Análise perioperatória de morbimortalidade em neurocirurgia pediátrica

Análise perioperatória de morbimortalidade em neurocirurgia pediátrica

Alternative title Perioperative analysis of morbidity and mortality in pediatric neurosurgery
Author Mekitarian Filho, Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Carvalho, Werther Brunow de Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria - EPM
Abstract Introduction. The increasing complexity and improving care assistance and monitoring of children undergoing neurosurgical procedures has been remarkable in recent years. However, there are few publications about the main characteristics of perioperative morbidity and risk factors associated with worse outcomes from them. Objectives. To study, retrospectively, the main determinants of morbidity and mortality in children undergoing neurosurgical procedures hospitalized in the Hospital Santa Catarina’s Pediatric Intensive Care Unit and characterize them in to know the profile of the service studied. Methods. A retrospective cohort study was conducted using medical records review between 2005 to 2009 of all patients undergoing neurosurgical procedures, from 1 month to 16 years, and the main data regarding the diagnosis and surgical postoperative outcome and main complications and outcome of patients during hospitalization were reviewed. Results. We studied data from 198 patients during the study period. The most common diagnoses were craniosynostosis (31.3%), supratentorial tumors (19.7%), ventriculoperitoneal shunts (16.7%), spinal cord tumors (9.1%) and infratentorial tumors (8.6%) . Altogether, 57.6% of patients were male with a mean age of 50 months, mean ICU stay of 3.4 days and hospital stay of 7.2 days with an average time of mechanical ventilation of 6.6 hours. The most frequent complications were bleeding (48.5%), fever (30.3%), hypothermia (16.2%) and post-extubation laryngitis (15.2%). In the multivariate analysis, the risk factors associated with longer ICU lenght-of-stay were fever (p = 0.001), laryngitis (p = 0.001) and infection (p = 0.003); with greater hospital stay, fever (p = 0.001) and infection (p = 0.003) and with greater duration of mechanical ventilation, fever (p = 0.015), bleeding (p = 0.04), laryngitis (p = 0.007), coagulation disorders (p <0.001) and use of corticosteroids (p <0.001). There were two deaths in this population due to intracranial hypertension. Conclusions. It’s very important to study the major complications associated with poor prognosis in pediatric neurosurgery. Fever and bleeding were very frequent, impacting on almost all outcomes studied. Case series with the largest number of patients are needed to better establish the risk factors.

Introdução. O aumento da complexidade e a melhoria dos cuidados de assistência e monitoração de crianças submetidas a procedimentos neurocirúrgicos tem sido marcantes nos últimos anos. Entretanto, são poucas as publicações sobre as principais características de morbimortalidade do período perioperatório e dos fatores de risco associados a piores desfechos dos mesmos. Objetivos. Estudar, de maneira retrospectiva e descritiva, os principais fatores determinantes de morbimortalidade em crianças submetidas a procedimentos neurocirúrgicos internadas na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital Santa Catarina e caracterizá-los de maneira a conhecer o perfil do serviço estudado. Métodos. Foi realizado estudo de coorte retrospectivo através de análise de prontuários no período de 2005 a 2009 de todos pacientes submetidos a procedimentos neurocirúrgicos, de 1 mês a 16 anos completos, sendo levantados os principais dados referentes ao diagnóstico cirúrgico e a evolução pós-operatória, bem como descritas as principais complicações e a evolução dos pacientes durante a internação hospitalar. Resultados. Foram estudados dados de 198 pacientes durante o período do estudo. Os diagnósticos mais frequentes foram correções de cranioestenoses (31,3%), tumores supratentoriais (19,7%), shunts ventriculoperitoneais (16,7%), tumores raquimedulares (9,1%) e tumores infratentoriais (8,6%). Ao todo, 57,6% dos pacientes eram do sexo masculino com idade média de 50 meses, tempo médio de internação em UTI Pediátrica de 3,4 dias e no hospital de 7,2 dias, com tempo médio de ventilação mecânica de 6,6 horas. As complicações mais freqüentes na população foram sangramento (48,5%), febre (30,3%), hipotermia (16,2%) e laringite pós-extubação (15,2%). Pela análise múltipla, os fatores de risco associados a maior tempo de internação em UTI foram febre (p = 0,001), laringite (p = 0,001) e infecção (p = 0,003); a maior tempo de internação hospitalar, febre (p = 0,001) e infecção (p = 0,003) e a maior tempo de ventilação mecânica febre (p = 0,015), sangramento (p = 0,04), laringite (p = 0,007), distúrbio de coagulação (p < 0,001) e uso de corticoides (p < 0,001). Houve 2 óbitos na população estudada devido à hipertensão intracraniana. Conclusões. É de grande importância o estudo das principais complicações associadas a pior prognóstico em neurocirurgia pediátrica. Febre e sangramento, além de muito frequentes, impactam em quase todos os desfechos estudados. Séries de casos com maior quantidade de pacientes são necessárias para o melhor estabelecimento dos fatores de risco.
Keywords Child
Postoperative care
Intensive care units, pediatric
Morbidity
Risk factors
Neurosurgery
Criança
Cuidados pós-operatórios
Unidades de terapia intensiva pediátrica
Morbidade
Fatores de risco
Neurocirurgia
Language Portuguese
Date 2011-03-30
Published in MEKITARIAN FILHO, Eduardo. Análise perioperatória de morbimortalidade em neurocirurgia pediátrica. 2011. 116 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 116 f.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8939

Show full item record




File

Name: Publico-12707.pdf
Size: 1.395Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account