Comparação dos critérios de recuperação auditiva na perda neurossensorial súbita idiopática

Comparação dos critérios de recuperação auditiva na perda neurossensorial súbita idiopática

Título alternativo Comparison of hearing recovery criteria in idiopathic sudden sensorineural hearing loss
Autor Inoue, Daniel Paganini Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Penido, Norma de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The lack of uniformity in the majority of sudden idiopathic sensorineural hearing loss clinical studies methods of analysis prevents a proper comparison of the various treatments in the Literature. We need a standardization of the analyzed audiometric parameters, as well as the success criteria in the various treatments found. Objective: compare and analyze different hearing recovery criteria in the existing Literature from UNIFESP Sudden Deafness Group patients. Method: This is an observational clinical cohort study in patients with idiopathic sudden sensorineural hearing loss, treated in the period 2000 to 2010. Our sample was analyzed using different audiometric parameters calculation methods and criteria for hearing recovery found in the Literature. Results: In general, homogeneity and agreement was found between the three pure tones average methods. Comparing the hearing recovery criteria it was obtained a statistically significant difference (p <0.05). When doing multiple comparisons, it was detected that the category change criteria, for, at least, a slight degree, show the lowest percentage of significant hearing recovery. Conclusion: The pure tones methods used were similar. In general, there is a lack of uniformity among the hearing recovery criteria, in which the change of functional category to, at least, a slight degree, showed a lower rate of significant hearing recovery than other criteria, proving to be the toughest. The speech audiometry parameters were not essential to define a significant recovery, when adopted the stricter criteria.

A falta de uniformidade na maioria dos métodos de análise dos estudos clínicos de perda auditiva neurossensorial súbita idiopática impossibilita uma comparação adequada dos diversos tratamentos encontrados na Literatura. Há necessidade de uma padronização dos parâmetros audiométricos analisados, assim como dos critérios de sucesso nos diversos tratamentos. Objetivo: Avaliar e comparar diversos critérios de recuperação auditiva existentes na Literatura a partir dos pacientes atendidos no Ambulatório de Surdez Súbita da UNIFESP. Método: Trata-se de um estudo clínico observacional de coorte, em pacientes que apresentaram perda auditiva neurossensorial súbita idiopática, atendidos no período de 2000 a 2010. Nossa amostra foi analisada através dos diversos métodos de cálculo dos parâmetros audiométricos e dos critérios de recuperação auditiva encontrados na Literatura. Resultados: Em geral, foi encontrada homogeneidade e concordância entre as três metodologias de obtenção da média dos tons puros. Ao comparar os critérios de recuperação auditiva, foi obtida diferença, estatisticamente significante, entre as mesmas (p<0,05). Ao realizar comparações múltiplas, foi detectado que o critério de mudança de categoria funcional, para, pelo menos, um grau leve, apresentou o menor percentual de recuperação auditiva significativa. Conclusão: Os métodos de cálculo da média aritmética dos tons puros utilizados mostraram-se semelhantes. Em geral, existe falta de uniformidade entre os critérios de recuperação auditiva utilizados, sendo que, a mudança de categoria funcional, para um grau, pelo menos leve, mostrou menor taxa de recuperação auditiva significativa que os demais critérios, demonstrando ser o mais rígido. O uso dos parâmetros fornecidos pela audiometria vocal não foram fundamentais para definir recuperação significativa, quando adotado o critério mais rígido.
Palavra-chave Audiometria de tons puros
Discriminação vocal
Inteligibilidade da fala
Perda auditiva súbita
Idioma Português
Data de publicação 2011-03-30
Publicado em INOUE, Daniel Paganini. Comparação dos critérios de recuperação auditiva na perda neurossensorial súbita idiopática. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 92 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9214

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-12565.pdf
Tamanho: 1.456MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta