Anestesia venosa versus inalatória para ventilação monopulmonar: revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados

Anestesia venosa versus inalatória para ventilação monopulmonar: revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados

Título alternativo Intravenous versus inhalation anaesthesia for onelung ventilation: systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials
Autor Bassi, Adriana Marcondes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde baseada em evidências – São Paulo
Resumo The technique called one-lung ventilation can confine bleeding or infection to one lung, prevent rupture of a lung cyst or, more commonly, facilitate surgical exposure of the unventilated lung. During one-lung ventilation, anaesthesia is maintained either by delivering a volatile anaesthetic to the ventilated lung or by infusing an intravenous anaesthetic. It is possible that the method chosen to maintain anaesthesia may affect patient outcomes. Objectives: The objective of this review was to evaluate the effectiveness and safety of intravenous versus inhalation anaesthesia for one-lung ventilation. Search strategy: We searched the Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL) (The Cochrane Library 2006, Issue 3), MEDLINE, LILACS, EMBASE (from inception to June 2006), ISI web of Science (1945 to June 2006), reference lists of identified trials, and bibliographies of published reviews. We also contacted researchers in the field. There were no language restrictions. Selection criteria: We included randomized controlled trials and quasi-randomized controlled trials of intravenous versus inhalation anaesthesia for one-lung ventilation. Data collection and analysis: Two authors independently assessed trial quality and extracted data. We contacted study authors for additional information.

Contexto: A técnica chamada ventilação monopulmonar pode confinar uma hemorragia ou infecção a um pulmão, prevenir ruptura de um cisto pulmonar ou, mais freqüentemente, facilitar a exposição cirúrgica do pulmão não ventilado. Durante a ventilação monopulmonar, a anestesia é mantida ou pela administração de um anestésico inalatório ao pulmão ventilado, ou pela infusão de um anestésico intravenoso. É possível que o método escolhido para manter a anestesia possa afetar os desfechos em pacientes. Objetivo: Avaliar a eficácia e segurança da anestesia venosa versus inalatória para ventilação monopulmonar. Tipo de estudo: revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados. Estratégia de busca: As seguintes bases de dados foram pesquisadas: Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL), PUBMED, LILACS, EMBASE, ISI web of Science, listas de referências de ensaios identificados e bibliografias de artigos publicados. Não houve restrições de idioma. Critérios para a seleção dos estudos: Foram incluídos ensaios clínicos randomizados sobre anestesia venosa versus inalatória para ventilação monopulmonar. Análise e coleta de dados: Dois revisores avaliaram independentemente a qualidade e extraíram os dados dos estudos incluídos. Entramos em contato com os autores dos estudos para informações adicionais. Resultados: Foram incluídos nove estudos com um total de 291 participantes. Metanálises apresentaram resultados referentes apenas aos desfechos secundários preconizados no protocolo desta revisão sistemática. Conclusões: Não há evidência científica, a partir dos ensaios clínicos randomizados incluídos, que existam diferenças consistentes entre os desfechos primários analisados quanto à anestesia venosa versus anestesia inalatória durante a ventilação monopulmonar. Esta investigação sinalizou diferenças entre alguns desfechos secundários, favorecendo o uso do anestésico venoso (propofol) em relação aos agentes anestésicos inalatórios na ventilação monopulmonar, com heterogeneidade entre os estudos. Palavras-chave: Anestesia venosa, anestesia inalatória, ventilação monopulmonar, revisão sistemática, ensaio clínico.
Palavra-chave Anestesia inalatória
Ensaio clínico
Revisão sistemática
Ventilação monopulmonar
Anestesia venosa
Idioma Português
Data de publicação 2009-05-27
Publicado em BASSI, Adriana Marcondes. Anestesia venosa versus inalatória para ventilação monopulmonar: revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados. 2009. 131 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 131 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8949

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-8949.pdf
Tamanho: 3.234MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta