Aspectos histomorfológicos e imunohistoquimicos da adrenal de ratas pinealectomizadas e tratadas com melatonina

Aspectos histomorfológicos e imunohistoquimicos da adrenal de ratas pinealectomizadas e tratadas com melatonina

Título alternativo Histomorphologic and imunohistochemical aspects of the pinealectomized female rat adrenal after treatment with melatonin.
Autor Fuchs, Luiz Fernando Portugal Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: The pineal gland is the modulator of mammal’s reproduction, it has some influence in gonads and in the estrous cycle thru hipotalamus-ovary-adrenal axis. Objectives: The objective of this study is to analyze the histomorphology and imunnohistochemical of the pinealectomized and treated with melatonin female rat’s adrenals. Material and methods: Forty adult female rats were divided in 4 groups of 10 animals each. GI – no surgery intervention, with vehicle administration; GII – falsely pinealectomized with vehicle administration; GIII – pinealectomized with vehicle administration; GIV – pinealectomized with melatonin administration (10μg/animal) during the night. After 60 days of experiment, all animals where anesthetized, and the adrenal removed and fixed in 10% formaldehyde. After histological processing to be embedded in paraffin, some slides were stained by H.E. and others submitted to imunnohistochemical to detection of Caspase-3 clivated (apoptosis) and vascular endothelial growth factor VEGF. The obtained data were submitted to statistics (P<0,05). Results: Morphologically, there weren’t modifications in the glomerulosa zone in any of the studied groups. In GIII there was a slightly increase of the adrenal size and the reticularis zone presented with volumous nucleus rich in eurocromatin. In GIV those findings from the previous group had been reversed. In immunohistochemical, there was a decrease in apoptosis detected by Caspase-3 in the GIII (fasciculate zone) and GIV (fasciculata and reticularis zone). VEGF had its smaller reaction in the reticularis zone in all groups, the only difference being the fasciculate zone in GIII, which had shown an increase of the reaction. Conclusion: our data suggests that exogenous melatonin can reverse the effects of pinealectomy.

Introdução: A pineal, moduladora da reprodução em mamíferos, influencia as gônadas e a ciclicidade estral por intermédio de alterações no eixo hipotálamo-ovário-adrenal. Objetivo: analisar a histomorfologia e a imunohistoquímica da adrenal de ratas pinealectomizadas e tratadas com melatonina. Material e métodos: foram utilizadas 40 ratas adultas, divididas em 4 grupos de 10 animais cada, a saber: GI – sem intervenção cirúrgica, com administração do veículo; GII – falsamente pinealectomizados com administração do veículo; GIII – pinealectomizados tratados com veículo; GIV- pinealectomizados com administração de melatonina (10μg/animal) durante a noite. Após 60 dias de experimento, todos os animais foram anestesiados, e a adrenal retirada e fixada em formol tamponado a 10%. Após processamento histológico para inclusão em parafina, os cortes foram corados pelo H.E e outros submetidos a métodos imunohistoquímicos para detecção da Caspase-3-clivada (apoptose) e fator de crescimento vascular (VEGF). Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (P<0,05). Resultados: morfologicamente, não houve modificações na zona glomerulosa em nenhum dos grupos estudados. No GIII, houve aumento da adrenal e da zona reticulada, com núcleos volumosos ricos em eurocromatina. No GIV houve a reversão deste quadro. Na imunohistoquímica houve queda de apoptose detectada pela Caspase-3 nos grupos GIII (zona fasciculada) e GIV (zonas fasciculada e reticulada). O VEGF teve sua menor reação na zona reticulada em todos os grupos, ocorrendo aumento da reação na zona fasciculada do GIII. Conclusão: nossos dados sugerem que a ministração exógena de melatonina reverte os efeitos da pinealectomia.
Palavra-chave Pineal
Melatonina
Glândula pineal
Ratas
Idioma Português
Data de publicação 2010-11-25
Publicado em FUCHS, Luiz Fernando Portugal. Aspectos histomorfológicos e imunohistoquimicos da adrenal de ratas pinealectomizadas e tratadas com melatonina. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 66 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8979

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-048.pdf
Tamanho: 2.055MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta