Avaliação do Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero no Estado de Mato Grosso: impacto sobre o perfil da doença

Avaliação do Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero no Estado de Mato Grosso: impacto sobre o perfil da doença

Título alternativo Evaluation of the National Program for the Prevention of Cervical Cancer: impact on the disease profile
Autor Nakagawa, Janete Tamami Tomiyoshi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Schirmer, Janine Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo In 2002, the State joined the second phase of intensification of the National Program for the Control of Cervical Cancer (PNCCU) as a measure to deal with the high rates of the disease and of death by cervical neoplasia. With the aim of analyzing the main PNCCU results, a two-stage study was carried out. The first phase aimed at presenting the disease profile and the coverage of the screening exam by the PNCCU in the State. The aims of the second phase were to analyze the clinical follow-up of the population that was screened, analyze the different evolutionary characteristics of the disease associated to socio-demographic and clinic factors, as well as analyze the factors associated to death risk and the stratified survival rate by the socio-demographic and clinical variables of women that presented invasive carcinoma. In the first part, the cross-sectional study was used and a cohort study was used in the second phase. The period of study was from 2002 to 2007 and comprised all the municipalities of the State of Mato Grosso. The population studied in the first phase of the study was all the women who had undergone the screening test in 2002. The population used in the second phase of the study was a representative random sample of those that presented cytological alterations in the first phase of the study, a total of 323 women. The source of data used was the official health information system, among them the SISCOLO, SIM, APAC, and also the official data of the State Health Department/MT (SES/MT), data available in the INCA and DATASUS sites and medical records. For the statistical analysis of the data, descriptive and inferential techniques were used. In the descriptive part, tables, graphics and position and dispersion measures were used. In order to evaluate the risk of being sick due to invasive cervical carcinoma, the univariate and multivariate logistic regression analysis was used. The Kaplan-Meier estimator was used to analyze the survival rate and to analyze the prognostic factors, the Cox proportional hazards model was used. Among the main results it is highlighted that in 2002, Mato Grosso presented high incidence rates, above the national average. The data of the clinical follow up showed the different clinical outcomes, among the 323 women, 18 (6,2%) died having as the basic cause of death the cervical cancer. The risk of the disease developing into the invasive carcinoma was analyzed according to the socio-demographic and clinical variables, and the variables: age group, marital status, smoking history, menopause and municipality were those that presented a strong association with the disease in the invasive phase. However, in the survival analysis, the global survival rate in 60 months, estimated by the Kaplan-Meier method, was of 66,7%. In the final Cox proportional hazards model, the variables with higher death risk was the advanced stage of the disease and the race/color. These data lead to a conclusion that the disease in the State of Mato Grosso has a very large social determination, considering the difficulties in the access to the health services by the population affected by racial, socio-economic conditions that arrive in the health services with the disease in an advanced stage, when the survival probability is very small. The conclusion is that for the effective fight against the disease governmental policies such as the PNCCU are necessary, and that the universality of the assistance be guaranteed, mainly to the socially disadvantaged population.

Em 2002, o Estado de Mato Grosso aderiu à segunda fase de intensificação Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero (PNCCU) como medida de enfrentamento das altas taxas da doença e de morte por neoplasia cervical. Com o objetivo de analisar os principais resultados do PNCCU, foi feito um estudo em duas partes. A primeira parte teve como objetivo levantar o perfil da doença e a cobertura do exame rastreamento pelo PNCCU no Estado. Os objetivos da segunda parte foram: analisar o seguimento clínico da população rastreada, analisar as diferentes características evolutivas da doença associadas aos fatores sócio-demográficos e clínicos, bem como analisar o risco de óbito e a taxa de sobrevida estratificada pelas variáveis sócio-demográficas e clínicas das mulheres que apresentaram carcinoma invasivo. Na primeira parte, foi utilizado estudo do tipo transversal e na segunda parte, foi realizado um estudo de coorte. O período do estudo compreendeu de 2002 a 2007 e abrangeu todos os municípios do Estado de Mato Grosso. A população estudada na primeira fase do estudo correspondeu todas as mulheres que fizeram o exame de rastreamento no ano de 2002. Na segunda parte do estudo, a população correspondeu a uma amostra aleatória representativa das mulheres que apresentaram alterações citológicas na primeira fase do estudo, totalizando 323 mulheres. A fonte de dados utilizada foi o sistema de informação oficial de saúde, dentre eles o SISCOLO, SIM, APAC, além de dados oficiais da Secretaria Estadual de Saúde/MT (SES/MT), dados disponíveis no site do INCA e do DATASUS e prontuários clínicos. Para análise estatística dos dados foram utilizadas técnicas descritivas e inferenciais. Na parte descritiva foram utilizados tabelas, gráficos e medidas de posição e de dispersão. Para avaliar a o risco de adoecer por carcinoma cervical invasor foi utilizado regressão logística univariada e multivariada. Para analisar a taxa de sobrevida global foi utilizado o estimador de Kaplan-Meier e para analisar os fatores prognósticos, foi utilizado o modelo de riscos proporcionais de Cox. Dentre os principais resultados, destaca-se que no período estudado, Mato Grosso apresentou taxas de incidência elevadas, acima da média nacional. Os dados do seguimento clínico mostraram os diferentes desfechos, dentre eles, destaca-se que: entre as 323 mulheres, 18 (6,2%) foram a óbito tendo o câncer do colo do útero como causa básica da morte. Foi analisado o risco de a doença evoluir para o carcinoma invasor, segundo as variáveis sócio-demográficas e clínicas, sendo que as variáveis: faixa etária, estado civil, tabagismo, menarca e município foram as que apresentaram forte associação com a doença na fase invasora. Já na análise de sobrevivência, a taxa de sobrevida global em 60 meses, estimada pelo método de Kaplan-Meier, foi de 66,7%. No modelo final de risco proporcional de Cox, as variáveis com maior risco de óbito foi o estágio avançado da doença e a raça/cor. Estes dados levam a concluir que a doença no Estado de Mato Grosso tem uma determinação social muito grande, considerando a dificuldade de acesso aos serviços de saúde da população desfavorecida pelas condições raciais, sócio-econômicas, e chegam aos serviços com a doença em fase adiantada, quando a chance de sobrevivência é muito pequena. Conclui-se que para o efetivo combate a doença são necessárias políticas governamentais, como o PNCCU, que garantam a universalidade da assistência, principalmente da população desfavorecida socialmente.
Palavra-chave Taxa de sobrevivência
Cytological exam (Papanicolaou test)
Exame citológico (Papanicolaou)
Prevention
Prevenção
Survival rate
Cervical neoplasia
Câncer do colo do útero
Esfregaço vaginal
Vaginal smears
Uterine cervical neoplasms
Uterine cervical neoplasms/prevention & control
Neoplasias do colo do útero/prevenção & controle
Idioma Português
Data de publicação 2010-10-28
Publicado em NAKAGAWA, Janete Tamami Tomiyoshi. Avaliação do Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero no Estado de Mato Grosso: impacto sobre o perfil da doença. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 146 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9095

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-097a.pdf
Tamanho: 876.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-097b.pdf
Tamanho: 632.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-097c.pdf
Tamanho: 2.062MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta