Biometria e assimetria do palato ósseo humano em diferentes grupos etários

Biometria e assimetria do palato ósseo humano em diferentes grupos etários

Título alternativo Biometry and asymmetry of human hard palate in different ages
Autor Moreira, Rafael Saviolo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Smith, Ricardo Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The purpose of this study was to evaluate hard palate asymmetry during development. The palates of 248 dry skulls were photographed and the digital images were processed with software. The skulls were divided in 7 groups: fetuses, newborns, infants, children, adolescents, adults and aged. Linear measures were obtained from great palatine foramen (GPF) to incisive fossa (INC) and to posterior nasal spine (PNS). Angular measures were obtained from the former landmarks plus the point on sutures intersection between maxillary and palatine bones (SR). Asymmetry was evaluated intra and inter-groups. All skulls showed some degree of right-left asymmetry in the hard palate. Regardless of hard palate asymmetry, none of the right-left side differences was statistically significant. An asymmetry index was used for inter-groups assessment. From fetuses up to aged group, none of the asymmetry index means were statistically different. The posterior part of palate (PNS x GPF) measures were more asymmetric than the anterior part (INC x GPF), showing respectively 4.6% and 2.8% of mean asymmetry index. Angular measures showed a more symmetric behavior than the linear ones. Hard palate asymmetry occurs even in the absence of masticatory function,showing that this feature begins early in fetal life and persists through development.

Objetivo: Avaliar o crescimento e a assimetria do palato ósseo em diferentes faixas etárias utilizando um método de biometria com o uso de fotografias digitais e o programa AutoCAD®. Metodologia: Utilizou-se 260 crânios humanos de ambos os sexos e diferentes faixas etárias, desde a idade fetal até a senescência. Medidas lineares e angulares utilizaram os seguintes pontos antropométricos e aberturas de canais neurovasculares: INC – incisulare (fossa incisiva), SR – staurion (encontro das suturas palatino mediana e palatina transversa), ENP – espinha nasal posterior, FPM – forame palatino maior. Resultados e Conclusões. Estabeleceu-se um método de biometria digital que produziu resultados semelhantes ao método tradicional (paquímetro) mostrando ser confiável, preciso e reprodutível. A assimetria de lateralidade no palato ósseo não foi estatisticamente significante na população estudada, entretanto quando se avaliou os crânios individualmente, todos apresentaram algum grau de assimetria. O índice de assimetria médio no palato ósseo foi semelhante em todos os grupos etários. Há evidências de que a função mastigatória assim como o surgimento dos dentes na cavidade oral não são isoladamente os fatores determinantes das assimetrias de lateralidade no palato ósseo. Dentre as regiões estudadas, a região posterior do palato apresentou maior índice de assimetria comparada com a região anterior. Em relação ao crescimento do palato, tanto a largura como o comprimento, crescem correlacionando-se diretamente com o aumento do perímetro cefálico até os 6 anos de idade. Os resultados apresentados neste estudo são bases para pesquisas clínicas, odontológicas e médicas, onde a avaliação da assimetria correlacionada ao crescimento ósseo e à função muscular do sistema estomatognático podem fornecer dados para a melhor compreensão do complexo sistema de desenvolvimento que ocorre no esqueleto craniofacial.
Palavra-chave Asymmetry
Craniofacial development
Anatomy
Palato ósseo
Biometria
Assimetria
Crescimento
Anatomia
Palate
Biometry
Growth
Idioma Português
Data de publicação 2006-01-01
Publicado em MOREIRA, Rafael Saviolo. Biometria e Assimetria do Palato Ósseo Humano em Diferentes Grupos Etários. 2006. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 130 p.
BV UNIFESP: Teses e dissertações
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9145

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta