A qualidade de vida na doença do refluxo gastroesofágico: comparação entre os grupos não erosivo e erosivo

A qualidade de vida na doença do refluxo gastroesofágico: comparação entre os grupos não erosivo e erosivo

Título alternativo Quality of life in gastroesophageal reflux disease: comparison between the groups was not erosive and erosive
Autor Maciel, Paulo Roméro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ramos, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde Coletiva - EPM
Resumo The gastroesophageal reflux disease is one of the most common disorders in medical practice, disease grouping under the same designation, clinical presentations as diverse as the occasional pyrosis, the chronic cough and the refractory asthma, besides the typical symptoms such as the pyrosis, regurgitation, epigastric pain and retrosternal pain. The symptoms are not related with disease severity and affect significantly the quality of people’s life. Objectives: To compare the quality of life in gastroesophageal reflux disease, among the group non-erosive and the erosive one, observing exist in four presentations of the disease: erosive disease without hiatal hernia, erosive disease with hiatal hernia, non-erosive disease with hiatal hernia and non-erosive disease without hiatal hernia. Method: The present study was conducted from a sample of 400 individuals, treated at a clinic specializing in gastroenterology and digestive endoscopy, in the city of Caruaru, in Pernambuco. Were included in the study the patients aged 14 to 82 years old, suffering from gastroesophageal reflux disease. All patients were evaluated clinically, underwent to high digestive endoscopy and to a therapeutic trial with proton pump inhibitors and prokinetics. The questionnaires of quality of life SF-36 and the questionnaire of gastroesophageal reflux symptoms QS-DRGE, both validated for Brazil, evaluated the quality of life. The sample was obtained by inviting the patients already diagnosed and not treated by medication with proton pump inhibitors or prokinetics. Results: The sample of patients with gastroesophageal reflux disease in the statistical tests with the analysis of the questionnaires showed no statistical differences in symptoms and therapeutic results in the four presentations of gastroesophageal reflux disease. Conclusions: The quality of life was similar in patients with and without esophageal lesions, regardless of their nature: erosive disease without hiatal hernia, erosive disease with hiatal hernia, non-erosive disease with hiatal hernia and non-erosive disease without hiatal hernia.

A doença do refluxo gastroesofágico é uma das afecções mais frequentes na prática médica, enfermidade que agrupa sob a mesma denominação, apresentações clínicas tão distintas quanto a pirose ocasional, a tosse crônica e a asma refratária, além dos sintomas típicos como a pirose, a regurgitação, a dor epigástrica e a dor retroesternal. Os sintomas não apresentam relação com a gravidade da doença e afetam significativamente a qualidade de vida da população. Objetivos: comparar a qualidade de vida na doença do refluxo gastroesofágico, entre o grupo não erosivo e o erosivo, observando existir em quatro apresentações da doença: doença erosiva sem hérnia hiatal, doença erosiva com hérnia hiatal, doença não erosiva com hérnia hiatal e doença não erosiva sem hérnia hiatal. Método: O presente estudo foi realizado a partir de uma amostra de 400 indivíduos, atendidos em clínica especializada em gastroenterologia e endoscopia digestiva, na cidade de Caruaru, em Pernambuco. Foram incluídos para estudo os pacientes na faixa etária de 14 a 82 anos de idade, portadores da doença do refluxo gastroesofágico. Todos foram avaliados clinicamente, submetidos a endoscopia digestiva alta e a teste terapêutico com inibidores de bomba de prótons e procinéticos. Os questionários de qualidade de vida SF-36 e o questionário de sintomas do refluxo gastroesofágico QS-DRGE, ambos validados para o Brasil, avaliaram a qualidade de vida. A amostra foi obtida convidando os pacientes já diagnosticados e não submetidos ao tratamento clínico com inibidores de bomba de prótons ou procinéticos. Resultados: A amostra dos pacientes portadores de doença do refluxo gastroesofágico nos testes estatísticos com as análises dos questionários não apresentou diferenças estatísticas nos sintomas e resultados terapêuticos nas quatro apresentações da doença do refluxo gastroesofágico. Conclusões: A qualidade de vida foi semelhante nos pacientes com e sem lesões esofágicas, independentemente de sua natureza: doença erosiva sem hérnia hiatal, doença erosiva com hérnia hiatal, doença não erosiva com hérnia hiatal e doença não erosiva sem hérnia hiatal.
Assunto Esophagus
Esôfago
Gastroesophageal reflux
Surveys and questionnaires
Questionário
Refluxo gastroesofágico
Qualidade de vida
Quality of life
Idioma Português
Data 2011-06-29
Publicado em MACIEL, Paulo Roméro. A qualidade de vida na doença do refluxo gastroesofágico: comparação entre os grupos não erosivo e erosivo. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 90 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8846

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-12815a.pdf
Tamanho: 1.540Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Tese-12815b.pdf
Tamanho: 1.986Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)