Avaliação da efetividade do laser de baixa intensidade nas mãos de pacientes com artrite reumatoide: estudo controlado randomizado duplo-cego

Avaliação da efetividade do laser de baixa intensidade nas mãos de pacientes com artrite reumatoide: estudo controlado randomizado duplo-cego

Título alternativo Assessment of the effectiveness of low-level laser therapy on the hands of patients with rheumatoid arthritis: a randomized double-blind controlled trial
Autor Meireles, Sandra Mara Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Natour, Jamil Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Rheumatoid arthritis is a chronic inflammatory disease that causes pain and affects functionality. The literature suggests that low-level laser therapy offers analgesic and anti-inflammatory benefits. A number of studies have shown that this type of laser therapy contributes toward the treatment of the disease. Results, however, remain controversial. Objective: Assess the effectiveness of low-level laser therapy on pain reduction and improvement in function in the hands of patients with rheumatoid arthritis. Material and Methods: A randomized double-blind controlled trial was carried out on 82 patients with rheumatoid arthritis. The experimental group was submitted to the application of laser therapy, whereas the control group received a placebo laser. An Aluminum Gallium Arsenide laser was used, at a wavelength of 785 nm, dose of 3 J/cm2 and mean power of 70 mW. Patients, therapist and evaluator were all blind to group allocation. Treatment was carried out twice a week for two months. Patients were assessed at the beginning and end of treatment with regard to the following parameters: pain, morning stiffness, grip strength, pinch strength, range of motion, inflammation, perimetry, function, overall hand condition and dexterity. At the end of treatment, the degree of patient satisfaction and the impression of improvement from the perspective of the therapist were analyzed. Results: The groups were homogenous at the beginning of the study with regard to the main variables (p > 0.05). There were no statistically significant differences between groups in 96% (157 of 163) of the measurements taken at the end of the intervention; the following variables were the exceptions: favoring the experimental group – inflammation of the interphalangeal joint of the right thumb (p = 0.012) and perimetry of the interphalangeal joint of the left thumb (p = 0.013); and favoring the control group – flexion of the proximal interphalangeal joint of the right fifth finger (p = 0.021), perimetry of the third proximal interphalangeal joint of the right hand (p = 0.044), grip strength in the left hand (p = 0.010) and the Work domain of the Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand (DASH) questionnaire (p = 0.010). There were statistically significant differences in the intra-group analysis for most of the measurements (p < 0.05). Conclusion: We conclude that low-level Aluminum Gallium Arsenide laser therapy is not effective at the wavelength, dosage and power studied for the treatment of hands among patients with rheumatoid arthritis.

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória crônica que apresenta, entre outros fatores, dor e funcionalidade alterada. A literatura sugere que o laser de baixa intensidade apresente efeitos analgésicos e antiinflamatórios. Alguns estudos mostram que esse tipo de laser contribui para o tratamento dessa doença, ainda, porém, com resultados controversos. Objetivo: avaliar a efetividade do laser de baixa intensidade na diminuição da dor e melhora da função nas mãos de pacientes com artrite reumatóide. Material e Métodos: através de um estudo controlado, randomizado e duplo-cego, foram estudados 82 pacientes com o diagnóstico de artrite reumatóide. O grupo experimental utilizou a aplicação de laser e o grupo-controle foi submetido à aplicação de laser placebo. Foi utilizado o laser Arseneto de Gálio e Alumínio com comprimento de onda de 785nm, dosagem de 3J/cm2 e potência média de 70mW. Pacientes, terapeuta e avaliador foram cegos. O tratamento teve a duração de 2 meses e foi realizado 2 vezes por semana. Os pacientes foram avaliados, no início e no final do tratamento, por meio dos parâmetros: dor, rigidez matinal, força de preensão palmar, força de pinça, amplitude de movimento, inflamação, perimetria, função, estado global da mão e destreza. No final do tratamento, foram avaliados grau de satisfação do paciente e impressão de melhora sob o ponto de vista do terapeuta. Resultados: Os grupos foram homogêneos no início do estudo no que se refere às principais variáveis (p > 0,05). Não houve diferenças, estatisticamente significantes, entre os grupos em 96% (157 em 163) das medidas realizadas, exceto nas variáveis: a favor do grupo experimental: inflamação da interfalângica do polegar à direita (p = 0,012) e a perimetria da interfalângica do polegar esquerdo (p = 0,013); a favor do grupo-controle: flexão da interfalângica proximal do quinto dedo à direita (p = 0,021), perimetria da terceira interfalângica proximal à direita (p = 0,044), força de preensão palmar à esquerda (p = 0,010) e questionário Disabilities of the Arm, Shoulder, and Hand (DASH) no domínio trabalho (p = 0,010). Na maioria das medidas, pudemos observar diferenças, estatisticamente significantes, na análise intragrupos (p < 0,05). Conclusão: Concluímos que o laser de baixa intensidade Arseneto de Gálio e Alumínio, no comprimento de onda, dosagem e potência estudadas, não é efetivo para o tratamento das mãos de pacientes com artrite reumatóide.
Assunto Artrite reumatóide
Ensaio controlado aleatório
Mãos
Laser de baixa intensidade
Idioma Português
Data 2008-01-30
Publicado em Meireles, Sandra Mara. Avaliação da efetividade do laser de baixa intensidade nas mãos de pacientes com artrite reumatóide: estudo controlado randomizado duplo-cego. 2008. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2008.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 127 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9014

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-9014a.pdf
Tamanho: 210.3Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014b.pdf
Tamanho: 339.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014c.pdf
Tamanho: 557.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014d.pdf
Tamanho: 639.5Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014e.pdf
Tamanho: 1.583Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014f.pdf
Tamanho: 1.834Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014g.pdf
Tamanho: 2.033Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-9014h.pdf
Tamanho: 1.652Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)