Avaliação da expressão de sistemas de efluxo para resistência antimicrobiana entre amostras clínicas de Pseudomonas aeruginosa

Avaliação da expressão de sistemas de efluxo para resistência antimicrobiana entre amostras clínicas de Pseudomonas aeruginosa

Título alternativo Evaluation of efflux pumps expression for antimicrobial resistance among Pseudomonas aeruginosa clinical isolates
Autor Xavier, Danilo Elias Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gales, Ana Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia - São Paulo
Resumo Multidrug efflux pumps have become increasingly recognized as a major component of resistance among P. aeruginosa. This study investigated the expression level of efflux systems among clinical isolates of P. aeruginosa. Sixty P. aeruginosa isolates were collected from patients with bloodstream infections hospitalized at a Brazilian teaching hospital between July and December 2005. Antimicrobial susceptibility profile was determined by CLSI agar dilution. Genetic relatedness among P. aeruginosa isolates was accessed by PFGE. Transcription levels of four efflux pumps (mexB, mexD, mexF, mexY), oprD and ampC were measured by real time PCR and compared to those of P. aeruginosa ATCC 27853. Detection of acquired metallo-â-lactamases (MâL) was carried out by PCR. Aztreonan (MIC50, 8 ìg/mL; 65% susceptible) exhibited the highest in vitro activity against P. aeruginosa. Only 48.4% of the P. aeruginosa strains were susceptible to imipenem (MIC50, 8 ìg/mL) and meropenem (MIC50, 8 ìg/mL). The MâL genes blaSPM and blaIMP were detected in 23.3% and 1.7% P. aeruginosa isolates, respectively. The overexpression of MexXY-OprM (60%) system was the most frequently detected followed by those of MexAB-OprM (31.7%) and MexCD-OprJ (18.3%) systems. Overexpression of both MexAB-OprM and MexXY-OprM efflux systems was observed in 16.7% of P. aeruginosa isolates. None of the strains overexpressed MexEF-OprN. Hyperexpression of AmpC beta-lactamase was observed in 90% of P. aeruginosa. In contrast, a decrease in the OprD expression was observed in 35% of P. aeruginosa tested and in 50% of the carbapenem-resistant P. aeruginosa isolates. This study shows that the overexpression of efflux systems coupled with AmpC and MâL production effectively contributes to the multi-drug resistant phenotype exhibited by P. aeruginosa clinical strains.

Objetivo: A expressao de sistemas de efluxo tem sido reconhecida com um importante mecanismo de resistencia antimicrobiana entre isolados clinicos de P. aeruginosa. Este estudo investigou a expressao de sistemas de efluxo entre amostras clinicas de P. aeruginosa. Metodos: Sessenta amostras clinicas de P. aeruginosa isoladas de infeccao da corrente sanguinea de pacientes hospitalizados no Hospital Sao Paulo/UNIFESP entre julho e dezembro de 2005 foram avaliadas. O perfil de sensibilidade bacteriana foi determinado utilizando-se da tecnica de agar diluicao de acordo com as recomendacoes do CLSI 2006. A quantificacao da expressao genica foi determinada pela tecnica de qRT-PCR para os genes dos quatro sistemas de efluxo avaliadas bombas de efluxo (mexB, mexD, mexF, mexY), oprD and ampC e comparada a expressao desses genes nas cepas de P. aeruginosa ATCC 27853 e PAO1. A presenca de genes codificadores de metalo-ƒÀ-lactamases (MƒÀL) foi investigada atraves do teste de hidrolise enzimatica dos carbapenens e confirmada por PCR. A relacao genetica entre os isolados foi avaliada pela tecnica de PFGE. Resultados: O aztreonam (MIC50, 8 ƒÊg/mL; 65% de sensibilidade) demonstrou possuir a melhor atividade in vitro contra os isolados de P. aeruginosa testadas. Somente 48,4% dos isolados de P. aeruginosa eram sensiveis ao imipenem e meropenem (MIC50, 8 ƒÊg/mL). A presenca dos genes blaSPM e blaIMP, que codificam MƒÀL, foi detectada em 23,3% e 1,7% dos isolados de P. aeruginosa, respectivamente. A hiperexpressao do sistema de efluxo MexXY-OprM (60%) foi a mais frequente entre os isolados, seguida pela hiperexpressao dos sistema MexAB-OprM (31,7%) e MexCD-OprJ (18,3%). A hiperexpressao simultanea dos sistemas MexAB-OprM e MexXY-OprM foi observado em 16,7% dos isolados de P. aeruginosa. Nenhum dos isolados avaliados apresentaram hiperexpressao do sistema MexEF-OprN. A ƒÀ-lactamase AmpC estava hiperexpressa em 90% dos isolados clinicos avaliados, enquanto, a reducao da expressao de OprD foi observada em 35% das P. aeruginosa testadas e em 50% daquelas que apresentaram resistencia aos carbapenens. Conclusao: Esse estudo sugere que a hiperexpressao dos sistemas de efluxo em P. aeruginosa, esta associada a outros mecanismos de resistencia, como a hiperexpressao de AmpC e producao de MƒÀL, e contribui efetivamente para o fenotipo de resistencia a multiplos antimicrobianos em amostras clinicas de P. aeruginosa.
Assunto Expressão gênica
Pseudomonas aeruginosa
Resistência antimicrobiana
Bombas de efluxo
Resistência microbiana a medicamentos
Bombas de fluxo misto
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número do financiamento FAPESP: 2006/06171-8
Data 2008-03-26
Publicado em XAVIER, Danilo Elias. Avaliação da expressão de sistemas de efluxo para resistência antimicrobiana entre amostras clínicas de Pseudomonas aeruginosa. 2008. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2008.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 113 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9023

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-10930.pdf
Tamanho: 1.566Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta