Análise do perfil sócio-demográfico, formação profissional e conhecimento do cargo dos coordenadores regionais da atenção básica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Análise do perfil sócio-demográfico, formação profissional e conhecimento do cargo dos coordenadores regionais da atenção básica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Título alternativo Socio-demographic profile, training and knowledge of the post of regional coordinators of primary health care of Minas Gerais
Autor Salomão, Valeria Calil Abrão Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ciconelli, Rozana Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: The study aimed at elaborating the socio-demographic and educational profile and to identify the qualification needs of Regional Coordinators of Primary Health Care of Minas Gerais Secretary State for Health, to analyze their knowledge about goal and objectives of the institution and their perception about the importance of skills in dealing with people. Methods: The investigation is of exploratory-descriptive type. The research subjects are 28 Regional Coordinators of Primary Care. For the collection of data it was used a semi-structured questionnaire with 22 questions covering socio-demographic profile, education and training , the need for qualification, knowledge of the goal and objectives of the institution and evaluation of the importance of skills in dealing with people. Results: The socio-demographic profile of the Coordinators shows that the average age is 46.67 years, mostly female and married; 75.00% have monthly income of 3 to 5 and 79.17% do not perform other functions that generate income. 91.67% have completed university and 86.36% have a post -graduation degree. 66.00% of coordinators have more than five years experience, 70.83% received no qualification in the first three months of the appointment; 45.83 % point the cost of participation in events the greater difficulty in pursuing more qualification. The skills profile is uneven due to different levels of academic background and provision of training courses. The Coordinators of Primary Care have knowledge about the goal and objectives of the Regional Health Management in that they have clear understanding of the importance of skills in dealing with people. Conclusions: From the results we believe that some interventions are needed as such: to establish a profile of the coordinator by defining a set of skills, expertise and level of appropriate training; to include the post of coordinator in the institution’s organizational structure; to define initial qualification and skills and competences to fill the post.

Objetivo: Conhecer o perfil sócio-demográfico, educacional, de qualificação e necessidade de capacitação dos Coordenadores Regionais da Atenção Básica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, analisar seu conhecimento quanto à meta e objetivos da instituição e sua percepção quanto à importância das competências para lidar com pessoas. Métodos: O estudo é do tipo exploratório descritivo. Os sujeitos da pesquisa são os 28 Coordenadores Regionais de Atenção Básica. O instrumento do estudo é constituído de questionário semi-estruturado com 22 perguntas que abrangem o perfil sócio-demográfico, educacional e de formação dos coordenadores, a qualificação e a necessidade de capacitação, o conhecimento da meta e objetivos da instituição e avaliação quanto à importância das competências para lidar com pessoas. Resultados: O perfil sócio-demográfico dos coordenadores mostra a média de idade de 46,67 anos, sendo a maioria do sexo feminino e casados; 75,00% têm renda mensal de 3 a 5 salários mínimos, 79,17% não exercem outras funções que geram renda; 91,67% concluíram o ensino superior e 86,36% têm pós-graduação; 66,00% dos coordenadores têm mais de cinco anos de experiência; 70,83% não receberam qualificação nos primeiros três meses após a nomeação; 45,83% apontam como maior dificuldade em buscar qualificação o custo de participação nos eventos. O perfil de qualificação mostra-se irregular devido a diferentes níveis de formação acadêmica e oferta de cursos de qualificação. Os Coordenadores Regionais da Atenção Básica apresentam conhecimento quanto à meta e objetivos da Gerência Regional de Saúde em que atuam, tendo clara percepção da importância das competências para lidar com pessoas. Conclusões: A partir dos resultados encontrados nesse trabalho acreditamos que algumas intervenções se fazem necessárias como estabelecer um perfil do coordenador com definição do conjunto de habilidades, competências e nível de formação adequados, a inclusão do cargo de coordenador na estrutura organizacional da instituição, qualificação inicial e formação de habilidades e competências para o desempenho do cargo.
Palavra-chave Gestão de recursos humanos
Gestão de pessoas
Organização de serviços de saúde
Sistema Único de Saúde
Política nacional de atenção básica
Política de saúde
Atenção primária à saúde
Administração de recursos humanos em saúde
Administração de serviços de saúde
Brasil
Idioma Português
Data de publicação 2010-10-27
Publicado em SALOMÃO, Valeria Calil Abrão. Análise do perfil sócio-demográfico, formação profissional e conhecimento do cargo dos coordenadores regionais da atenção básica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8927

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-399.pdf
Tamanho: 690.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta