Avaliação de mediadores da resposta inflamatória em gestantes diabéticas

Avaliação de mediadores da resposta inflamatória em gestantes diabéticas

Título alternativo Evaluation of inflammatory response mediators in diabetics pregnant women
Autor Gueuvoghlanian-Silva, Bárbara Yasmin Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Daher, Silvia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (obstetrícia) – São Paulo
Resumo Background: Adiponectin is involved in glycemic regulation and in the physiopathology of obesity. Adiponectin gene polymorphisms may influence the expression of this molecule. The aims of this study were to assess adiponectin +45 (rs2241766) and -11377 (rs266729) gene polymorphisms and adiponectin serum levels in Brazilian women with gestational diabetes (GD) according to the patients´ prepregnancy body mass index (BMI). Methods: This case-control study involved 79 GD patients and 169 healthy pregnant controls (C) grouped according to BMI (normal < 25 and obese ≥ 25). Genomic DNA was extracted from peripheral blood, and polymorphisms genotyping were obtained by digesting PCR products with the following restriction endonucleases: SmaI (+45) and HhaI (-11377). Adiponectin serum levels were determined by ELISA. Data were analyzed by Mann-Whitney, chi-square or Fisher tests; p<0.05 was considered significant. Results: When both groups were analyzed, adiponectin serum levels were higher in C than in GD women (p=0.0004). Adiponectin serum levels were higher in normal weight versus obese women, both in the C (p=0.01) and in GD (p=0.03) groups, as well as in normal weight C versus normal weight GD (p=0.03) and in obese C compared to obese GD women (p=0.01). Conclusions: Our data suggest that there were no associations between GD and the analyzed gene polymorphisms. There was a significant association between adiponectin -11377 gene polymorphism and adiponectin levels in healthy pregnant women. GD women have decreased adiponectin levels independently of BMI.

Objetivo: determinar se polimorfismos relacionados aos genes codificadores de Adiponectina (+45 e -11377), IL-10 (-1082), IL-6 (-174) e TNFA (-308) estão associados à ocorrência de diabetes gestacional (DG), diabetes mellitus tipo 1 (DM1) e diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Além disso, pretendemos avaliar nestes pacientes a expressão destes fatores inflamatórios durante o terceiro trimestre gestacional, considerando o índice de massa corpórea (IMC) pré-gestacional. Métodos: Este estudo teve caráter tipo caso-controle e incluiu 79 pacientes com DG, 26 com DM1, 19 com DM2 e 169 mulheres sem patologia sistêmica ou obstétrica (C), e com história de duas ou mais gestações sem intercorrências como controles. O DNA genômico foi extraído de sangue periférico por método de DTAB/CTAB, e as genotipagens foram realizadas por técnica de PCR-RFLP. Para a análise dos resultados foram aplicados os testes qui-quadrado (χ2), exato de Fischer e Mann-Whitney, tendo sido adotado o nível de significância de p<0,05. Resultados: Não houve associação entre DG, DM1 e DM2 e qualquer um dos polimorfismos analisados. Os níveis séricos de adiponectina foram maiores no grupo controle do que em DG (p=0,0004) e DM2 (p=0,005). As concentrações de adiponectina de gestantes com DM1 também foram maiores do que em DG (p=0,0009) e DM2 (p=0,01). Tais diferenças persistiram considerando-se o IMC pré-gestacional, inclusive quando confrontados gestantes eutróficas ou obesas, entre si. Os níveis de IL-10, IL-6 e TNFA em sobrenadantes de cultura não diferiram entre os grupos C, DG, DM1 e DM2. Conclusões: Não houve associação entre nenhum dos polimorfismos analisados e DG, DM1 e DM2. Os grupos de estudo apresentaram diferenças entre si quanto aos níveis séricos de adiponectina, mas não quanto à produção de IL-10, IL-6 e TNFA.
Palavra-chave Adiponectina
Citocinas
Diabetes gestacional
Inflamação
Polimorfismo genético
Adiponectin
Inflammation
Obesity
Polymorphism
Gestational diabetes
Obesidade
Cytokines
Diabetes Mellitus
Diabetes Mellitus
Gravidez
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Número do financiamento FAPESP: 08/55888-8
Data de publicação 2010-09-29
Publicado em GUEUVOGHLANIAN-SILVA, Bárbara Yasmin. Avaliação de mediadores da resposta inflamatória em gestantes diabéticas. 2010. 151 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 151 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9062

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-295.pdf
Tamanho: 1.930MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta