Avaliação do cumprimento das regras da autorregulamentação publicitária propagandas de bebidas alcoólicas veiculadas na televisão brasileira

Avaliação do cumprimento das regras da autorregulamentação publicitária propagandas de bebidas alcoólicas veiculadas na televisão brasileira

Título alternativo Assessment of self-regulatory code violations in Brazilian television alcohol advertisements
Autor Vendrame, Alan Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Streinger, Ilana Pinsky Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psiquiatria e psicologia médica – São Paulo
Resumo Introduction: the relationship of alcoholic beverages advertisements and alcohol consumption by children and adolescents as well as the control system of this type of advertising are covered in this study. Objectives: to investigate the relationship of alcohol advertisements broadcast on Brazilian television with the consumption of alcohol by adolescents. Evaluate compliance with the rules of the marketing self-regulated code in the top 5 most popular beer advertisements among adolescents and to develop methodology for independent monitoring of these advertisements. Perform a systematic review of international literature on self-regulation and alcohol advertisements. Method: the methodology was divided in three parts. At first, 133 adolescents aged 14 to 17 years saw 32 advertisements for beer and ice and recorded for each one, how much they liked (scores of zero to ten) and how many times it had seen before (attractiveness and exposure, respectively); also recorded demographic data and alcohol consumption. In the second part, 232 adolescents in the same age group watched the first five most popular commercial displayed (previous step) and responded questions designed to assess the rules of the Brazilian self-regulated code. In the last part, were performed a literature review of published articles on the self-regulation for alcohol advertisements, between the years 1999 and 2010 in Medline, SciELO, Camy and Google Scholar. Results: the five most popular advertisements had already been assisted previously, which did not occur with the least popular, besides, among the five most popular grades were assigned significantly higher for adolescents who consumed beer in the last month. The study also showed that the five most popular advertisements by adolescents significantly violated the rules of the Brazilian self-regulated code: 16 rules evaluated, 11 were violated. Similarly, the works gathered in a systematic review of international literature showed that self-regulation is failure. Conclusions: the study presented groundbreaking data on the relationship between alcohol advertising in Brazil and alcohol consumption by adolescents and developed a method that may allow independent monitoring of compliance of self-regulation on alcohol advertisements, for low cost and by untrained people. These data provide important scientific evidence, supporting the implementation of public policies to prevent alcohol use by children and adolescents as well as to control the advertising of alcoholic beverages in Brazil.

Introdução: a relação das propagandas de bebidas alcoólicas com o consumo de crianças e adolescentes, bem como o sistema de controle deste tipo de publicidade, são abordados nesse estudo. Objetivos: investigar a relação das propagandas de bebidas alcoólicas veiculadas na televisão brasileira com o consumo de álcool por adolescentes. Avaliar o cumprimento das regras do código de autorregulamentação publicitária nas propagandas de cerveja mais populares entre os adolescentes, bem como desenvolver metodologia para monitoramento independente dessas propagandas. Realizar revisão sistemática da literatura internacional sobre a autorregulamentação e as propagandas de bebidas alcoólicas. Metodologia: a metodologia foi dividida em três partes. Na primeira, 133 adolescentes, com idade entre 14 e 17 anos, assistiram 32 propagandas de cerveja e bebidas do tipo ice e registraram, para cada uma, o quanto gostavam da propaganda (notas de zero a dez) e quantas vezes já haviam assistido anteriormente (apreciação e exposição, respectivamente); além disso, registraram dados demográficos e de consumo de álcool. Na segunda parte, 232 adolescentes na mesma faixa etária assistiram os cinco primeiros comerciais mais apreciados e exibidos (etapa anterior) e responderam, para cada propaganda, questões desenvolvidas para avaliar as regras do código brasileiro de autorregulamentação publicitária. Na última parte, foi realizado um levantamento bibliográfico de artigos publicados sobre a autorregulamentação para as propagandas de bebidas alcoólicas, entre os anos de 1999 e 2010, nas bases de dados Medline, SciELO, Camy e Google Scholar. Resultados: as cinco propagandas mais apreciadas já tinham sido assistidas anteriormente, o que não ocorreu com as menos pontuadas; ademais, entre as cinco mais apreciadas, notas estatisticamente maiores foram atribuídas pelos adolescentes que consumiram cerveja no último mês. O estudo mostrou, ainda, que as cinco propagandas mais apreciadas pelos adolescentes violaram significativamente as regras do código brasileiro de autorregulamentação publicitária: das 16 regras avaliadas, 11 foram violadas. No mesmo sentido, os trabalhos reunidos na revisão sistemática da literatura internacional mostraram que a autorregulamentação é falha no controle das propagandas de bebidas alcoólicas. Conclusões: o estudo apresentou dados pioneiros sobre a relação da publicidade de bebidas alcoólicas no Brasil e o consumo de álcool por adolescentes, bem como desenvolveu metodologia capaz de possibilitar monitoramento independente do cumprimento das regras da autorregulamentação publicitária nas propagandas de bebidas alcoólicas, relativamente a baixo custo e por pessoas não-treinadas. Esses dados fornecem importantes evidências científicas, subsidiando a implantação de políticas públicas de prevenção ao uso de álcool por crianças e adolescentes, bem como para o controle da publicidade de bebidas alcoólicas no Brasil.
Palavra-chave Adolescente
Propaganda
Regulamentação da publicidade
Álcool
Políticas públicas
Controle da publicidade de produtos
Etanol
Adolescent
Propaganda
Products publicity control
Ethanol
Public policies
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número do financiamento FAPESP: 03/06250-7
FAPESP: 04/13564-0
Data de publicação 2010-06-30
Publicado em VENDRAME, Alan. Avaliação do cumprimento das regras da autorregulamentação publicitária propagandas de bebidas alcoólicas veiculadas na televisão brasileira. 2010. 123 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 123 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9076

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-138.pdf
Tamanho: 1.928MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta