Capacidade instalada para pesquisa científica sobre Leishmanioses no Brasil, 2004 a 2008

Capacidade instalada para pesquisa científica sobre Leishmanioses no Brasil, 2004 a 2008

Título alternativo Installed capacity for scientific research on Leishmaniasis in Brazil, 2004-2008
Autor Tenorio, Marge Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Saconato, Humberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The Leishmaniasis are classified by WHO as one of ten tropical neglected diseases (NTD), which have high incidence, affecting impoverished segments of the population and do not get social visibility, so the investment in diagnostic, therapeutic and immunization are poor. The Leishmaniasis is part of the tropical diseases in expansion process and there aren’t appropriate mechanisms for its prevention and control. They represent a public health problem worldwide: 88 countries have at least one of the thirty species of Leishmania and 350 million individuals are exposed to contamination. In some species, the lethality of Leishmaniasis may reach 100% in untreated patients. Given this situation, we carried out an investigation to identify the profile of Brazilian scientific literature on the subject of Leishmaniasis in the period 2004-2008 in order to support the process of policy formulation and decision making of government administration, with regard to development of health research in this area of knowledge. The survey refers to a descriptive study with use of bibliometric analysis and documentary research. The Bibliometrics consists of a set of empirical laws and principles that form the theoretical foundations of information science. Bibliometric analysis included query, collection and recovery of quantitative information in the databases of health science in Brazil, then organization of the data collected, systematized into categories of indexing, record collection in Excel database and interpretative analysis of scientific and technological information obtained. The collection consisted of desk research and data analysis in institutional sectors of the federal government body health. In all of the following databases were located 749 publications produced in the period 2004-2008 on the theme of Leishmaniasis, of which 521 met the inclusion criteria. 415 scientific articles were published by Brazilian researchers in indexed journals, national and international. In the directory of research groups of the Lattes Platform, were identified from the register 214 groups dedicated to the theme. Received titles in this line of research (Leishmaniasis) 43 masters and 44 doctors. Bibliometric analysis and documentation identified growth trends of the Brazilian scientific production on Leishmaniasis, in the period 2004-2008, of great relevance to public health, because it is neglected tropical disease. Brazil has the largest number of research centers on Leishmaniasis in the world and serves on scientific-technical cooperation in national and international areas, so it can be stated that there is midsize capacity for research on the disease installed in the country. Identified studies in multi-center network can promote the expansion and strengthening of the groups directed to research on Leishmaniasis nationwide. It is understood that is desirable the induction of actions and policies to encourage research on clinical trials of phases I, II and III and on technological development in order to facilitate the increase in diagnosis and treatment of Leishmaniasis in the country.

As Leishmanioses são classificadas pela OMS como uma das dez doenças negligenciadas tropicais (DNT), as quais apresentam alta incidência, atingem segmentos empobrecidos da população e não obtêm visibilidade social, portanto o investimento em diagnóstico, terapêutica e imunização é precário. As Leishmanioses fazem parte das doenças tropicais em expansão e não existem mecanismos adequados para sua prevenção e controle. Representam um problema de saúde pública mundial: 88 países apresentam pelo menos uma das trinta espécies de Leishmania e 350 milhões de indivíduos estão expostos à contaminação. Em algumas espécies, a letalidade das Leishmanioses pode alcançar 100% em pacientes sem tratamento. Diante desse quadro, realizou-se uma investigação com o objetivo de identificar o perfil da produção científica brasileira sobre o tema das Leishmanioses, no período 2004-2008, a fim de subsidiar o processo de formulação de políticas e tomada de decisões da gestão governamental, no tocante ao fomento à pesquisa em saúde nessa área do conhecimento. A pesquisa se refere a um estudo descritivo, elaborado com emprego da análise bibliométrica e da pesquisa documental. A Bibliometria consiste em um conjunto de leis e princípios empíricos que compõem os fundamentos teóricos da Ciência da Informação. A análise bibliométrica compreendeu a consulta, coleta e recuperação de informações quantitativas, em bases de dados da ciência da saúde no Brasil, seguida da organização dos dados coletados, sistematização em categorias de indexação, registro da coleta em banco de dados Excel e análise interpretativa das informações científicas e tecnológicas obtidas. A pesquisa documental constou de coleta e análise de dados em acervos institucionais de setores do órgão governamental federal de saúde. Em todas as bases consultadas, foram localizadas 749 publicações, produzidas no período 2004-2008 sobre o tema das Leishmanioses, das quais 521 atenderam aos critérios de inclusão. Foram publicados 415 artigos científicos por pesquisadores brasileiros em revistas indexadas, nacionais e internacionais. No diretório dos grupos de pesquisa da Plataforma Lattes, foi identificado o cadastro de 214 grupos dedicados ao tema. Receberam títulos nessa linha de pesquisa (Leishmanioses) 43 mestres e 44 doutores. A análise bibliométrica e documental permitiu identificar tendências de crescimento da produção científica brasileira sobre as Leishmanioses, no período 2004-2008, de grande relevância para a saúde pública, por tratar-se de doença negligenciada tropical. O Brasil detém o maior número de centros de pesquisa sobre Leishmanioses no mundo e atua em cooperação técnico-científica em âmbito nacional e internacional. Pode-se afirmar, portanto, que existe capacidade de médio porte instalada no país para a pesquisa sobre a doença. Além disso, foram identificados estudos em rede e multicêntricos, que podem favorecer a expansão e fortalecimento dos grupos voltados à pesquisa sobre Leishmaniose em âmbito nacional. Entende-se que seja oportuna a indução de ações e políticas públicas de fomento à pesquisa sobre estudos clínicos de fases I, II e III e sobre desenvolvimento tecnológico, a fim de propiciar o incremento do diagnóstico e tratamento das Leishmanioses no país.
Palavra-chave Bibliometria
Bibliometrics
Doenças negligenciadas
Neglected tropical diseases
Produção científica brasileira
Brazilian scientific production
Leishmaniasis
Leishmanioses
Brasil
Brazil
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-29
Publicado em TENORIO, Marge. Capacidade Instalada para Pesquisa Científica sobre Leishmanioses no Brasil, 2004 a 2008. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 90 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9157

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-410.pdf
Tamanho: 1.752MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta