Correlação entre avaliação perceptivo-auditiva, auto-avaliação vocal e qualidade de vida em voz em professores

Correlação entre avaliação perceptivo-auditiva, auto-avaliação vocal e qualidade de vida em voz em professores

Título alternativo Correlation between auditory perceptual evaluation, self-rating voice and voice-related quality of life in teachers
Autor Morais, Edna Pereira Gomes de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Chiari, Brasilia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: To correlate teacher vocal deviation and self assessment to voice-related quality of life. Method: a cross-sectional observational and correlational study of 73 first to fifth grade female elementary teachers aged between 25 and 55 years and who had vocal complaints. Participants answered a sample determination questionnaire and were asked “how do you judge your voice?”; had their sustained vowel /a/ and connected speech (counting from one to ten) recorded to make up the samples of voices that were to go through auditory-perceptual evaluation using the visual analogue scale; and answered the voice-related quality of life (V-RQOL) questionnaire. CCI was calculated, with CI95%, in order to verify the agreement ratio among interviewers. The ANOVA test was used to calculate each interviewer’s means. Descriptive statistics were used to characterize the sample and the Spearman correlation coefficient for the correlation among self-assessment, auditory-perceptual evaluation, and VRQOL. The Mann-Whitney test was employed to compare the mean values between sustained utterance and connected speech. The significance level was 5% and the statistical software Minitab 15.1 was the choice for calculations. Results: The extent of vocal deviation was moderate for sustained vowel and mild to moderate for conected speech. Total VRQOL score was 72, social-emotional control was 80.5 and physical 66.2. There was correlation between the teachers’ vocal self-assessment and VRQOL. Conclusion: Correlation was not seen between auditory-perceptual evaluation and VRQOL, just between the latter and self-assessment.

Objetivo: correlacionar o desvio do comportamento vocal e autoavaliação dos professores com qualidade de vida em voz. Método: estudo transversal observacional de correlação com 73 professoras do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, com queixa vocal e idade entre 25 e 55. Foi aplicado um questionário para caracterização da amostra e resposta à questão “como você avalia sua voz?”; gravação da vogal sustentada /a/ e fala encadeada (contagem de um a dez) para compor a amostra das vozes para avaliação perceptivo-auditiva por meio da escala analógico-visual, e aplicação do questionário de qualidade de vida em voz (QVV). Foi calculado o CCI, acompanhados IC95%, para verificar o grau de concordância entre os avaliadores, as médias entre cada avaliador foi calculada pelo teste ANOVA. A estatística descritiva foi utilizada para caracterização da amostra e o coeficiente de correlação Spearman para correlação entre avaliação perceptivo-auditiva, autoavaliação e QVV. O teste de Mann-Whitney foi utilizado para comparar as médias entre a emissão sustentada e a fala encadeada. O nível de significância foi de 5% e o software estatístico Minitab 15.1 foi utilizado para os cálculos estatísticos. Resultados: O grau de desvio vocal foi moderado para vogal sustentada e leve a moderado para a fala encadeada. O escore total do QVV foi de 72, o domínio socioemocional foi de 80,5 e o físico de 66,2. Obteve-se correlação entre a autoavaliação vocal das professoras e o QVV. Conclusão: Não houve correlação entre a avaliação perceptivo-auditiva e o QVV, mas deste com a autoavaliação.
Palavra-chave Professores: qualidade de vida
Quality of life
Teachers
Voice
Voz
Public health
Saúde pública
Docentes
Idioma Português
Data de publicação 2010-03-31
Publicado em MORAIS, Edna Pereira Gomes de. Correlação entre avaliação perceptivo-auditiva, auto-avaliação vocal e qualidade de vida em voz em professores. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9271

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta