Atenção compartilhada: Estudo comparativo entre lactentes Pré-termo e termo

Atenção compartilhada: Estudo comparativo entre lactentes Pré-termo e termo

Título alternativo Joint Attention: Comparative study between preterm and full term infants
Autor Simões, Juliana Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Perissinoto, Jacy Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To verify prematurely born infant’s development between 8 and 18 chronological age compared to a group of full term infants relatively to Social Communication skills, namely: Joint Attention, Behavioural Requests, Social Interaction and Social Imitation as well as examine risk and protection factors associated to these skills. Methods: Preterm (GI) and full term infants’ (GII) performances were assessed with the “Early Social Communication Scale” (ESCS) and compared relatively to initiating and responding to Social Communication Skills. The ESCS was translated to Portuguese and adapted exclusively to be used in this study. GI and GII behaviors were videotaped, codified and scored. Statistics analysis aimed to: compare both GI and GII performances on the Social Communication skills; verify performance differences between genders; investigate differences among ages ranging from 8 to 11 months, 12 to 15 months and 16 to 18 months and identify the correlation between age and performance. Possible risk and protection factors were also taken in account and correlations analysis were conducted in order to investigate any associations. Results: Statistically significant differences were observed between the groups for several elements pertaining to the tested skills, GII having advantage mainly in joint attention and behavioral request skills. There were associations between risk factors and the skills performance affecting mainly the behavioral request skills. Some protection factors demonstrated to be associated to the performance of social communication skills. Conclusion: GI individuals presented poorer results among several Social- Communication skills. The progress pace of Social-Communication Skills within preterm individuals was different when compared to the full term individuals. Several risk factors, namely, gestational age, weight, hospitalization permanency time, incubator permanency time, oxygen therapy time, clinical sepsis and neurological impairment influenced the development of these tested skills. The protection factors, namely, attending school, time of education, day period of school and father’s education influenced some of the tested skills.

Objetivo: Verificar o desenvolvimento de lactentes nascidos prematuramente, na idade cronológica de 8 a 18 meses, comparando-os a lactentes nascidos a termo, quanto às Habilidades de Atenção Compartilhada, a saber: Atenção conjunta, Pedido, Interação social e Imitação e examinar fatores de risco e de proteção associados a estas habilidades. Métodos: Foi utilizada a Escala de Comunicação Social Precoce (ESCS), traduzida e adaptada para esta pesquisa, com a ciência do autor, para avaliação de desempenho entre grupos de sujeitos pré-termo (GI) e sujeitos termo (GII), realizando análise comparativa entre eles quanto às habilidades de iniciativa e resposta a elementos de Atenção Compartilhada. Os comportamentos foram registrados por meio de filmagem em vídeo e, em seguida, foram codificados e pontuados. A análise estatística buscou comparar o desempenho nas habilidades de Atenção Compartilhada entre os dois grupos de lactentes, verificar diferença de desempenho entre os sexos, investigar diferença entre os grupos em faixas de idade distintas de 8 a 11 meses, 12 a 15 meses e 16 a 18 meses e verificar a correlação entre idade e desempenho. Foram considerados ainda possíveis fatores de risco e proteção e realizada análises de correlação para investigar associações. Resultados: Foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os grupos para diversos elementos das habilidades testadas, com vantagem para o GII principalmente em habilidades de atenção conjunta e pedido. Houve associação entre os fatores de risco e o desempenho nas habilidades incidindo principalmente sobre as habilidades de pedido. Alguns fatores de proteção estiveram associados ao desempenho nas habilidades de Atenção Compartilhada. Conclusões: Os sujeitos do GI apresentaram piores resultados em várias das habilidades de Atenção Compartilhada. O desenvolvimento das habilidades de Atenção Compartilhada em sujeitos pré-termo ocorreu em ritmo diferente quando comparado aos sujeitos termo. Diversos fatores de risco, a saber, idade gestacional, peso, dias de internação, tempo de incubadora, tempo de oxigenoterapia, sepse clínica e diagnóstico neurológico alterado tiveram influência no desenvolvimento destas habilidades. Os fatores de proteção, a saber, frequencia em escola, tempo de escola, período escolar, e escolaridade do pai influenciaram algumas das habilidades de Atenção Compartilhada avaliadas.
Palavra-chave Prematuro/Crescimento e Desenvolvimento
Comportamento do Lactente/Psicologia
Comunicação Não Verbal
Linguagem
Idioma Português
Data de publicação 2010-02-24
Publicado em SIMÕES, Juliana Maria. Atenção compartilhada: Estudo comparativo entre lactentes Pré-termo e termo. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8992

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-038a.pdf
Tamanho: 899.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-038b.pdf
Tamanho: 1.727MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta