Aspectos Imunológicos da co-infecção do Mycobacterium leprae e o vírus da imunodeficiência humana

Aspectos Imunológicos da co-infecção do Mycobacterium leprae e o vírus da imunodeficiência humana

Título alternativo Immune aspects in coinfection of Mycobacteirum lepare and human immunodeficiency virus
Autor Carvalho, Karina Inacio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Kallas, Esper Georges Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia – São Paulo
Resumo The immune response characteristics in patients infected with Mycobacterium leprae and human immunodeficiency virus (HIV) is not elucidated. The aim of this study was to evaluate different immune parameters in the overlapping of both diseases. In the first paper we observaded The co-infected group exhibited lower CD4:CD8 ratio, higher levels of CD8 T-cell activation, increased V1: V2 T cell ratio and lower percentage of plasmacytoid dendritic cells, compared to HIV-1 infected subjects. Across infected groups, IL-4 production by CD4 T lymphocytes was positively correlated with the percentage of effector memory CD4 T cells, suggesting antigenically-driven differentiation of such T cell population in both HIV-1 and M. leprae infections. Co-infection with M. leprae may exacerbate the immunopathology of HIV-1 induced disease. A T helper 2 (Th2) bias in the CD4 T-cell response was evident in both HIV-1-infection and leprosy, but no additive effect was apparent in co-infected patients. Subsequently, we evaluated quantitatively and qualitatively the NKT cells from innate immune response in HIV-infected subjects and healthy controls. The frequencies of NKT cells secreting IFN- and TNF- were significantly lower in HIV-1-infected subjects and the magnitude of the IFN- production was negatively correlated with the number of years of infection, suggesting that NKT cell function is progressively lost over time. NKT cell responses in HIV-1 infected subjects were essentially normal after treatment with Phorbol12-Myristate13- Acetato (PMA) and ionomycin, suggesting that defective TCR-signaling was the underlying defect in the cytokine production. The lower levels of the NKT Th1 response correlated with higher CD161 expression, suggesting a role for this inhibitory receptor in regulating NKT cell responsiveness. Finally, we have investigated the NKT cells in the context of HIV and M. leprae coinfection. The volunteers were enrolled into four groups: twenty-seven healthy controls, seventeen HIV seropositive patients, seventeen patients with leprosy, and twenty-three co-infected patients with leprosy and HIV-1 infection. Flow cytometric and ELISPOT assays were performed in stored PBMC. We demonstrated that coinfected patients have reduced NKT cells in the peripheral blood when compared to healthy subjects and leprosy monoinfected patients. On the other hand, NKT cells from coinfected patients secrete more IFN- when compared to leprosy monoinfected patients. These results suggest that NKT cells are highly active in coinfected patients, although occurring in lower frequency in the peripheral blood.

As características da resposta imunológica em pacientes infectados pelo Mycobacterium leprae e pelo virus da imunodeficiência humana (HIV) não estão bem elucidadas. O objetivo geral desta tese foi avaliar diferentes parâmetros imunológicos na interação destas doenças. Inicialmente avaliamos a imunidade celular em quatro grupos de pacientes dividos em: indivíduos saudáveis, monoinfectados pelo Mycobacterium leprae, monoinfectados pelo virus da imunodeficiência humana e coinfectados pelo M. leprae e HIV. Observamos que o grupo coinfectado apresentou diminuição da razão de células CD4:CD8, aumento de níveis de ativação em células T CD8+, aumento da razão de células T V1:V2 e diminuição da porcentagem de células dendríticas plasmocitóides, comparadas com o grupo de indivíduos monoinfectados pelo HIV-1. A produção de IL-4 por linfócitos T CD4+ foi correlacionado positivamente com a porcentagem de subpopulações de memória efetora de células T CD4+, sugerindo diferenciação antigênica da população de células T em ambas as infecções de HIV-1 e M. leprae. A coinfecção por M. leprae pode exacerbar a imunopatologia da doença induzida pelo HIV-1. Houve uma tendência na expressão de citocinas Th2 na resposta de células T CD4+ em ambas infecções de M. leprae e HIV-1, mas não obtivemos efeitos aparentes nos pacientes coinfectados. No trabalho subsequente, avaliamos de forma quantitativa e qualitativa as células NKT da imunidade inata nos indivíduos saudáveis e infectados pelo HIV. A frequência de células NKT que secretam IFN- e TNF- estava significantemente diminuída em pacientes HIV-1 quando comparados com os indivíduos saudáveis. A magnitude da resposta de IFN- teve correlação inversa com o número de anos da infecção, sugerindo que a função das células NKT está diminuída progressivamente ao longo do tempo. Não houve alteração na resposta das células NKT dos indivíduos infectados pelo HIV após tratamento com Forbol12-Miristato13-Acetato (PMA) e ionomicina, sugerindo um defeito no sinal do TCR prejudicando a produção de citocina. Foi observado uma diminuição na magnitude da resposta com produção de citocinas Th1 pelas células NKT quando correlacionado com a expressão de CD161, sugerindo um mecanismo inibitório deste receptor na regulação da resposta de células NKT. Por último, nós demonstramos que pacientes coinfectados tem redução da frequência de células NKT no sangue periférico, quando comparados com indivíduos saudáveis e pacientes monoinfectados pelo M. lepare. Por outro lado, as células NKT de pacientes coinfectados secretam mais IFN- quando comparadas com pacientes monoinfectados pelo M. lepare. Estes resultados sugerem que as células NKT têm atividade aumentada em pacientes coinfectados, contudo em frequência diminuída no sangue periférico.
Palavra-chave Citometria de fluxo
Células NKT
Mycobacterium leprae
Imunidade inarta
Células matadoras naturais
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2008-08-27
Publicado em CARVALHO, Karina Inacio. Aspectos imunológicos da co-infecção do Mycobacterium leprae e o vírus da imunodeficiência humana. 2008. 111 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8980

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-10949.pdf
Tamanho: 1.710MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta