Controle evolutivo do tratamento endovascular de fístulas carotidocavernosas diretas

Controle evolutivo do tratamento endovascular de fístulas carotidocavernosas diretas

Título alternativo Follow-up of endovascular treatment of direct carotid-cavernous fistulas
Autor Marques, Márcio Chaves Pedro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Abdala, Nitamar Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: The objective of the present study was to evaluate the long-term clinical and radiological progression of patients treated with detachable balloons. Methods: The present study was developed from January 2006 to March 2007, from the evaluation of 13 patients submitted for endovascular treatment for direct CCF at the Hospital das Clínicas/Incor and the Hospital São Paulo (UNIFESP), in São Paulo, SP, Brazil, from October 1997 to February 2006. Results: We found 8 cases of traumatic fistulas and 5 cases of spontaneaus fistulas. The ICA was preserved in 11 patients (84,6%). The therapeutic occlusion was done in 2 cases (15,4%). The follow-up was variable between 19 e 128 months (mean 66,2 months). The ophtalmologics exams were abnormals in 8 patients (61,5%). The magnetic ressonance image (MRI) and the magnetic ressonance angiography (MRA) of the skull was proceded in all patients. We found 11 pseudoaneurysms in 10 of the 11 patients in who the ICA was preserved. The digitil subtraction angiography (DSA) was performed in 5 of these patients and we note no differences relateds to the morphology, the size, the neck or the number of pseudoaneurysm that had been showed by MRI and MRA. Conclusion: The endovascular treatment of DCCF with detachable balloons shown to be efficient and stable at long-term follow-up. We found pseudoaneurysms in 91% of the cases that the ICA was preserved, all of them assymptomatics. The MRI and MRA showed corresponding accuracy with the DSA in the diagnostic of intracarvenous pseudoaneurysms.

Objetivo: Avaliar, nos pacientes com fístulas carotidocavernosas diretas (FCCD), a eficácia e a estabilidade tardia do tratamento endovascular com balões destacáveis; avaliar a ocorrência de pseudoaneurismas nos pacientes cuja artéria carótida interna (ACI) foi preservada, bem como a sua correlação clinicorradiológica; avaliar a acurácia da ressonância magnética (RM) e da angiorressonância magnética (ARM) no diagnóstico por imagem dos pseudoaneurismas. Métodos: Neste trabalho, realizamos os controles clínicos e radiológicos de 13 pacientes que foram submetidos ao tratamento endovascular de FCCD, entre outubro de 1997 e fevereiro de 2006. Resultados: 8 pacientes apresentavam fístulas traumáticas e 5 mostravam fístulas espontâneas. A ACI foi preservada em 11 (84,6%) pacientes. A oclusão terapêutica da ACI foi realizada em 2 (15,4%) casos. O tempo de realização do controle variou de 19 a 128 meses (média de 66,2 meses). O exame oftalmológico revelou alterações em 8 (61,5%) pacientes, presentes desde a data do tratamento e sem sinais de evolução. A RM e a ARM do crânio foram realizadas em todos os pacientes e evidenciaram 11 pseudoaneurismas em 10 (90,9%) dos pacientes cuja ACI foi preservada. Cinco desses pacientes foram submetidos à angiografia digital cerebral (ADC) que caracterizou os pseudoaneurismas observados à ARM, não havendo diferenças significativas quanto à forma, à dimensão, ao colo ou ao número. Conclusão: O tratamento endovascular de FCCD com balões destácaveis mostrou-se eficaz e estável a longo prazo. Encontramos pseudoaneurismas em 91% dos casos com preservação da ACI, sendo todos assintomáticos. A RM e a ARM demonstraram acurácia semelhante à da ADC no diagnóstico dos pseudoaneurismas do segmento cavernoso da ACI.
Palavra-chave Balão destacável
Pseudoaneurisma
Ressonância magnética
Fístula carotidocavernosa
Lesões das artérias carótidas
Espectroscopia de ressonância magnética
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-30
Publicado em MARQUES, Márcio Chaves Pedro. Controle evolutivo do tratamento endovascular de fístulas carotidocavernosas diretas. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9266

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-190a.pdf
Tamanho: 813.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-190b.pdf
Tamanho: 1.620MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta