Avaliação dos níveis de Homocisteína e Cisteína em amostra de crianças do município de Santo André e sua relação com variáveis antropométricas

Avaliação dos níveis de Homocisteína e Cisteína em amostra de crianças do município de Santo André e sua relação com variáveis antropométricas

Título alternativo Evaluation of levels of Homocysteine and Cysteine in sample of children in the municipality of Santo André and its relationship with antropometric variables
Autor Leite, Narjara Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador D'Almeida, Vânia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: Homocysteine (Hcy) and cysteine amino acids are intermediates in the metabolism of methionine. The literature has shown that dietary factors, such as vitamin deficiencies, are some of the factors that can alter the levels of homocysteine and cysteine. Recent studies, particularly in adults, report that rising levels of these amino acids is on the list of factors associated with cardiovascular disease (CVD). Objectives: To evaluate plasma levels of homocysteine and cysteine in a sample of schoolchildren from the city of Santo André, Brazil and relate them to: levels of vitamins (folic acid and B12) and anthropometric variables (weight, height and waist circumference). Results: We evaluated 708 children, pre-pubertal children enrolled in public school in the municipality of Santo André. Were adopted as inadequate values above the 90th percentile (increased) for Hcy and cysteine, corresponding to 7.33 mmol / L and 445.0 mmol / L, respectively. For folic acid and vitamin B12 was adopted below the 10th percentile as inadequate (low), which were 9.1 ng / dL and 346pg/dL, respectively. In multivariate analysis for Hcy observed that children with increased waist circumference, are 2,34 times more likely to have increased levels of Hcy. It was found that children with increased waist circumference, even the well-nourished, have 2,34 times more likely to produce high levels of Hcy. With respect to cysteine, it was observed that children with high waist circumference had 2 times greater chance of having cysteine inadequate, and that for each year of age of children increases by 41% the chance of having inadequate cysteine. Conclusion: This study showed for the first time in literature, the association between abdominal obesity and elevated levels of homocysteine and cysteine, in very young children, regardless of nutritional status. However, no significant correlation between Hcy and cysteine with possible deficiencies of folic acid and vitamin B12.

Introdução: A homocisteína (Hcy) e cisteína são aminoácidos intermediários no metabolismo da metionina. A literatura tem mostrado que fatores dietéticos, como deficiências vitamínicas, são alguns dos fatores que podem alterar os níveis de Hcy e cisteína. Estudos recentes, particularmente em adultos, relatam que a elevação dos níveis destes aminoácidos está no rol de fatores associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV). Objetivos: Avaliar os níveis plasmáticos de Hcy e cisteína em uma amostra de escolares do Município de Santo André e relacioná-los com: níveis das vitaminas (ácido fólico e B12) e com variáveis antropométricas (peso, estatura e circunferência abdominal). Resultados: Foram avaliadas 708 crianças, pré-púberes, matriculadas em escola pública do município de Santo André. Adotaram-se como inadequados valores acima do percentil 90 (aumentados) para Hcy e cisteína, que corresponderam a 7,33μmol/L e 445,0μmol/L, respectivamente. Para o ácido fólico e vitamina B12 adotou-se valores inferiores ao percentil 10 como inadequados (baixos), sendo estes 9,1ng/dL e 346pg/dL, respectivamente. Na análise multivariada para a Hcy observamos que crianças com circunferência abdominal aumentada têm 2,34 vezes mais chance de apresentar níveis aumentados de Hcy. Verificou-se que crianças com circunferência abdominal aumentada, mesmo as eutróficas, têm chance 2,34 vezes mais elevada de apresentar níveis altos de Hcy. Em relação à cisteína, observou-se que crianças com circunferência abdominal elevada tiveram chance 2 vezes maior de ter cisteína inadequada, e que a cada ano de idade das crianças aumenta em 41% a chance de ter cisteína inadequada. Conclusão: O presente estudo mostrou pela primeira vez na literatura, associação entre o aumento da circunferência abdominal e níveis elevados de homocisteína e cisteína, em crianças muito jovens, independentemente da condição nutricional. Contudo, não observamos correlação dos níveis de Hcy e cisteína com possíveis deficiências de ácido fólico e vitamina B12.
Palavra-chave Circunferência abdominal
Cisteína
Crianças
Homocisteína
Idioma Português
Data de publicação 2009-06-24
Publicado em LEITE, Narjara Pereira. Avaliação dos níveis de Homocisteína e Cisteína em amostra de crianças do município de Santo André e sua relação com variáveis antropométricas. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 117 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9111

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-309.pdf
Tamanho: 1.186MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta