Contexto de mediação: o trabalho do agente comunitário de uma Unidade Básica de Saúde do município de São Paulo, (SP)

Contexto de mediação: o trabalho do agente comunitário de uma Unidade Básica de Saúde do município de São Paulo, (SP)

Título alternativo Context mediation: the work of communitary agent of Basic Health Care Unit in São Paulo, (SP)
Autor Justo, Celia Maria Patriani Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gomes, Mara Helena de Andrea Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Aim: To understand the conceptions of the Health Comunitarian Agents about mediation work at the interface between the team of Health Family Program and the population registered, in the presence of the extension of all attributions and the possibility of emancipation in theoretical perspective of communicative action of Jürgen Habermas. Methods: Ethnical searching on Milton Santos unit, at São Paulo city, between August 2007 and April 2009, being supported by interviews and also with research of analysis documentation. Considering a total of 22 agents involved, only 14 were able to be part of it basis the minimum 02 years of experience previously requested for this job. Results: The mediation always tend to cause a tense working situation whenever it comes to get a better solution involving different interests and expectation for the community, being so the right the community has to have access to all public health care services rendered. Despite of asking for prompt actions and replies from the agents, the patients also must understand that they shall comply with agents requests in order they can try to solve the daily problems the patients are facing. A reasonable decision based on some technical discretions can determine the planning, availability and the importance of the daily working reports – being quite important tools to deal with for the life style condition for the comunity. A very productive goal can help analising the quantity of daily visits that should be done and considered through group activities enabling each one to have a compromise within the system and its obligation. Working as a team is a very good possibility to everyone understand and see all the problems involved without it being imposed because it allows anyone to be part of the whole common thing. As for the agents, the fact of listening is as much fundamental as informing and helping the patients during these visits, which with them a open mind conversation between agents and patients can reach their mutual needs. Through the dialogue a cooperative process can easily find many ways to achieve good results even so for risky matters. Conclusions: Throughout the research it was possible to notice the comunity’s intention to fullfil every one’s need, even so being provisional regarding to all existing tensions and conflicts among them, which still go on with the comunitarian agents, the comunity disposal is a must to still try to talk and find a better and reasonable way for everybody.

Objetivo: Compreender as concepções dos agentes comunitários de saúde sobre o trabalho de mediação entre a equipe do Programa de Saúde da Família e a população cadastrada, diante da abrangência de suas atribuições e das possibilidades de emancipação, na perspectiva teórica do agir comunicativo de Jürgen Habermas. Métodos: estudo etnográfico realizado na unidade básica Milton Santos, município de São Paulo (SP), no período de agosto de 2007 a abril de 2009, com apoio em entrevistas e análise documental. De um total de 22 agentes, 14 preencheram o critério que fixava experiência mínima de 2 anos de trabalho nesta atividade. Resultados: A mediação promove situações tensas de trabalho para conciliar diferentes interesses e expectativas que possam viabilizar o direito de acesso aos serviços de saúde. Ao mesmo tempo em que servem de anteparo às cobranças dos pacientes que querem respostas para suas necessidades, precisam cumprir as solicitações da equipe para encaminhar meios de resolução de problemas cotidianos. Critérios técnicos de decisão racional determinam o planejamento, a avaliação e os instrumentos de registro da rotina de trabalho – trata-se da plena repercussão do domínio da razão instrumental em direção à colonização do mundo da vida. Metas de produção ditam o número de visitas domiciliares e definem atividades em grupo, num sistema que privilegia a quantidade de ações para aferir e controlar o cumprimento das obrigações. Uma resposta comunicativa aos ditames da razão instrumental está nos processos cooperativos do trabalho em equipe, lugar de construção de consensos fundamentados por argumentos racionais e onde não haja imposição coercitiva, que contemplem um plano de trabalho comum. Para os agentes, ouvir é tão fundamental como informar e orientar os pacientes nas visitas e proporciona um diálogo aberto às suas expectativas. É por meio do diálogo que co-instituem um processo cooperativo de entendimento mútuo e complementam as ações de orientação técnica no acompanhamento de agravos e precauções relativas a situações encaradas como risco. Conclusões: No contexto dessa pesquisa, a resposta comunicativa representa oportunidade de superação, ainda que provisória, das tensões e conflitos que permeiam a mediação dos agentes comunitários, por sua intrínseca disposição de dialogar em busca de um projeto de trabalho compatível com direitos de cidadania.
Palavra-chave Assistência à saúde
Atenção primária à saúde
Comunicação em saúde
Saúde pública
Sistema Único de Saúde
Programa de Saúde da Família
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-29
Publicado em JUSTO, Célia Maria Patriani. Contexto de mediação:o trabalho do agente comunitário de uma Unidade Básica de Saúde do município de São Paulo, (SP). 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 146 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9258

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-273a.pdf
Tamanho: 729.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-273b.pdf
Tamanho: 156.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-273c.pdf
Tamanho: 763.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-273d.pdf
Tamanho: 2.075MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-273e.pdf
Tamanho: 1.498MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta