Correlação entre memória, espectroscopia por ressonância magnética e descargas interictais em pacientes com epilepsia mesial do lobo temporal

Correlação entre memória, espectroscopia por ressonância magnética e descargas interictais em pacientes com epilepsia mesial do lobo temporal

Título alternativo Correlation between memory, magnetic resonance spectroscopy and interictal epileptiform discharges in patients with mesial temporal lobe epilepsy
Autor Mantoan, Marcele Araujo Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Yacubian, Elza Márcia Targas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To examine the relationship between memory function, proton magnetic resonance spectroscopy (1H-MRS) abnormalities and interictal epileptiform discharges (IEDs) lateralization in patients with temporal lobe epilepsy (TLE) related to unilateral mesial temporal sclerosis (MTS). Methods: We assessed performance on selected tests of memory function and intelligence quotient (IQ) in 29 right-handed outpatients and 24 healthy control subjects. The frequency and lateralization of IEDs were visually assessed on 30 min awake and 30 min sleep EEG samples. All patients had a single-voxel 1H-MRS at 1.5 T over both hippocampi. Results: There was a significant difference in IQ results; mean IQ was 83.2 in the patient and 92.4 in the control groups (p < 0.001). Patients with left and right MTS did not differ across measures of IQ, Logical Memory immediate and delayed recall and Rey-Osterrieth Complex Figure immediate and delayed recall; both groups showed impairment when compared to controls. Right MTS group showed no impairment in Rey Auditory Verbal Learning Test (RAVLT) delayed recall when compared to controls. However, in RAVLT post interference, both left and right MTS groups, performed worse than controls (left, p<0.001; right, p<0.045). There was a negative correlation between IQ and duration of epilepsy in left MTS group (p=0.031) as well as between RAVLT total and duration of epilepsy in the same group (p=0.022). There was a correlation between NAA/(Cho+Cr) ratios and verbal functions and also of IEDs and verbal functions. In the left MTS group, there was a negative correlation between NAA/(Cho+Cr) ratio and duration of epilepsy (p=0.027) and between total NAA and IEDs (p=0.006) in contralateral mesial temporal structures.Conclusion: These findings suggest that the IEDs and NAA/(Cho+Cr) ratios, which reflect neural metabolism, are closely related to verbal memory function in mesial temporal lobes. Higher interictal activity in EEG was associated with a decline of total NAA in contralateral mesial temporal structures.

Objetivo: Estudar as funções de memória em pacientes com epilepsia do lobo temporal (ELT) com esclerose mesial temporal (EMT) unilateral, correlacionando-as com dados de neuroimagem funcional (espectroscopia - MRS) e neurofisiológicos (descargas epileptiformes interictais - DEIs). Métodos: O estudo envolveu 29 pacientes destros e 24 indivíduos saudáveis. Todos os pacientes realizaram extensa avaliação pré-cirúrgica, incluindo ressonância magnética (RM) de encéfalo, monitorização prolongada por vídeo-EEG, avaliação de qualidade de vida, psiquiátrica e neuropsicológica. As MRS foram realizadas com o equipamento Siemens de 1.5 T (Magneton Sonata) pela técnica PRESS, com voxel único de 2.0 x 2.0 x 1.5 cm posicionado em cada um dos hipocampos, na região da transição cabeça/corpo. Os principais metabólitos analisados foram Colina (Cho), Creatina (Cr) e NAA. A frequência e a localização das DEIs foram analisada visualmente em duas amostras de 30 minutos, em vigília e em sono, no primeiro dia de internação na Unidade de Monitorização. A memória verbal foi avaliada através do teste de Memória Lógica I e II (imediata e tardial) e a memória visual através da Reprodução Visual I e II (imediata e tardia. Além disso, para a memória espacial, o teste da Figura Complexa de Rey-Osterrieth, imediata e tardia foi utilizado e o teste de Aprendizagem Verbal de Rey (RAVLT) para aprendizagem verbal. Resultados: A média do QI foi de 83,2 no grupo de pacientes com EMT e 92,4 nos controles (p <0,001). Pacientes com EMT-E e D apresentaram prejuízo nos testes de QI, Memória Lógica I e II, Figura Complexa de Rey-Osterrieth imediata e tardia e RAVLT quando comparados aos controles. O grupo de pacientes com EMT-D não mostrou comprometimento no RAVLT evocação tardia quando comparados aos controles. Houve correlação negativa entre QI (p = 0,031), RAVLT (p = 0,022) total e duração da epilepsia em pacientes com EMT-E. Dezoito pacientes (62,07%) apresentaram redução dos níveis de NAA/(Cho+Cr) nas estruturas mesiais temporais. Encontramos correlação negativa entre NAA/(Cho + Cr) e duração da epilepsia (p=0,027) no grupo com EMT-E. Seis pacientes (40%) com EMT-E apresentaram DEIs unilaterais e nove (60%) bilaterais enquanto no grupo com EMT-D, 10 (71,4%) mostraram DEIs unilaterais e quatro (28,6%), bilaterais. Houve correlação negativa entre DEIs contralaterais e NAA contralateral (p = 0,006) no grupo de pacientes com EMT-E. Houve correlação entre teste que avaliam funções verbais, níveis de NAA/(Cho+Cr) e entre DEIs.
Palavra-chave Descargas interictais
Interictal discharges
Espectroscopia
Spectrum analysis
Temporal lobe epilepsy
Epilepsia do lobo temporal
Memória
Memory
Idioma Português
Data de publicação 2009-06-24
Publicado em MANTOAN, Marcele Araujo Silva. Correlação entre memória, espectroscopia por ressonância magnética e descargas interictais em pacientes com epilepsia mesial do lobo temporal. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 117 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9274

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-00259.pdf
Tamanho: 1.063MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta