Caracterização fenotípica e molecular de amostras de Staphylococcus coagulase negativo isoladas de infecções da corrente sanguínea de pacientes de dois hospitais gerais da cidade de São Paulo

Caracterização fenotípica e molecular de amostras de Staphylococcus coagulase negativo isoladas de infecções da corrente sanguínea de pacientes de dois hospitais gerais da cidade de São Paulo

Título alternativo Genetic and phenotypic characterization of coagulase negative staphylococci isolated from bloodstream infections in two São Paulo city hospitals
Autor Souza, Alinne Guimarães de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pignatari, Antonio Carlos Campos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia - São Paulo
Resumo Coagulase negative staphylococci (CoNS) are important etiologic agents responsible for healthcare related infection (HCRI) in bloodstream infections. In a retrospective study we evaluate CoNS isolated from patients with HCRI in bloodstream infections admitted to two general hospitals at São Paulo city, from August 2005 to August 2007. The isolates were characterized at species level and antimicrobial susceptibility tested by the Vitek® system and ViteK® 2. Oxacillin resistance was evaluated by oxacillin and cefoxitin discs. The presence of mecA gene and the SCCmec type were determined by multiplex PCR. Staphylococcus epidermidis was the predominant specie followed by S. hominis, S. haemolyticus, S. simulans, S. warneri, S. capitis and S. auricularis. Oxacillin resistance was observed in 88.2% of the isolates with 100% concordance between oxacilin and cefoxitin discs confirmed by mecA gene. All isolates were susceptible to vancomycin and four isolates revealed intermediate resistance to teicoplanin by Etest®. One S. epidermidis showed resistance to linezolide. The predominant SCC type was the type III followed by the types IV, I, II and V. In 26.9% positive mecA isolates we did not characterize the SCCmec type by the molecular protocol utilized.

Staphylococcus coagulase negativo (SCoN) são importantes agentes etiológicos responsáveis por infecções relacionadas à assistência à saúde (IrAS) em infecções da corrente sanguínea. Em estudo retrospectivo foram avaliados SCoN isolados de pacientes com IrAS da corrente sanguínea em dois hospitais gerais da cidade de São Paulo no período de agosto de 2005 à agosto de 2007.Os isolados foram caracterizados a nível de espécies e testes de suscetibilidade aos antimicrobianos pelo Vitek® system e Vitek® 2. A presença do gene mecA e o tipo de SCCmec foram determinados por PCR multiplex. Staphylococcus epidermidis foi a espécie predominante seguido de S. hominis, S. haemolyticus, S. simulans, S. warneri, S. capitis e S. auricularis. Observou-se 88,2% de resistência à oxacilina nos isolados com 100% de concordância entre os discos de oxacilina e cefoxitina confirmados pelo gene mecA. Todos isolados foram suscetíveis à vancomicina e quatro isolados apresentaram resistência intermediária à teicoplanina pelo Etest®. Um S. epidermidis mostrou-se resistente à linezolida. O tipo de SCCmec predominante foi o tipo III seguido pelos tipos IV, I, II e V. Em 26,9% dos isolados mecA positivo não foram caracterizados nenhum tipo de SCCmec pelo protocolo utilizado.
Palavra-chave Coagulase negative staphylococci
molecular Biology
Cross Infection
Staphylococcus coagulase negativo
infecção hospitalar
hemocultura
antimicrobianos
resistência bacteriana
biologia molecular
Staphylococcus
Staphylococcus
Coagulase
Coagulase
Anti-Infective Agents
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2009-04-29
Publicado em SOUZA, Alinne Guimarães de. Caracterização fenotípica e molecular de amostras de Staphylococcus coagulase negativo isoladas de infecções da corrente sanguínea de pacientes de dois hospitais gerais da cidade de São Paulo. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 103 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9185

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-154.pdf
Tamanho: 1.362MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta