilizados para ações preventivas universais. Para aqueles que já usaram a droga, tanto o contexto social como o ambiental parecem ter sido os fatores mais importantes para a tomada de decisão, evidenciando a importância do contexto para as ações de prevenção seletiva e de redução de danos.
Palavra-chave Adulto Jovem
Drug Users
Pesquisa Qualitativa
Qualitative Research
Transtorno Relacionado ao Uso de Substâncias
Use of Substance Related Disorder
Usuários de Drogas
Young Adult
Idioma Português
Data de publicação 2011-01-26
Publicado em COMIS, Maria Angélica de Castro. Crenças atribuídas à opção de não usar MDMA (ecstasy): estudo qualitativo entre não usuários, usuários experimentais e ex-usuários. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9279

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-0037a.pdf
Tamanho: 1.377MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-0037b.pdf
Tamanho: 1.218MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta