Comparação entre as vias supraorbitaria e endonasal transesfenoidal estendida para o tratamento de meningiomas da região tubérculo selar

Comparação entre as vias supraorbitaria e endonasal transesfenoidal estendida para o tratamento de meningiomas da região tubérculo selar

Título alternativo Minimally invasive removal of tuberculum sellae mengiomas: technique assessment of endonasal versus supra-orbital approaches
Autor Paiva Neto, Manoel Antonio de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Tella Júnior, Oswaldo Inácio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Neurologia/Neurociências - São Paulo
Resumo Objetivo: Comparar duas vias de abordagem cirúrgicas utilizadas no tratamento de meningiomas da região do tubérculo selar. As vantagens relativas, desvantagens e critérios de seleção para tratamento destes tumores foram avaliados. Métodos: Trinta e um pacientes portadores de meningiomas da região do tubérculo selar submetidos a 33 procedimentos (craniotomia supraorbitária superciliar e/ou endonasal transesfenoidal estendida) foram avaliados retrospectivamente através de análise de prontuários, imagens e vídeos cirúrgicos. Resultados: Dos 31 pacientes, 12 foram submetidos exclusivamente à abordagem endonasal transesfenoidal estendida, 17 a craniotomia supraorbitária superciliar e dois a ambas as vias; seis já haviam sido submetidos a cirurgia anterior. Meningiomas abordados pela via supraorbitária foram maiores em relação a via endonasal 34±9 mm versus 25±8 mm, respectivamente (p=0,005). Endoscopia foi utilizada em 85,7 por cento dos acessos endonasais e em 21 por cento dos acessos supraorbitários, (p
Palavra-chave Craniotomia
Endoscopia
Meningioma
Neurocirurgia
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Número do financiamento CAPES: 0308-07-2
Data de publicação 2009-01-28
Publicado em PAIVA NETO, Manoel Antonio de. Comparação entre as vias supraorbitaria e endonasal transesfenoidal estendida para o tratamento de meningiomas da região tubérculo selar. 2009. 96 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 96 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9218

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-9218.pdf
Tamanho: 49.97MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta