Análise química de nutrientes em alimentos de transição preparados no domicílio para o almoço de lactentes de dois estratos socioeconômicos de Belém, Pará

Análise química de nutrientes em alimentos de transição preparados no domicílio para o almoço de lactentes de dois estratos socioeconômicos de Belém, Pará

Título alternativo Chemical analysis of nutrients in transitional foods prepared in home for lunch of infants from two socioeconomic strata of Belém, Pará
Autor Portella, Márcia Bitar Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Morais, Mauro Batista de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objectives: The objectives of this study involving infants of two social strata in Belém, Pará were determined by chemical analysis, the nutritional composition of macronutrients, energy, sodium and iron from food prepared at home for lunch these children, and evaluate based on the information food intake, the quantitative role of transitional food as a source of energy, protein, fat, iron and sodium in relation to nutritional recommendations in the two social strata. Methods: We carried out a transversal study with 78 children aged 6 to 18 months divided into two social strata who receive transitional food prepared at home. Samples were collected food for lunch for chemical analysis. All children had their nutritional status assessed and estimated daily food intake was based on the 24 hour diet recall method. Results: The results of chemical analysis of food samples revealed iron deficiency and excess sodium in both social strata, the higher sodium content in food samples of infants in the lowest stratum. The 24 hour diet recall method showed that most infants of the two social strata consumed over 120% of energy for the estimated energy requeriments (EER) and above 120% carbohydrates of adequate intake (AI). All infants consumed more than the amount of protein and 50% recommended dietary allowances (RDA) ingest iron below the recommended dietary allowances (RDA). Regarding sodium, consumption was up 120% of the AI, the daily intake of meals of low socioeconomic strata had higher levels of sodium in the higher socioeconomic strata. The energy content from protein was found above the recommended values, the average contribution of fat is below the recommended and energy from carbohydrates was within the expected range. The Z scores of weight-age and height-age were higher in the group of high socioeconomic stratum. It was lack of height-age at 10.8% (4/37) in children of low socioeconomic stratum and 2.4% (1/41) in children of higher socioeconomic stratum. The percentage of overweight were similar in both groups, both for the weight-height. Conclusion: According to the two instruments, chemical analysis and food survey, it was appropriate as to energy, proteins, lipids and carbohydrates in both social strata. It was shown, also, excessive sodium and iron deficiency.

Objetivos: Os objetivos deste estudo que envolveu lactentes de dois estratos socioeconômicos em Belém, Pará foram: determinar, por análise química, a composição nutricional de macronutrientes, energia, sódio e ferro de alimentos preparados no domicílio para o almoço dessas crianças, e avaliar com base nas informações sobre a ingestão alimentar, o papel quantitativo dos alimentos de transição como fonte de energia, proteína, gordura, ferro e sódio, em relação às recomendações nutricionais, nos dois estratos socioeconômicos. Métodos: Realizou-se um estudo transversal com 78 crianças na faixa etária de 6 a 18 meses dividas em dois estratos socioeconômicos que recebiam alimentos de transição preparados no domicílio. Foram coletadas amostras alimentares do almoço para a análise química. Todas as crianças tiveram seu estado nutricional avaliado e a estimativa de ingestão alimentar diária foi baseada no inquérito alimentar de 24 horas. Resultados: Os resultados das análises químicas das amostras alimentares revelaram déficit de ferro e excesso de sódio em ambos os estratos socioeconômicos, sendo o teor de sódio maior nas amostras alimentares dos lactentes do estrato mais baixo. O inquérito alimentar mostrou que a maioria dos lactentes dos dois estratos socioeconômicos consumia acima de 120% de energia da necessidade estimada de energia (EER) e acima de 120% de carboidratos da ingestão adequada (AI). Todos os lactentes consumiam quantidade de proteína superior à ingestão dietética recomendada (RDA) e 50% ingeriam quantidade de ferro abaixo da ingestão dietética recomendada. Em relação ao sódio, houve consumo acima de 120% da AI, a ingestão diária das refeições do estrato socioeconômico baixo apresentou maiores teores de sódio em relação ao estrato socioeconômico alto. O conteúdo energético proveniente das proteínas encontrava-se acima dos valores recomendados, a média da contribuição dos lipídios situou-se abaixo do recomendado e a energia proveniente dos carboidratos situou-se dentro da faixa esperada. Os escores Z de peso-idade e estatura-idade foram superiores no grupo do estrato socioeconômico alto. Constatou-se déficit de estatura-idade em 10,8% (4/37) nas crianças do estrato socioeconômico baixo e 2,4% (1/41) nas crianças do estrato socioeconômico alto. Os percentuais de excesso de peso foram similares em ambos os grupos para o indicador peso-estatura. Conclusão: De acordo com os dois instrumentos utilizados, análise química e inquérito alimentar, constataram-se adequação quanto à energia, proteínas, lipídios e carboidratos em ambos os estratos socioeconômicos. Demonstrou-se, também, excesso de sódio e déficit de ferro.
Palavra-chave Transtornos da nutrição do lactente
Hábitos alimentares
Inquéritos alimentares
Nutrientes
Nutrição do lactente
Análise de alimentos
Idioma Português
Data de publicação 2009-06-24
Publicado em PORTELLA, Márcia Bitar. Análise química de nutrientes em alimentos de transição preparados no domicílio para o almoço de lactentes de dois estratos socioeconômicos de Belém, Pará. 2009. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8945

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-00217.pdf
Tamanho: 1.390MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta