Alterações metabólicas em pré-adolescentes e adolescentes com déficit de estatura

Alterações metabólicas em pré-adolescentes e adolescentes com déficit de estatura

Título alternativo Metabolic alterations in pre-adolescents and adolescents with mild stunting
Autor Clemente, Ana Paula Grotti Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sawaya, Ana Lydia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (endocrinologia clínica) – São Paulo
Resumo Estudos têm mostrado que exposições a efeitos nutricionais adversos no início da vida, evidenciados pelo déficit de crescimento, são particularmente importantes, uma vez que a plasticidade dos tecidos em fases de crescimento e desenvolvimento molda a maneira pela qual o organismo responderá aos desafios ao longo da vida. Assim, este processo de remodelação causa alterações na estrutura e função dos tecidos e órgãos, levando a diversas desordens fisiológicas. A desnutrição moderada /grave em crianças e adolescentes, independentemente do peso ao nascer, está associada ao aumento da susceptibilidade de acumulo de gordura corporal, em especial gordura abdominal, menor taxa de oxidação de gordura, menor gasto energético de repouso e pós-prandial, aumento de pressão arterial sistólica e diastólica e menor produção de insulina pelas células pancreáticas. De acordo com os mais recentes padrões da OMS, indivíduos que apresentam Z escore de estatura-para-idade e peso-para-idade no intervalo de -2 a -1 são considerados normais, e isso difere das normas anteriores que consideraram escores Z entre esses limites desnutrição leve. Diante dessas evidências a presente tese, teve como objetivos estimar o perfil de alterações metabólicas (pressão arterial, insulina, glicemia, colesterol-total, HDL-c, LDL-c) em pré-adolescentes e adolescentes de acordo com o indicador de estatura; avaliar a relação entre circunferência da cintura e as alterações metabólicas, de forma a identificar os valores críticos de risco para os dois grupos: com e sem déficit de estatura; e também estimar a diferença do perfil dessas alterações nos pré-adolescentes e adolescentes de acordo com o estadiamento puberal. Para isso foi realizado um estudo transversal, cuja população foi constituída por uma amostra de préadolescentes e adolescentes de ambos os sexos (n=310), de baixa renda, moradores da zona sul do município de São Paulo, divididos em 2 grupos com déficit de estatura e estatura normal. Foram levantadas as informações: 1) condição sócio-econômica, obtida por um questionário padrão; 2) estado nutricional, mensurado através de antropometria (peso, estatura, circunferência da cintura); 3) composição corporal, avaliada por DXA; 4) pressão arterial; 5) perfil lipídico e glicídico. Nossos dados mostraram pela primeira vez que a utilização do ponto de corte entre < -1 e -2 para o indicador estatura/idade permite identificar alterações metabólicas relacionadas à síndrome metabólica em préadolescentes e adolescentes. Observou-se no grupo com déficit de estatura maiores médias de gordura abdominal e insulina plasmática, independentemente do peso. Os indivíduos com déficit de estatura e sobrepeso apresentaram maiores valores de pressão arterial sistólica quando comparados àqueles com estatura normal. A pressão arterial sistólica mostrou-se fortemente associada com gordura abdominal no grupo com déficit de estatura. Os grupos de estatura mostraram associações significantes entre insulina plasmática e circunferências da cintura. A análise da curva ROC mostrou diferentes pontos de corte para circunferência da cintura entre os grupos de estatura. Para os sujeitos com déficit de estatura o ponto de corte encontrado foi de 58,25 cm e para os sujeitos com estatura normal foi 67,2 cm. Os resultados encontrados na presente tese mostraram que, na população com déficit de estatura analisada, houve alterações metabólicas semelhantes às encontradas em indivíduos com desnutrição moderada/grave. Sendo fundamental, portanto, o tratamento e o diagnóstico dos adolescentes com desnutrição leve, a fim de evitar ou minimizar as consequências negativas na vida adulta.
Palavra-chave Desnutrição
Estado nutricional
Sobrepeso
Síndrome X metabólica
Adolescentes
Estatura
Crianças
Humanos
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2011-09-28
Publicado em CLEMENTE, Ana Paula Grotti. Alterações metabólicas em pré-adolescentes e adolescentes com déficit de estatura. 2011. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 138 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8884

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-12792.pdf
Tamanho: 785.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta